Educação Previdenciária de Qualidade

Salário Maternidade Rural

Neste artigo vamos falar sobre o Salário Maternidade rural ou para Trabalhadora Rural enquadrada como Segurada Especial, que é aquela que trabalha na roça, em pequena propriedade rural, ajudando a família ou de forma individual.

O Salário Maternidade Rural  é o benefício pago pela Previdência Social através do INSS, pelo prazo 120 dias, à segurada que trabalha na atividade rural e deu a luz.

Tal benefício tem por objetivo assegurar uma maternidade tranquila, propiciando à mamãe da roça um período de adaptação à nova rotina com a chegada de um bebê.

Durante esses 120 dias, a segurada receberá uma remuneração por parte do INSS para que não precise se preocupar com nada além dos cuidados com o seu filho ou filha.

Uma dúvida que sempre surge entre trabalhadoras rurais é sobre a possibilidade de receber esse benefício e como fazer.

Esse direito  existe, desde que a trabalhadora se enquadre em algumas regras constantes na legislação previdenciária, e não é nada complicado fazer o requerimento.

Inicialmente, cabe lembrar que para ter direito ao benefício de salário maternidade, a trabalhadora rural (segurada especial) deverá comprovar um período mínimo de 10 (dez) meses de atividade rural, ainda que de forma descontínua.

Salário Maternidade Rural: Idade Mínima para pedir

A idade mínima para ter direito ao benefício é 16 anos completos, lembrando que a carência de 10 meses deverá ser comprovada após os 16 anos, pois a lei não reconhece o trabalho rural de pessoas com menos de 16 anos.

Portanto, só terá direito quem engravidou após 16 anos e 10 meses. Para mamães que tiveram bebês antes desta idade, infelizmente o INSS não vai aprovar o benefício. Então fique atenta à sua idade para não perder o seu tempo.

Prazo para fazer o Requerimento da Licença Maternidade Rural

O prazo para realização do requerimento é de 5 (cinco) anos após o nascimento da criança. É bom  lembrar que para ter direito ao benefício, deverá ser comprovado um período de 10 meses de trabalho rural anteriores ao nascimento.

Mesmo se depois que a criança nasceu a segurada tenha se afastado da atividade rural. No caso de a segurada ter começado a trabalhar na roça após o parto, não tem direito a receber o benefício.

Isso porque não iria fechar a conta dos dez meses anteriores ao parto para ter direito. Então nesses casos o INSS irá negar o  benefício por falta de período de carência anterior ao nascimento.

salário maternidade rural
Licença Maternidade Rural: como conseguir

Como comprovar Atividade Rural 

A comprovação do exercício de atividade rural da trabalhadora, poderá  ser feita mediante a apresentação de um dos seguintes documentos:

I – contrato de arrendamento, parceria, meação ou comodato rural, cujo período da atividade será considerado somente a partir da data do registro ou do reconhecimento de firma do documento em cartório;

II – declaração fundamentada de sindicato que represente o trabalhador rural ou, quando for o caso, de sindicato ou colônia de pescadores, desde que homologada pelo INSS; (clique aqui para saber mais)

III – comprovante de cadastro do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária – INCRA, através do Certificado de Cadastro de Imóvel Rural – CCIR ou qualquer outro documento emitido por esse órgão que indique ser o beneficiário proprietário de imóvel rural;

IV – bloco de notas do produtor rural;

V – notas fiscais de entrada de mercadorias emitidas pela empresa adquirente da produção, com indicação do nome do segurado como vendedor;

VI – documentos fiscais relativos à entrega de produção rural à cooperativa agrícola, entreposto de pescado ou outros, com indicação do segurado como vendedor ou consignante;

VII – comprovantes de recolhimento de contribuição à Previdência Social decorrentes da comercialização da produção;

VIII – cópia da declaração de imposto de renda, com indicação de renda proveniente da comercialização de produção rural;

IX – comprovante de pagamento do Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural – ITR, Documento de Informação e Atualização Cadastral do Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural – DIAC e/ou Documento de Informação e Apuração do Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural – DIAT, entregue à RFB;

X – licença de ocupação ou permissão outorgada pelo INCRA ou qualquer outro documento emitido por esse órgão que indique ser o beneficiário assentado do programa de reforma agrária; ou

XI – certidão fornecida pela FUNAI, certificando a condição do índio como trabalhador rural.

XII – Declaração de Aptidão ao Pronaf – DAP (para saber mais clique no link)

O documento de comprovação poderá estar em nome do esposo, companheiro ou dos pais da trabalhadora rural.

Caso seja mãe solteira, os documentos em nome de um dos pais serviram para comprovar a atividade, ainda que a trabalhadora não tenha nenhum documento em seu nome.

Caso seja casada, os documentos em nome do esposo serviram para comprovar a atividade e ter direito ao salário maternidade rural, ainda que a trabalhadora não tenha nenhum documento em seu nome.

Por fim, se conviver com o companheiro, poderá utilizar os documentos em nome desse, desde que comprove a união estável com ele.

Se você ficou com dúvidas sobre algum desses documentos, é só utilizar o espaço dos comentários para que a gente possa esclarecer ou procure o Sindicato dos Trabalhadores rurais da sua cidade. Normalmente as pessoas costumam utilizar o documento mencionado no item II, a Declaração do Sindicato.

Importante frisar que, com o fim da entrevista rural, ao dar entrada no salário maternidade como trabalhadora rural, a pessoa vai ter que levar preenchido o formulário DECLARAÇÃO DE ATIVIDADE RURAL.

Caso queira maiores informações sobre a comprovação de atividade rural é só clicar aqui.

O nosso Blog tem um post sobre comprovação de atividade rural através da Declaração do Sindicato dos Trabalhadores Rurais. Caso queria mais informações sobre este assunto, veja aqui.

O valor do Salário Maternidade Rural (Quantas Parcelas)

O valor do benefício para a Trabalhadora Rural será de um salário mínimo, durante 120 dias, mais um proporcional referente ao décimo terceiro salário. Em valores atuais, seria da seguinte forma:

R$ 954,00 X 4 = R$ 3.816,00

R$ 954 / 12 = R$ 79,50 X 4 = R$ 318,00

VALOR TOTAL A SER RECEBIDO: R$ 4.134,00

*CABE LEMBRAR QUE O VALOR PAGO É CALCULADO COM BASE  NO SALÁRIO MÍNIMO DA ÉPOCA DE NASCIMENTO DA CRIANÇA

salário maternidade rural
Salário Maternidade Rural

Documentos necessários para requerimento do Salário Maternidade da Trabalhadora Rural

Primeiramente a segurada deverá fazer um agendamento pelo site do INSS ou pelo telefone 135. Os documentos necessários, originais e cópias, são:

  • Certidão de Nascimento do filho
  • Documento de identificação válido da requerente (Carteira de Identidade, Motorista, ou Carteira de Trabalho)
  • CPF da requerente
  • Documentos que comprovem o exercício de atividade rural

Acompanhar o Andamento e o Resultado do Pedido

A partir de agora o INSS não está mais dando o resultado do pedido de Salário Maternidade Rural.

Mas você mesma pode acompanhar o seu pedido pela internet, sem precisar ir ao INSS e nem ao Sindicato. Basta acessar o aplicativo Meu INSS. 

Para saber como consultar o andamento e o resultado do seu pedido, veja aqui o nosso artigo ensinando passo a passo.

Casos em que o benefício foi negado pelo INSS

Caso você tenha dado entrada em seu benefício e ele foi negado pelo INSS, se você não concordar com essa decisão, ainda tem uma segunda chance de ter o seu benefício de Salário Maternidade Rural aprovado.

 Você poderá entrar com recurso contra a decião do INSS e ter direito a uma nova análise no seu pedido, que será realizada por outras pessoas. Para saber mais sobre como entrar com recurso no INSS veja este artigo onde explicamos passo a passo como entrar com recurso no INSS.

 

você pode gostar também
535 Comentários
  1. César D. de Almeida Diz

    A trabalhadora vive em união estável. O companheiro trabalha por dia. Contudo, a mulher labora com seus pais em atividade rural desde pequena. Assim, a mesma tem direito ao salário maternidade?

    1. benjamin Diz

      César, boa noite.
      O fato de o companheiro trabalhar por dia não é empecilho legal. Se a mulher labora com os seus pais em atividade rural, terá direito ao benefício, desde que prove a sua atividade com documentos em seu próprio nome. Como já constituiu novo grupo familiar, não poderá usar os documentos em nome dos pais. Neste caso, o caminho mais fácil é a Declaração do Sindicato dos trabalhadores rurais, subsidiada por um ou mais dos documentos constantes no art. 54 da Instrução Normativa N° 77, de 21 de Janeiro de 2015.

      Abraços.

      1. Lenny oliveira Diz

        Eu já tentei duas vezes o salário maternidade só vim ganhar bebe aqui em sp já estou voltando pra Bahia sou trabalhadora rural a muito tempo tem carteira rural é posso provar que trabalho na roça eu posso tirar o salário maternidade???

        1. benjamin Diz

          Lenny,

          Se você pode provar que é trabalhador a rural nos dez meses anteriores ao parto, na condição de Segurada Especial, conforme a Lei estabelece, então poderá receber o salário maternidade. Lembrando que para isso depende da confirmação de sua atividade pelo INSS. Caso este negue o benefício você ainda tem a opção de entrar com recurso ou na Justiça Federal, que podem conceder o seu benefício.

          Abraços.

          1. Lenny Diz

            Ahhh entendi mais eu tem como provar só que não entendo como fazer aqui em sp sotor com minha carteira de trabalhadora rural é algumos documento das roça que trabalho vc pode min explicar como fazer???

          2. benjamin Diz

            Leny, vc quer dar entrada no INSS aí de São Paulo, é isso? Se for isso eu lhe recomendo procurar o INSS do lugar onde você desenvolve seu trabalho rural. Em São Paulo ficaria muito difícil e provavelmente você irá precisar da Declaração do Sindicato.

          3. Lenny oliveira Diz

            É isso eu quero da entrada aqui em sp eu tenho a declaração do sindicato dos trabalhadores rural da minha cidade fazê um mês é poço que eu tou aqui em SP só vim ganhar bebe aqui mais eu já tinha feito todos documentação lá na Bahia serar que é aprovado aqui ou eu tenho que dá entrada la na Bahia???

          4. benjamin Diz

            Lenny,

            Você pode dar entrada em qualquer Agência do INSS do Brasil, inclusive em São Paulo -SP. É só fazer o agendamento pelo tel 135 para a Agência onde quer ser atendida. Lembre-se de dizer que o salário maternidade é rural.

          5. Tatiana Diz

            Gostataria de saber se posso daventrada no salário marternidade sem cômodato

          6. benjamin Diz

            Tatiana,

            Depende de qual categoria você se enquadra.

          7. thais Diz

            ola intao eu nunca trabalhei de carteira assinada eu paraibana trabalhava na roca com meus pais ai eles se separarao e eu vim tentar a vida do rio de janeiro hoje sou mae e nao trabalho estou desempregada tenho direito?

          8. benjamin Diz

            Thaís

            Não tem direito.

          9. Eleisangela Diz

            Meu filho tem um ano e 7 meses tenho todos os documentos como trabalhadora rural posso da entrada pela Internet?

        2. Olívia Diz

          sim.. pode sim. É só agendar no 135. E levar todos os documentos que comprovam a atividade rural. Os seus documentos pessoais e a certidão de nascimento do seu bebê.

        3. Daniela Diz

          Eu e meu esposo moramos na terra do meu sogro e entregamos leite junto com ele tenho direito

          1. Benjamin Diz

            Para saber se tem direito só mesmo dando entrada no INSS.

          2. Anônimo Diz

            Para saber se você tem direito ao salário maternidade você precisará comprovar atividade rural. Caso essa seja provada, seu beneficio será concedido.Como você trabalha em terras de outra pessoa você precisa de um documento que comprove vinculo com o proprietário da terra, você pode fazer um contrato de trabalho, assim comprovará seu exercicio de trabalhadora.
            Espero ter ajudado.

      2. Julieti Diz

        Olha tenho uma nota de produtora rural e tenho 5 notas de venda de leite sera que eu consigo o beneficio?

        1. benjamin Diz

          Não podemos esclarecer esse tipo de dúvida, pois a aprovação do benefício depende de diversos fatores que só podem ser analisados pelo INSS.

      3. Geisa Diz

        Eu trabalho ajudando meu pai no manuseio e limpeza da ordenha e do tanque de conserva do leite. Porém não tenho carteira assinada.
        Eu teria direito?

        1. benjamin Diz

          Geisa,
          O que venho dizendo a todos os comentários que perguntam se tem direito é que isso apenas o INSS é que poderá dizer. Por isso, sugiro que você junte todos os documentos que tiver e dê entrada no benefício. Só assim poderá saber se tem ou não direito.

      4. Jandira Diz

        Os meus pais na trabalham na roça sempre ajudei eles agora tô casada o meu marido é cobrado de ônibus eu quero saber se tem algum problema como ele trabalhando de carteira assinada

        1. Benjamin Diz

          Jandira,

          Não podemos esclarecer esse tipo de dúvida, pois a aprovação do benefício depende de diversos fatores que só podem ser analisados pelo INSS.

      5. Elen Diz

        Se eu estou gestante, e dependo dos meus pais e trabalho com eles, solteira, eu tenho direito pelos documentos dele?

      6. Yara Diz

        Oi Benjamin Diz gostaria de saber.
        Eu fiz o salário materno rural fui aprovada e já tirei o dinheiro,gostaria de saber se tem o direito do decimo terceiro?
        Vir na internet que o décimo terceiro sai pra quem fez salario materno,como?

        1. benjamin Diz

          O décimo já vem junto com o último pagamento. Ele é apenas proporcoinal aos 4 meses, não é um salário completo, é menos da metade de um salário mínimo.

    2. Eduarda Diz

      No caso meu sogro é dono da fazenda e moro lá e trabalho com meu marido??

      1. benjamin Diz

        Eduarda,

        Procure o Sindicato dos Trabalhadores Rurais de sua cidade.

        1. vanessa Diz

          Gostaria de tirar uma dúvida…. Tive carteira assinada em 2010,e depois fui morar no sitio, e já faz 4 anos que tenho notas de produtor, e entrego renda,agora encaminhei o licenca maternidade e não recebi, eles alegam que não contribui com o INSS, então como eu tinha carteira assinada tenho que dar baixa para as notas de produtor estarem valendo?

          1. benjamin Diz

            Vanessa

            Não entendi a sua pergunta. Sugiro que você procure o Sindicato de trabalhadores rurais de sua cidade ou o próprio INSS para esclarecer suas dúvidas. Questões muito específicas não tem como esclarecer por aqui.

    3. Amabily alves barbosa Diz

      ola! gostaria de saber pq a indentidade e de goiania mais a pessoa morra e trabalho na zona rural a 11 anos tem q tirar outra indentidade de barreiras ba

      1. benjamin Diz

        Amabili

        Seria bom atualizar o documento de identificação.

    4. Fabiano Diz

      Boa noite benjamim..eu recebo um beneficio urbano a 4 anos por morte de uma pessoa que eu vivia…agora vivo com outra mulher contribuimos a 3 anos rural temos tofos doc.comprovando q somos trabalhador rural..meu beneficio impala de minha esposa ter direito no auxilio maternidade.

      1. benjamin Diz

        Fabiano,

        Não impede.

    5. Cleidiane Diz

      Oi boa noite eu moro na zona rural com minha tia ajudando ela tenho direito

    6. Robson Diz

      Ola meu nome e Robson sou produtor rural queria saber se minha mulher tem direito ao beneficio sendo q nao somos casados no papel apenas ela foi incluida na DAP tenho documento como cadesp
      Contrato de arrendamento
      Talão de notas q comprovam atividade rural

  2. Jose Romilson Barbosa dos Santos Diz

    Não sei se entendi: Basta apenas um dos documentos acima para provar que minha esposa é trabalhadora rural? Lembrando que temos 4 filhos e ela já recebeu de três filhos.

    1. benjamin Diz

      É exatamente como está na Lei Romilson. Apenas um dos documentos citados. No entanto, tal documento será analisado pelo INSS para saber se realmente é válido. O contrato de comodato por exemplo tem que ter reconhecimento das assinaturas em cartório no mínimo há dez meses antes do parto. Então apenas um dos documentos citados já pode ser utilizado para comprovação da atividade. Caso, por algum motivo, o documento não sirva, o INSS vai abrir uma exigência no processo citando o que está faltando.

      Abraços.

    2. Lenny Diz

      OK obrigado Benjamin pelas informações contidas

      1. benjamin Diz

        Lenny,

        Qualquer outra dúvida pode contar conosco!

        1. Lenny Diz

          Eu posso usar a mesma parceria ou tem que fazer outro???

          1. benjamin Diz

            Poderá usar a mesma.

          2. Lenny Diz

            OK obrigado

        2. fabricio Diz

          Benjamim
          eu queria saber c com o contrato rural aminha mulher conseque reseber o alcilio maternidade so q o contrato nao e altenticado

          1. benjamin Diz

            Fabrício

            Contrato só tem valor com autenticação no mínimo 10 meses antes do parto.

  3. Barbara Diz

    Eu ja dei entra mais foi interferido.Ai fui pro juiz so que veio negado.oque posso fazer agora?

    1. benjamin Diz

      Barbara, infelizmente você não pode fazer mais nada. As duas únicas possibilidades foram esgotadas. Não tem como reverter uma decisão judicial.

      Abraços.

  4. jeicivane Diz

    oi tenho todos osa documentos nessesarios para o salario materno so q moro com minha mae e lavoro com ela posso tira i beneficio

    1. benjamin Diz

      Oi Jeicivane!

      Se você tem todos os documentos necessários, o fato de morar e trabalhar com a sua mãe não tem problema nenhum. É só dar entrada no benefício.

  5. Eliane G. de souza Diz

    Sou lavradora e tenho ’12 meses de contribuiçao com o Sindicato Trabalhadore rurais’ Portanto 3 meses de contribuiçao antes de engravidar. Tenho 1 ano e 3 meses de casada, meu marido tambem lavrador contribui com o INSS (sindicato) dede 2012. Tenho direito ao salario maternidade?

    1. benjamin Diz

      Boa noite Eliane.

      Lembrando que para ter direito ao Salário Maternidade como Trabalhadora Rural (segurada especial) você deverá comprovar que trabalha na roça há no mínimo dez meses antes do parto. O fato de estar contribuindo com o Sindicato não comprova a atividade, você tem que ter algum documento em seu nome ou no nome do seu esposo que comprove o seu trabalho rural. Se tiver como comprovar, sem dúvidas que terá direito ao benefício.

      Abraços.

  6. Marinalva Hinselmann Rodrigues Diz

    Preciso tirar cópia de todos os documentos… Até do bloco de notas… Sou agricultura rural

    1. benjamin Diz

      Olá Marinalva, bom dia.

      O INSS solicita original e cópia de todos os documentos mencionados. As cópias ficam lá e os originais eles devolvem para você, após conferir tudo.

      Abraços.

  7. Keyd Polyana Soares Diz

    Olá, contrato de compra e venda serve como documentação?

    1. benjamin Diz

      Bom dia Keyd!

      Contratos de compra e venda sozinhos não comprovam a atividade rural, mas se neles constarem sua profissão de labradora / trabalhadora rural, etc eles podem servir acompanhados da Declaração do Sindicato que representa os trabalhadores rurais no município. Com a declaração do Sindicato eles podem comprovar atividade rural.

      Abraços.

  8. Roseane Diz

    Sou filha de trabalhadores rurais mas meu pré Natal foi feito com endereço da cidade posso fazer o salário maternidade

    1. benjamin Diz

      Roseane,
      Você só vai ter direito ao Salário Maternidade como segurada especial se comprovar, através de documentos, que está há no mínimo 10 mesez antes do parto desenvolvendo trabalhos na roça. Como o seu pré – Natal tem endereço da cidade, vc teria que ter um am justificativa muito boa sobre isso. Só o fato de ser filha de trabalhadores rurais não dá direito ao benefício se você mesma também não trabalhar na roça. É o que diz a Lei.

  9. Roseane Diz

    Meu filho tem tres anos sou filha de trabalhadores rurais e ainda nao dei entrada ainda tenho direito.meu pré Natal foi feito com endereco da cidade.

    1. benjamin Diz

      Você tem até cinco anos pra dar entrada após o nascimento da criança, mas vai ter que comprovar que 10 meses antes do parto estava trabalhando na roça. O fato de constar endereço urbano no pré Natal sem dúvidas vai dificultar a comprovação da atividade rural.

  10. Roseane Diz

    Tenho comprovante de escolaridade e cadastro do bolsa família com o endereco rural apesar do endereco do pré Natal ser da cidade tenho também testemunhas isso é o suficiente

    1. benjamin Diz

      Roseane, faça um requerimento junto ao INSS. Caso a documentação não seja suficiente eles vão abrir um prazo para você levar o que precisa. Como eu disse antes, o fato de ter dado endereço urbano no pré Natal poderá dificultar as coisas, mas só dando entrada mesmo pra saber se você vai ter ou não direito.

      Abraços.

  11. Daniela Diz

    Sou moradora da zona rural e O pai do meu filho é funcionário público, será que eu tenho direito de receber o salário maternidade?

    1. benjamin Diz

      Daniela,

      Se você comprovar com documentos em seu nome que trabalha na atividade rural há pelo menos dez meses antes do parto, o fato do seu marido ser funcionário público por si só não lhe tira o direito de receber esse benefício.

  12. diana c viana Diz

    moro no sitio e o documento de terra e da minha mãe, TAUS do incra,meu pre natal foi na cidade por motivo de grande risco, sera que terei dificuldades de de ser contemplada
    ?

    1. benjamin Diz

      Diana,

      Este fato poderá dificultar um pouco, mas não quer dizer que o benefício será negado só por conta disso. Explique direitinho na entrevista o que aconteceu.

  13. Wane Diz

    Se meu titulo de eleitor estiver como estudante não tem como eu receber tem que ser como labradora mesmo

    1. benjamin Diz

      Só o fato do título de eleitor constar a profissão estudante não é motivo para o INSS negar o seu benefício, desde que você tenha outros documentos que comprovem que você é trabalhadora rural.

      Abraços.

  14. luiz henrique santos costa Diz

    boa tarde

    moro na roça a 2 anos minha esposa esta gravida e esta fazendo o prenatal na cidade por que não temos posto medico na comunidade e tanbem os do cumentos como car,itr,estão todos no nome da minha mãe mais trabalhamos na roça. ela tem direito?

    1. benjamin Diz

      Fazer o pré Natal na cidade tudo bem, o que o INSS vai verificar é endereço que consta no Cartão, se é na roça ou na cidade. Sua esposa vai precisar de algum documento em seu próprio nome para comprovar atividade rural, caso contrário o benefício será negado.

  15. Jucimara de Paula Diz

    Olá, me chamo Jucimara! Eu estava grávida de 8 meses quando Liguei no 135 para agendar auxílio maternidade rural e o agendamento ficou para 14 de julho de 2016, comparecir no local do atendimento com quase duas horas de antecedência por se trata de um município distante de onde moro e chegando a minha vez não pude ser atendida, logo que fui informada que meu o agendamento estava constando meu cpf mais o nome era da minha filha. Até ai eu não entendir nada, mais não tive outra saída há não ser voltar para casa. No dia seguinte liguei para agendar novamente no 135 e me disseram que eu não comparecir no agendamento e que eu teria que esperar 30 dias corridos para agendar novamente. Mais uma vez esperei para agendar e quando se passaram os 30 dias liguei e me agendaram para o dia 12 de dezembro na mesma agência do último agendamento! Liguei novamente pedindo uma data mais próxima para a cidade que ficaria bem mais fácil para mim e ai agendaram para o dia 10 de fevereiro de 2017, achei um absurdo e agora não consigo nem retornar à data anterior. Estou tão necessitada, quando eu conseguir ser atendida meu filho vai estar com dez meses, essa espera é grande demais. Tive meu filho de parto Cesário e não posso voltar às minhas atividades rurais.
    Me digam se me cabe alguma ação por danos morais!
    Desde já obrigado!

    1. benjamin Diz

      Jucimara, bom dia !

      Infelizmente o INSS está com a capacidade de atendimento comprometida por falta de servidores, e quem paga a conta somos nós cidadãos. Existem milhares de pessoas no Brasil inteiro que está na mesma situação que você, precisando ser atendida, mas com agendamento para muito longe. Dificilmente uma ação por danos morais iria ser bem sucedida. A única coisa que você pode fazer, se você acha que o INSS não foi correto com você, é fazer uma manifestação na OUVIDORIA do INSS, através do site ou no próprio tel 135. Não acredito que vá resolver alguma coisa, mas não custa tentar.

      Abraços.

  16. Caroline Diz

    Olá Meu nome É Caroline, Moro com meu avô e minha avô q são trabalhadores rurais e são cadastrado no Incra, posso da entrada no auxílio tbm ?

    1. benjamin Diz

      Boa noite Caroline.
      Se você ajudar os seus avós na roça poderá dar entrada sim. Mas tem que ter pelo menos comprovante de endereço em seu nome para demonstrar que você mora lá com eles. E você também tem que trabalhar na roça, não só morar.

  17. josyanne Diz

    eu sou mae solteira e moradora rural,nao sou casada mais o pai regristrou a criança, so que o pai trabalha com carteira assinada, eu posso solicitar o beneficio?

    1. benjamin Diz

      Josyanne,

      É claro que pode. Só deixe claro na entrevista, caso seja questionada, que não convive com o pai da criança.

  18. suely Diz

    Ola sou estudante e trabalhadora rural tenho os ITRs queria saber se posso dar entrada com os meus ITRs
    Lembrando que a terra esta em meu nome

    1. benjamin Diz

      Suely,

      O ITR é um documento válido para comprovar atividade rural. Você poderá dar entrada com ele. Apenas observe que ele deverá ter sido emitido há no mínimo 10 meses antes do parto. Com o ITR em seu nome você não precisará de Declaração do Sindicato.

  19. Roseli Diz

    Olá
    Fiz o pré natal ná minha cidade até os três meses e fui ganhar em são Paulo por ser uma gravidez de risco.posso ter direito ao benefício
    Obrigada Roseli

    1. benjamin Diz

      Roseli,

      Você até pode ter direito, mas como vai provar que trabalhou dez meses antes do parto na atividade rural? Se não conseguir comprovar isso ao INSS o seu benefício será negado.

  20. suely Diz

    Obrigada.mesmo eu sendo trabalhadora avulsa?
    posso dar entrada direto no INSS?

    1. benjamin Diz

      Suely, sim.

  21. Cristiano Diz

    Olá minha esposa é trabalhadora rural avulsa e tem todos os ITRs em seu nome será que é necessário alguns outros documentos para dar entrada no salario maternidade.

    1. benjamin Diz

      Cristiano,

      De acordo com Lei, se tiver os ITRs em nome próprio já é suficiente para dar entrada.

  22. Jovina Diz

    Ola poderia mim ajudar?eu trabalhei com carteira assinada de junho de 2014 a março de 2015.em março retornei pra zona rural, exercer trabalho agrícola, Em outubro de 2015 descobri qupescava gravida, no mês de maio 2016 fiz contrato de parceria com o meu pai, estou em união estável, fiz a carteira de sindicato em junho de 2016 pagando 6 meses que no caso vai ate dezembro de 2016… No salario veio interferido… Veio assim:Não foi reconhecido o direito ao beneficio, tendo em vista não ter comprovado o exercício de atividade rural nos 10 meses anteriores ao requerimento do benefício,dos documentos apresentados não foram considerados os relacionados abaixo, conforme justificativa
    Declaração do sindicato dos trabalhadores rurais/sindicato de pescadores ou colônia de pescadores pois na entrevista não ficou comprovado o exercício de atividade rural no período antecedente a ocorrência do evento (Obito)
    Na entrevista perguntou de que mês voltei a atividade rural eu falei março ate o mês de março de 2016 pois tive complicações na gravidez, perguntou a renda falei, ainda moro com meus pais, eu e no caso o pai da criança, com a renda do bolsa família, e o que vem da roça, ela não perguntou se agente pescava nem se criava animal, como não perguntou não falei.. Como posso fazer, entro em recurso falando o que no caso? Eu não poderia esquecer esse que dei entrada e voltar do início não? Sera que entrar em recurso tenho chance de consegui ainda? Espero sua ajuda

    1. benjamin Diz

      Jovina, bom dia.

      Para que eu possa te ajudar, informe por favor se você recebeu Seguro – desemprego quando saiu desse último emprego e qual foi a data exata do seu parto.

  23. Jovina Diz

    E eu tenho a carteira da associação da zona rural onde esta lavradora, e fiz logo em abril de 2015… Sera que tem como ainda

  24. Jovina Diz

    Não recebi não, e o meu parto foi dia 07-07-2016
    Eu comecei a trabalhar novamente na zona rural em abril de 2015 a março de 2016

    1. benjamin Diz

      Jovina, Boa tarde.

      Para o seu caso, a melhor opção e entrar com recurso,apresentando documentos que porventura não tenha apresentado no pedido inicial. Dar entrada de novo seria perda de tempo, vá pelo recurso que você tem alguma chance.

  25. Jovina Diz

    Mais no caso poderia da entrada td de novo? E no meu caso que foi o sindicato que fez o processo o recurso é la na agência do sindicato? Ou já no INSS? E se no caso de da entrada novamente tenho que ir p sindicato ou já no INSS

    1. benjamin Diz

      Jovina, bom dia!

      Respondendo as suas perguntas:

      Mais no caso poderia da entrada td de novo?

      Sim. Você pode dar entrada quantas vezes quiser, não existe regra para limitar o número de vezes que a pessoa pode requerer um benefício no INSS, mesmo este benefício sendo negado todas as vezes. A questão é que se o INSS já negou uma vez, dificilmente irá conceder da segunda vez, a não ser que se apresente novos documentos.

      E no meu caso que foi o sindicato que fez o processo o recurso é la na agência do sindicato? Ou já no INSS?

      Se você mesma souber preencher o formulário do recurso e agendar o dia para apresentá-lo no INSS, não precisa do Sindicato. Caso não saiba, vai precisar.

      E se no caso de da entrada novamente tenho que ir p sindicato ou já no INSS?

      Você vai precisar ir no sindicato antes de ir no INSS novamente, pois para dar entrada de novo vai precisar de uma nova Declaração do Sindicato. Toda vez que for dar entrada, vai precisar de uma nova declaração. Caso opte por entrar com recurso, não precisa de umas nova declaração, mas vai ter que levar um formulário preenchido. O formulário você encontra aqui:

      http://www.inss.gov.br/forms/formularios/form015.html

      Depois de preencher esse formulário, você agenda o seu recurso e lava no dia e horário marcado. Pode agendar por aqui:

      http://agendamento.inss.gov.br/pages/agendamento/agendarAtendimento.xhtml

      Depois que você protocolar o seu recurso, ele será novamente analisado pelo INSS. Se o INSS decidir por manter a negativa, então vai mandar ele para uma Junta de Recurso onde várias pessoas que entendem bastante do assunto vão analisar e cada uma delas vai dar um voto dizendo se você tem ou não direito ao benefício. Se a maioria achar que você tem, o seu benefício é concedido. Isso demora de um a seis meses, dependendo do lugar.

  26. Nara Atanazio Diz

    Bom Dia!
    No meu caso meu marido tem a propriedade rural,e nos estamos juntos a um ano e eu estou gravida de 5 meses, e moramos na cidades porque não ah casa no sítio ainda,e não tem comprovação no cartório que estamos casados nesse caso o que eu faço!

    1. benjamin Diz

      Nara, bom dia!

      Para ter direito ao benefício você vai precisar provar que trabalha na roça há no mínimo 10 meses antes do seu parto. Se a terra está em nome do seu companheiro e você não tem como comprovar através de no mínimo três documentos que convive com ele neste período, vai precisar de documentos em seu próprio nome. Neste caso eu lhe sugiro que você providencie a Declaração do Sindicato dos Trabalhadores Rurais do seu município. Só a Declaração não comprova a atividade, mas ela vier acompanhada de algum dos documentos citados no art. 54 da Instrução Normativa N° 77 de 2015, ela tem valor para comprovar a sua atividade na roça. Desta forma, junto com a Declaração você poderia apresentar um dos seguintes documentos:

      Art. 54. Considera-se início de prova material, para fins de comprovação da atividade rural, entre outros, os seguintes documentos, desde que neles conste a profissão ou qualquer outro dado que evidencie o exercício da atividade rurícola e seja contemporâneo ao fato nele declarado, observado o disposto no art. 111:

      I – certidão de casamento civil ou religioso;

      II – certidão de união estável;

      III – certidão de nascimento ou de batismo dos filhos;

      IV – certidão de tutela ou de curatela;

      V – procuração;

      VI – título de eleitor ou ficha de cadastro eleitoral;

      VII – certificado de alistamento ou de quitação com o serviço militar;

      VIII – comprovante de matrícula ou ficha de inscrição em escola, ata ou boletim escolar do trabalhador ou dos filhos;

      IX – ficha de associado em cooperativa;

      X – comprovante de participação como beneficiário, em programas governamentais para a área rural nos estados, no Distrito Federal ou nos Municípios;

      XI – comprovante de recebimento de assistência ou de acompanhamento de empresa de assistência técnica e extensão rural;

      XII – escritura pública de imóvel;

      XIII – recibo de pagamento de contribuição federativa ou confederativa;

      XIV – registro em processos administrativos ou judiciais, inclusive inquéritos, como testemunha, autor ou réu;

      XV – ficha ou registro em livros de casas de saúde, hospitais, postos de saúde ou do programa dos agentes comunitários de saúde;

      XVI – carteira de vacinação;

      XVII – título de propriedade de imóvel rural;

      XVIII – recibo de compra de implementos ou de insumos agrícolas;

      XIX – comprovante de empréstimo bancário para fins de atividade rural;

      XX – ficha de inscrição ou registro sindical ou associativo junto ao sindicato de trabalhadores rurais, colônia ou associação de pescadores, produtores ou outras entidades congêneres;

      XXI – contribuição social ao sindicato de trabalhadores rurais, à colônia ou à associação de pescadores, produtores rurais ou a outras entidades congêneres;

      XXII – publicação na imprensa ou em informativos de circulação pública;

      XXIII – registro em livros de entidades religiosas, quando da participação em batismo, crisma, casamento ou em outros sacramentos;

      XXIV – registro em documentos de associações de produtores rurais, comunitárias, recreativas, desportivas ou religiosas;

      Se você tiver algum desses documentos em seu nome e se o documento for anterior a 10 meses antes do seu parto, você poderá ter direito ao benefício.

  27. Ingrid Mendes Diz

    Moro na Colônia do meu sogro e no nome dele eu tenho como fazer?

    1. benjamin Diz

      Ingrid,

      Você poderá requerer o salário maternidade na condição de Segurada Especial (trabalhadora rural) se comprovar que trabalhou na roça há no mínimo 10 meses antes do parto. A colônia pode estar em nome do seu sogro mas você vai precisar de pelo menos um documento em seu nome para comprovar que você mora e trabalha lá. Nestes casos, o caminho mais fácil é procurar o Sindicato dos Trabalhadores Rurais da Cidade onde está localizada a colônia. Lá eles vão explicar melhor.

  28. Josy Paula da silva Diz

    Oi bom dia,eu sou agricultora,trabalho a muito tempo na roça,cheguei até alugar umas terras só k dai se venceu,mas continuo prantando com meu tio e também tenho notas e esse papel que prova k sou agricultora e tenho umas terras mas falta os itr,mas se trabalho com meu tio será que eu tenho direito?

    1. benjamin Diz

      Josy,

      Se você trabalhou na roça no mínimo dez meses imediatamente anteriores ao parto poderá ter direito, mas precisa comprovar. No seu caso, sugiro que apresente no INSS A declaração do Sindicato junto com outros documentos em seu nome. Para maiores informações sobre comprovação de atividade rural acesse esse link:
      https://previdenciasimples.com/como-comprovar-atividade-rural-no-inss/

  29. Cristiano Diz

    Olá,gostaria de saber se atrasos de pagamento dos ITRs interferem para recebimento do auxilio maternidade rural.
    Já estão todos em dias sera que tem algum impecilio.

    1. benjamin Diz

      Poderá sim.

  30. marcio Diz

    ola boa noite! gostaria de saber pra tirar o salario maternidade, tem q ser socio de algum sidicato ou nao? ou posso dar entrada no inss asim mesmo,tenho todos documentos necessario rural.

    1. benjamin Diz

      Márcio, Boa tarde.

      Se você tem todos os documentos, não precisa ser sindicalizado. Basta agendar no INSS e dar entrada.

  31. diana araujo da silva Diz

    Eu sou diana trabalho na zona rural . Moro em sitio nao tem nehun documento em meu nome e nem pago sindicato so meu marido paga.

    1. benjamin Diz

      Poderá dar entrada com os documentos do marido.

  32. luciene Diz

    meus documentos estão.como estudante e a terra é do tio.do avo da minha filha, tem.como nao tirar?

    1. benjamin Diz

      Luciene, você trabalha nesta terra realmente?

      Sugiro que você procure o Sindicato Rural. Mas acho muito difícil conseguir o benefício.

  33. Raquel fleger Diz

    Moro na zona rural com contrato de parceria em meu nome e de meu esposos mas nao somos casados no papel posso receber o beneficio

  34. Raquel fleger Diz

    Vi nos comentário a cima, que se tiver os documentos posso dar entrada direto no INSS no meu caso eu posso ou tenho que ser sosio do sindicato?

    1. benjamin Diz

      Raquel,

      Se você tem o contrato de parceria, acredito que não vá precisar de Declaração do Sindicato. Então dê entrada apenas com o contrato.

  35. José Antonio Diz

    Bom dia
    por favor, quais os procedimentos que uma filha de assentado em área rural possa tomar para conseguir o beneficio salario maternidade ?

    1. benjamin Diz

      José Antonio,

      A filha é casada ou solteira?

      O proprietário tem documento do INCRA atestando a condição de Assentado?

  36. Vera Braga Diz

    Quem paga a associação e não o sindicato tem direito

    1. benjamin Diz

      Vera,

      Depende da situação da Pessoa, se é dona da terra, se tem documentos em seu nome (ITRs). Se não tiver, vai precisar da Declaração do Sindicato. Para maiores informações dê uma lida neste post:
      https://previdenciasimples.com/como-comprovar-atividade-rural-no-inss/

  37. Tiago Diz

    Boa Tarde.
    Sou funcionário público e junto com minha esposa temos contrato de parceria agrícola com meus pais, temos comprovantes que exercemos atividades rurais (bloco de notas, contratos), porém minha esposa fez declaração de imposto de renda não obrigatória por dois anos como vendedora autônoma de produtos femininos e mesmo assim continuou exercendo atividade rural (comprovada pelas notas do bloco de produtor). Será que o fato de ela ter declarado uma outra renda ou de o nome dela constar na minha declaração (considerando que sou funcionário público) pode ser empecilho para o recebimento do salário maternidade rural?

    1. benjamin Diz

      Tiago,

      Quem possui outra fonte de renda que não seja proveniente do trabalho rural não pode ser caracterizado como Segurado Especial e logo não tem direito aos benefícios previdenciários SEM EFETIVA CONTRIBUIÇÃO.

  38. bianca Diz

    boa noite cheguei de são paulo e fui mora na zona rural a 3 anos tive um filho ano passo mais não tenho comprovante em meu nome somente um de 2013 a propriedade pertence aos avos do meu marido, mais ajudamos nos trabalhos na atividade rural tenho direito a receber.

    1. benjamin Diz

      Bianca,

      Se você estava em São Paulo 10 meses antes do parto, aparentemente não tem direito. Para uma melhor análise, sugiro que procure o Sindicato dos Trabalhadores Rurais de sua cidade.

  39. Aragão Diz

    Quem tem o nome sujo no SPC pode tirar o salário maternidade?

    1. benjamin Diz

      Aragão,

      Poderá sim. Quanto a isso não tem problema nenhum, o INSS não faz consultas ao SPC/SERASA.

  40. Adrielly Diz

    Olá, o contrato de arrendamento está apenas no nome do meu marido, porque dói feito antes de casarmos,ele é válido ou deve ser feito outro com meu nome? O que devemos fazer ?

    1. benjamin Diz

      Adrielle,

      Vocês podem usar o contrato em nome do seu marido.

      1. Adrielly Diz

        Como a terra é em nome do meu sogro é normal pedirem para ele ir dar depoimento? Porque eles pediram para meu sogro é um confrontante irem no dia agendado, na verdade, umas das atendentes falou que ele deveria ir e a outra já disse que precisaria somente das cópias dos documentos dele, agora não sei o que devemos fazer. Muito obrigada pela atenção.

        1. benjamin Diz

          Adrielly,

          Por via das dúvidas, é melhor levar o seu sogro e o confrontante solicitado. Muitas vezes o INSS solicita isso.

  41. Jesssica Oliveira Diz

    O meu contrato de terra equivalente há 3 anos venceu dia 01 de Janeiro de 2016, sendo que para ser considerada apta para receber o salario maternidade como agricultora tenho que levar um contrato que comprove essa profissão de 10 meses anterior ao nascimento da criança, já quero dá entrada agora no oitavo mês de gestação, a data prevista para o parto é 12/11/2016. Então o que eu tenho ainda posso dá entrada. Né?

    1. benjamin Diz

      Jessica,

      Se o contrato venceu em Janeiro de 2016, você está em período de graça até Janeiro de 2017, mantendo os seus direitos perante o Inss. Então poderá dar entrada no benefício até Janeiro/17.

  42. eliane freire Diz

    Oi tenho um filho com 2 anos,e tirei o salario maternidade dele,meus papeis de agricultora tao todos recentes,nasci e cresci na roça,ate 2014,agora estou gravida de 5 meses,mas mudei de endereço,moro em outro municipio e na cidade,tenho direito de receber o salário maternidade rural?tenho q pegar a declaração na cidade onde trabalhava na roça?a outra declaração peguei no sintraf,nao tem problemas,agora ser do sindicato rural?

    1. benjamin Diz

      Eliane,

      Se desde 2014 você não trabalha mais na roça, em minha opinião você não tem mais direito ao salário maternidade, pois precisa comprovar atividade rural nos dez meses anteriores ao parto.

  43. eliane freire Diz

    So lembrando meus papeis comprovam atividades rurais dos 15 anos até 25 anos,agora tenho 27.

  44. Josieth Alves de oliveira Diz

    Oi meu nome e josieth eu dei entrada no salario martenidade ja viz a entrevista e não passei foi endeferido.como posso recorrer e provar que estou na atividades rural.

    1. benjamin Diz

      Josieth,

      Para recorrer é necessário fazer um agendamento no site do INSS ou no tel 135 e preencher um formulário de recurso que vc encontra no site também. Qualquer dúvida procure o sindicato.

  45. Alex Diz

    A pessoa deu entrada no benefício, entretanto, foi indeferido sob alegação de que os documentos não foram autenticados. Neste caso, o que devo fazer?

    1. benjamin Diz

      Alex,

      Você poderá entrar com recurso e apresentar os documentos originais, se realmente não os tiver apresentados no requerimento. Ou pode também dar entrada novamente. Essa informação procede, de que os documentados não foram autenticados?

  46. dennizia muniz Diz

    oi bom dia,eu pago sindicato rural a 11 anos ja tirei um salario maternidade a sempre trabalhei na roça com meu sogro e meu cunhado mais meu marido sempre que arruma um emprego de carteira assinada ele vai trabalhar isso impede que eu receba meu salario maternidade?

    1. benjamin Diz

      Denizia,

      Apenas isso não impede o recebimento do Salário Maternidade, desde que você comprove atividade rural com documentos em seu próprio nome.

  47. Amanda Diz

    Olá tenho 17 anos e trabalho no sítio da avó do meu marido mas não tenho documentos em meu nome no caso não tenho como comprovar como faço? E quanto tempo leva para tirar o salário?

    1. benjamin Diz

      Amanda,

      Infelizmente se não tem documentos em seu nome fica muito difícil. O INSS não acata pedidos sem documentos pra comprovar a atividade rural.

  48. allyne Diz

    Eu tiver minha filha com 16 anos mais não consigo tirar o salário maternidade pq com 10 mês antes eu tinha 15anos e 2 mes

    1. benjamin Diz

      Alyne

      Talvez você consiga através da Justiça. No INSS não vai conseguir. Se tiver interesse procure um advogado.

  49. Jirlânia Diz

    Oi dei entrada no salario maternidade rural,mais no comodato q levei contava menos de 10 meses q exercia na roça como agricultora,mim criei na roça, mais ao fazer o comodato foi feito com menos de 10 meses e vivo em uma união estável meu esposo trabalhou alguns meses antes deu ganhar bebê, meu pedido veio negado,gostaria de saber se o tempo q exército foi o motivo de ter vindo negado ou se a qüestão do meu parceiro ter trabalho co registro na carteira foi a causa,gostaria também de saber se posso dar entrada novamente e se posso fazer um novo comodato com mais tempo q exerço a profissão de agricultora com o mesmo documento da terra ou se tenho q fazer com outros documentos,mim ajude por favor!!!

    1. benjamin Diz

      Jirlandia,

      Para saber exatamente porque o seu benefício foi negado, só olhando o processo mesmo, e neste caso só um advogado. Mas o fato de seu marido ter trabalhado de carteira assinada pode ter contribuído sim.

      Você pode dar entrada quantas vezes quiser mas provavelmente o resultado será negativo.

      Não adianta fazer um contrato de comodato novo porque o que vale não é o período que está no contrato e sim a data de reconhecimento das assinaturas no cartório.

      Você tem apenas duas alternativas: entrar com recurso no próprio INSS ( o sindicato pode te orientar como fazer) ou procurar um advogado e entrar na Justiça (neste caso Boa parte do dinheiro vai ser para pagar os honorários).

  50. Franciele Pauli Diz

    Ola
    Tenho dúvidas sobre dar entrada no salário maternidade, pela seguinte forma, moro com meus pais, tenho tudo pra comprovar minha atividade rural.
    Mais a dúvida é que eu to fazendo o meu pre natal em outro estado ppor ser uma gravidez de risco em médico particular. Ah algum problema?

    1. benjamin Diz

      Franciele,

      Como você vai comprovar atividade rural nos últimos dez meses antes do parto se você estava em outro estado? Vai ser difícil convencer o INSS que você trabalhou na roça. Sendo sincero, eu acho difícil, mas é um direito seu tentar.

  51. Renata Natália Diz

    O meu salário maternidade foi negado em 2013 devido eu só ter 9 meses de carência anterior ao nascimento sendo que o mínimo é 10 meses ..estou recorrendo agora em 2016 com tudo faz quase 3 anos que contribui até hoje .. agora tenho direito ?

    1. benjamin Diz

      Renata,

      A carência tem que ser comprovada sempre antes do nascimento da criança. De nada adianta o tempo trabalhado depois, não conta nada. Para você recorrer, só se tiver algum documento novo que comprove a carência ANTERIOR ao nascimento e que não foi apresentado naquele requerimento. Se não tiver, em minha opinião, nem adianta entrar com recurso.

  52. Daniele Diz

    Meu marido trabalha de carteira assinada na fazenda há dois anos,mas eu não tenho carteira assinada. Tenho direito pela dela ou tenho q comprovar de outro modo, pq não temos nem terra e nem contrato de arrendamento.

    1. benjamin Diz

      Daniele,

      Você tem que comprovar de outro modo. Primeiramente precisamos saber se você realmente trabalha na roça, se sim, de quem é e como se dá esse trabalho. O fato do seu marido ser empregado rural só vale para ele, não comprova atividade para você.

      1. Daniele Diz

        Mas quais são minhas opções, porque trabalhamos de peão, não temos outra renda e não possuímos nenhum bem em nossos nomes.Já fui no sindicato mas eles disseram q não tenho direito pelo mesmo motivo que você sitou,mas moramos na em fazenda sempre. Você acha possível eu conseguir?

        1. benjamin Diz

          Daniele,

          Você trabalha na roça? Tem algum documento em seu nome? Peça uma declaração do Sindicato e tente dar entrada, caso tenha convicção que é trabalhadora rural. As chances são poucas mas não custa tentar.

  53. JOSIVAN ALVES SANTANA Diz

    UMA DECLARAÇÃO DO ÓRGÃO OFICIAL DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA E EXTENSÃO RURAL, NO CASO A EMATER-RO, SERVE COMO COMPROVANTE DE ATIVIDADE RURAL.

    1. benjamin Diz

      Josivan,

      A declaração Vale para comprovar atividade rural a partir do dia de sua emissão, se estiver acompanhada de Declaração do Sindicato dos Trabalhadores Rurais. Sozinha ele não Vale pois não consta na Lei.

  54. suzana Diz

    Boa noite
    Se trabalho a 1 ano e meio em uma escola.minha filha tem 2 meses no momento. Mas trabalho e moro na roça.
    Tenho direito?

    1. benjamin Diz

      Suzana,

      Quem tem qualquer tipo de atividade que não seja rural não pode receber salário maternidade como rural, mesmo que trabalhe na roça. Quem tem que lhe pagar o salário maternidade é a escola na qual você trabalha.

  55. Brenda Diz

    Olha tá com 6 meses que eu fiz uma parceria com minha mãe será que eu consigo tira meu salário materno… Vou ter o bebê em dezembro

    1. benjamin Diz

      Brenda,

      Tem que comprovar atividade rural 10 meses antes do parto, ou seja : antes de ficar grávida. Se for solteira, poderá usar documentos em nome de sua mãe. Caso contrário terá que ter documentos em seu nome.

  56. leila neres Diz

    ola!trabalhava em 2014 de carteira assinada no estado de sao paulo engravidei sai do serviço,retornei pra minha cidade em minas recebie em 2015 o beneficio,,assim que meu filho nasceu fui mora e trabalhar na roça tenho contrato de arrendamento em meu nome ah mas de um ano e agora estou gravida novamento…posso da entrada com apenas ocontrato de arrendamento?? tenho direito??

    1. benjamin Diz

      Leila,

      Sim. No seu caso, apenas o contrato é suficiente, desde que tenha sido reconhecida Aa assinaturas no cartório.

  57. Leticia Diz

    Sempre trabalhei com meus pais na roca mas nao teho documentos em meu nome q comprove q sou trabalhadora rual tenho direito ao salario maternidade

    1. benjamin Diz

      Letícia,

      Se você for solteira e morar com os seus pais, pode utilizar os documentos em nome de um dos seus pais, sem problema. Agora se for casada ou conviver com companheiro, vai ter que ter documentos em nome próprio.

  58. Leticia Diz

    Posso usar as terras de minha mae sem comodato

    1. benjamin Diz

      Sim.

  59. marcleide de souza feitosa Diz

    sou trabalhadora rura nasci e me criei no sitio onde arrumei um contrato por a prefeitura d 1ano e 6 meses trabalhava d tarde na prefeitura e d manha na roça sai da prefeitura em 2014 e engravidei em 2015 minha bebe nasceu dia 6 d maio d 2017 fiz meu salario materno e veio indeferido tenho contrato d comodato pago associaçao tenho todos os documentos mas meu beneficio veio indeferido o q fazer,depois q sai da prefeitura entrei em uma associaçao no meu sitio tenho direito a o beneficio as terras sao todas d meu pai e tenho meu contrato tenho direito ao beneficio

    1. benjamin Diz

      Marcleide,

      Como segurada especial (da roça) você não tem direito, pois ao que parece, estava trabalhando em emprego urbano (prefeitura) antes do parto. Poderá ter direito como desempregada, mas depende da data em que saiu da Prefeitura e se houve recolhimento deles para o INSS.

  60. marcleide de souza feitosa Diz

    bejamim mas assim asi da prefeitura em 01-08-2014 e depois q sai da prefeitura em gravide mas recebi garantia safra em 2015 e em 2015 entrei em uma associaçao no meu sitio nunca sai dos trabalhos rurais ai veio negado.mas na carteira minha da associaçao no processo ta dizendo q tirei minha carteita de associaçao em outubro d 2016 mas n tirei em outubro d 2015 ,ai recorri a meu beneficio explicando esse caso tirei ate xerox dos tempos pagos q fez um ano no caso mesmo assim n tenho direito..o q vc acha recorri explicando ai bejamin se eu nao tiver direito por a zona rural sera q tenho por o tempo trabalhado d prefeitura;trabalhei d 02-05-2013 ate 01-08-2014 me explica ai algo por favor e se o recurso vier negado e eu procurar um advogado sera q ganho a questao. me diga o q fazer q tomo as providencias obg e uma boa tarde.

    1. benjamin Diz

      Marcleide,

      Aguarde o resultado do recurso. Se você tiver direito, eles vão conceder. Caso não dê certo, você poderá procurar um advogado e entrar na Justiça. Mas por enquanto aguarde o resultado.

      1. marcleide de souza feitosa Diz

        obg bejamim

  61. Amaral Diz

    Minha esposa e trabalhadora rural so que com a seca no Nordeste tivemos que vim por Rio de Janeiro e aqui ela ficou grávida ela fazendo pre natal aqui no Rio ela tem direito ao salário martenidade quando voltarmos pra nossa cidade na Paraíba?

    1. benjamin Diz

      Amaral,

      Provavelmente não vai ter direito.

  62. KEITIANE MORAES Diz

    Boa noite

    Minha cunhada está grávida e vive com os pais que estão aposentados como agricultor no interior do amazonas mais ela não tem nenhuma documentação de contribuição para o INSS só tem os documentos dos pais ela tem direito ao salário maternidade?

    1. benjamin Diz

      Keitiane,

      Se ela for solteira e não tiver companheiro, ou seja, se não tiver constituído outro grupo familiar, ainda faz parte do grupo familiar dos pais e poderá usar documentos em nome destes para comprovar atividade rural.

  63. Giovanna Medeiros Diz

    Olá, tive meu primeiro filho dia 20 de junho de 2016, moro na roça desde 2014. Mas moro com os pais do pai do meu filho, eles são trabalhadores rurais, e desde que fui morar com eles exerço essa profissão. Hj meu filho está com quase cinco meses. Gostaria de saber se tenho direito ao sálario maternidade rural. Obrigada!

    1. benjamin Diz

      Giovanna,

      Direito você tem, mas precisa comprovar, através de documentos, essa situação. Portanto, sugiro quevocê procure o Sindicato dos Trabalhadores Rurais da sua cidade e peça mais orientações para dar entrada.

  64. Sidney Diz

    Meu pai a 20 anos atras pegou esse salario de todos os filhos..ele e nao minha mãe..tive um filho agora porem a mae nao tem os 10 meses de registro..eu tenho eu posso pegar esse salario com minha carteira?

    1. benjamin Diz

      Sidney,

      Você não poderá contribuir com a sua carteira. A contribuição do INSS é individual.

      1. Cida Diz

        Tenho uma amiga q acabou de ganhar bebê ,so q ainda n tem 16 anos completos ,o esposo dela tem 20 anos e nasceram moram e trabalham na roça,essa nao tem direito entao?

        1. benjamin Diz

          Cida,

          Para ter direito só se tiver comprovar dez meses de atividade rural antes do parto e após completar 16 anos. No caso dela é impossível.

  65. Nilda Diz

    Casei no civil 02 meses apos saber da gestação e meu marido é concursado em uma prefeitura, no entanto, recebe pouco mais que um salário mínimo. Posso requerer o salário maternidade?

    1. benjamin Diz

      Nilda,

      Requerer você pode. Agora se vai ser aprovado ou não depende de uma série de fatores.

  66. Marilza Diz

    Olá,sou Marilza.
    Moro com meus pais na roça à dois anos,onde ajudo meu pai com atividades rurais,porem ,a fazenda não está no nome do meu pai,mas tem contrato de arrendamento de pastos onde criamos gado.C contudo não tenho nenhum documento no meu nome,so no nome do meu pai
    Sou separada mas não divorciada,nao sou mãe solteira porq o pai assumiu a criança.
    Teria direito?
    Agradeço

    1. benjamin Diz

      Marilza,

      Teria que ter documentos em seu nome, pois vc não é mais solteira. Sem isso fica difícil.

  67. Maria Janaína Diz

    Oie boa noite. Sou agricultora nascida trabalhando na roça. Meus país são os proprietários da terra q trabalho, só q casei e ano passado fui morar fora da minha cidade e lá consegui um emprego de carteira assinada, no qual só consegui trabalhar 6 meses aí comecei a enjoar mto aí comecei a pô atestados. Aí depois tivi minha filha e tirei o salário maternidade pela empresa, minha dúvida é será q eu tenho direito de tirar o salário maternidade pelo INSS sendo agricultora, pq tenho a carteira do sindicato e eu já contribuo pra o sindicato. Queria saber disso, se eu posso tirar o salário maternidade como agricultora

    1. benjamin Diz

      Maria Janaína,

      Não pode. O salário maternidade só é pago uma vez.Além disso, a pessoa que trabalha na roça não pode ter nenhuma outra atividade de emprego, pois se tiver, já não é mais considerada segurado especial. Por esses dois motivos você não tem direito a receber salário maternidade como trabalhadora rural, mesmo que trabalhe na roça.

  68. Virginia Diz

    Olá bom dia! E eu não pago o sindicato como faço pra tira o salario.maternidade se eu começar a paga de agora tenho chance de tira??

    1. benjamin Diz

      Virginia,

      Para receber o salário maternidade você tem que comprovar atividade rural nos 10 meses anteriores ao parto. Não é obrigado pagar o Sindicato para isso. A depender de sua situação, se tiver ITRs em seu nome por exemplo, nem precisa da Declaração do Sindicato. Dê uma lida com mais atenção nas postagens do blog que você vai entender.

      1. Virginia Diz

        Vou da uma lida sim obrigada ☺☺

  69. Edna Vieira Diz

    Olá fiz o pedido do salário maternidade rural a oito anos atrás e só agora meu filho recebeu o alvará para retirar o dinheiro no banco do fórum de 2.746,00 reais
    Fui até lá e eles disseram que com o desconto de trintá porcento do advogado vou recebe 1.922,00 reais.
    Agora pergunto não são quatro salários mínimos? Neste valor está dando quase tres salário e resto.
    Porque fiz a conta no total daria 3.560,00, bruto com o desconto cai um pouco mais.
    A advogada deu atender que os 2.746,00 seria só meu e que o dela já estava descontado, mas infelizmente não estou conseguindo falar com ela.
    Na verdade não entendi nada, demorou tanto tempor, hoje meu filho a já está com dez anos e vai receber bem menos que muitas outras mães que fizeram na mesma época e muito tempo já receberam
    Por favor está certo a conta ou tem algo errado na soma. O dinheiro está para cair na minha conta daqui três dia e tô receiosa com o valor já que lei diz quatro salário mínimos.

    1. benjamin Diz

      Edna,

      Acredito que o valor esteja correto. São quatro salários mínimos mais um proporcional de décimo terceiro salário. Lembre-se que o cálculo é feito de acordo o salário mínimo da época em que o seu filho nasceu. Mesmo com a correção monetária, o valor não chega nem perto do salário mínimo atual.E o desconto do advogado também está correto.

  70. Regiane Diz

    Oi gostaaria de saber se posso fazer o axilio martenidade recebendo um axilio e uma cerugia. Mas quando fiz o entrevista pra minha cerurgia pra ganha o beneficio n levei a carterinha rural… eu podia me aposente?

    1. benjamin Diz

      Regiane,

      Não entendi sua pergunta. Poderia formular novamente, com mais clareza?

  71. Edna Vieira Diz

    Obrigada!
    Mas eu achei que eles faziam correções de acordo com o salário atual.
    Então se demorar mais cinco anos correria o risco com desvalorização do dinheiro.
    Isto é uma vergonha demora praticamente quase 10 anos para vir e ainda o valor é da época que foi feita o pedido.
    Mas muito obrigada pela atenção e é a primeira vez que eu peço uma auta ajuda e alguém responde
    Isto sim é ter respeito com as pessoas parabens e que Deus ti abençoe.

  72. Wana Diz

    Oi gostaria de saber com quantos dias sabemos que foi aprovado e com quantos dias o dinheiro é liberado.

    1. benjamin Diz

      Wana,

      Para os dois casos 30 dias.

  73. Renata Diz

    Olá Boa Tarde
    Meus pais são funcionários de uma propriedade rural e trabalham com carteira assinada, eu tenho 18 anos e moro com eles na fazenda, estou gravida e gostaria de saber se tenho direito a esse salário maternidade. obg

    1. benjamin Diz

      Renata,

      Não tem. O fato de seus pais serem empregados rurais só garante benefícios para eles.

  74. micheli himpel Diz

    Oi boa noite,tenho uma amiga que está desorienta,venho através dela pedir uma opinião.Ela ficou viúva à cinco anos atrás,ela ficou pensionista,mas agora ela engravidou e não convive com o pai de seu filho,ela tem receio de dar entrada ao salário maternidade rural e perder a pensão.ela tem direito ao salário maternidade rural sem perder a pensão?

    1. benjamin Diz

      Micheli

      Ela poderá dar entrada no salário maternidade sem problema. A Lei permite que receba os dois.

  75. tamires Diz

    Ola , moro com minnha mãe numa propriedade de um parente nosso a muito tempo ela sempre recebeu seguro safra , semente esses. beneficios do governo mais tudo mudou no dia 14/04/2015 ela teve eu tunha acabado de completa 16 anos ela ficou muito tempo se recuperando mais ficou com sequelas nao voltou a ser como antes ficou esquecendo as coisas enfim deixou de se cadastra no seguro safra e etc.. em julho de 2016agora descobri que estou gravida o pai da crisça vai registra somente. ja coloquei o sindicatoe meu e da minha mae em dias e continuo aqui trabalhando na roça queria saber se tenho direito ao seguro? muito obg des de ja

    1. benjamin Diz

      Tamires,

      É possível sim que tenha direito ao benefício, mas a decisão cabe ao INSS pois você tem que passar na entrevista também.

  76. tamires Diz

    Minha mae teve um avc

  77. tamires Diz

    Quais. perguntas. Eles me farão na entrevista ?

    1. benjamin Diz

      Tamires,

      O que você faz na roça, se já se afastou, onde fica a terra, de quem é a terra, quem ajuda no trabalho, o que planta, o que cria, o que faz com a produção, se tem outra fonte de renda e qualquer outra dúvida que surgir na hora o servidor poderá perguntar.

  78. tamires Diz

    No caso a terra nao e nosaa prescisa pega a declaracao do incar nova com o dono das teras?

    1. benjamin Diz

      Sim. Para maiores informações consulte o Sindicato de sua cidade.

  79. vanda Diz

    Quando minha intrevista e aceita e incaminhada pelo sindicato de minha cidade. e sinal que a parte da documentaçao esta tudo okey?

    1. benjamin Diz

      Vanda,

      Consulte o seu sindicato.

  80. fernanda Diz

    Oi, estou com 7 meses e acho que tenho direito pois trabalho. com minha mae na roça quais dicumentos devo começar a providencia ? Pra mim poder da rntrada imediata apos o nascimento do bebê

    1. benjamin Diz

      Fernanda,

      Depende da sua categoria de segurada especial. Está tudo aí no texto, dê uma lida. Qualquer dúvida procure o sindicato rural da sua cidade.

  81. Regiane Diz

    Fui da entrada no salario martenidade ,, mas tava faltando documento q prove q eu mora lah,, poder ser recibo de compra de facao e bota , que fiz pra lah

    1. benjamin Diz

      Regiane,

      Leve tudo que tiver que possa comprovar o seu endereço na roça.

  82. Anny Diz

    A um ano atraz fiz uma cerurgia do coracao , ai fui no inss da entra do auxilio doenca,, mas n levei minhas carterinha,, mas fiquei sabendo q podia me aposentar pq sou acricultora isso e verdade ?

    1. benjamin Diz

      Anny

      Procure o Sindicato dos Trabalhadores Rurais para maiores informações.

  83. Mateus Henrique Diz

    Tenho contrato de terra a mais de 9 anos mais esse não foi registrado em cartório com isso minha esposa tem direito ao auxílio maternidade

    1. benjamin Diz

      Mateus,

      Contratos sem reconhecimento em cartório não tem valor para provar nada.

  84. regiiana Diz

    Bom dia gostaria de sabe se posso leva documento de compra de facao e bota com meu nome pra comprova que eu moro na minha localidade rural ?

    1. benjamin Diz

      Regiane
      Pode sim.

  85. Regiane Diz

    Obgd

  86. Raiane Diz

    Olá! Moro na zona rural há 5 anos, desde então sou trabalhadora rural. Porém meu esposo trabalhou na cidade com carteira assinada até 2 meses antes de eu ter nosso filho,mas ele também trabalhava na zona rural. Dei entrada para receber, mas foi indeferido, agora vai para o juíz. Tenho chance de receber, esse direito que é meu?

    1. benjamin Diz

      Raiane

      Sim, tem boas chances.

      1. Raiane Marinho Assis Ribeiro Diz

        Obrigada, Benjamin.

  87. Gleicy Diz

    no meu caso os documentos estao no nome do padrasto do meu marido …. Trabalhamos 6 anos com atividade rural … Mas o sítio nao era propriedade nossa … Apenas trabalhavamoS lá o único que tem documentos é o padrasto do meu marido pois nos trabalhavamos por conta própria cuidando da horta … Tenho como conseguir o benefício?

    1. benjamin Diz

      Gleicy

      Se não tiver documentos nem em seu nome e nem no do esposo, fica um pouco difícil.

  88. Yanka Diz

    Olá,moro na zona rural desde de setembro do ano passado, meu comprovante é um assentado de acomodato no nome do meu esposo, ele trabalha mas dorme na colonha e ficamos ao final de semana tmb temos roçado na colonha será que pelo fato de ele trabalhar eu não irei receber o salário maternidade? o assentado de acomodato presciza ser no meu nome?

    1. benjamin Diz

      Yanka

      Procure o Sindicato dos Trabalhadores Rurais da sua cidade para se informar melhor.

  89. Edileusa de melo Diz

    Dei entrada no meu salàrio maternidade mas o homem la disse que tinha tudo pra dar negado por que meu pai é funcionario publico e eu tenho alguma coisa haver quem vai receber num é eu não ele é verdade?

    1. benjamin Diz

      Edileusa,

      Cada caso é diferente. Mas caso seja negado, você poderá entrar com Recurso.

  90. Ariane Diz

    gostaria de saber, eu tenho o ITR e os documentos como INCRA e etc, mais eu não tenho carteira do sindicato, caso eu engravide antes de ter a carteira do sindicato, não dando mais tempo de fazer a carteira porque é com 1 meses antes da gestação que apos o parto se torna 10 meses. mais pelo ITR e INCRA que ta no meu nome e do meu esposo (somos casados civilmente) posso receber o auxilio maternidade?

    1. benjamin Diz

      Ariane

      Pode sim. São documentos hábeis para comprovar por si só o exercício de atividade rural.

      1. Ariane Diz

        obrigado, pois o sindicato da minha cidade disse que auxilio doença não precisava da carteira mais para receber o auxilio maternidade tinha que fazer a carteira que custa 87,00 mais 10 todo mês.achei que tinha algo de errado nisso, acho que ele queria comer meu dinheiro. Mais para dar a entrada só pressiza ir ao INSS não necessita do sindicato? obrigado por esclarecer minha duvida

        1. benjamin Diz

          Ariane,

          A depender dos documentos que você tem em seu nome para comprovar atividade rural, não precisa de Declaração do Sindicato. Se tiver o ITR ou algum documento emitido pelo INCRA por exemplo pode dar entrada direto.

  91. Raiane Marinho Assis Ribeiro Diz

    Olá…tudo bem?
    Meu nome é Raiane, eu moro e trabalho na zona rural há 5 anos, dei entrada para receber o benefício é foi indeferido, recorrí e novamente (hoje)foi negado. Segundo a juíza o benefício me foi negado por que meu esposo trabalhou por um período de 1 ano e 4 meses com carteira assinada(já morando na chácara). Ele saiu 2 meses antes de eu ganhar nosso filho que hoje tem 3 anos. Tenho toda a documentação que comprova que desde 2012 nossa renda provém do serviço rural, mesmo queeu esposo tenha trabalhado na cidade por um período. Gostaria de saber se ainda posso recorrer dessa sentença? E se tenho chance de ganhar?

    1. benjamin Diz

      Raiane

      O seu advogado é a pessoa mais qualificada para lhe orientar, pois conhece bem o seu caso.Em minha opinião você não tem mais chances.

      1. Raiane Marinho Assis Ribeiro Diz

        Ok!! Obrigada

  92. Raiane Marinho Assis Ribeiro Diz

    Ah, seu artigo é excelente. Parabéns e desde já grata, por responder. Abraços

  93. thays Diz

    oi eu tive minha filha ela ja tem 4 anos eu tenho direito ainda? e moro num assentamento antes dela nascer mas e do meu irtmao de criacao ele foi em bora a 5 anos pra sao paulo pra trabalhar desde entao eu fiquei la.mesmo assim tenho direito ou nao? se eu tiver como faco pra receber?

    1. benjamin Diz

      Thays

      Você tem até cinco anos para requerer o salário maternidade. Para isso precisa de documentos em seu nome que comprove atividade rural. Aí no texto tem escrito quais são os documentos. Se tiver alguma dúvida, procure o Sindicato dos Trabalhadores Rurais de sua cidade.

  94. Maria José Ambrosio Diz

    Olá trabalho como auxiliar de classe, porém não tenho carteira fichada. Meu esposo trabalha no campo, cortador de cana e meus avôs tem umas terras, só que minha vó já faleceu e nós ficamos cuidando do sitio,mas está no nome do meu avo, com os documentos dessa terra eu posso da entrada no salário maternidade? desde já agradeço

    1. benjamin Diz

      Maria,

      Se você trabalha como auxiliar se classe, mesmo que informalmente, não pode receber salário maternidade como rural. Caso o Inss descubra, você podera responder processo e devolver o valor recebido.

  95. Elenise Diz

    Boa noite meu nome
    Elenise gostaria de saber desde quando eu nasceu moro na zona rual casei em 2005 foi mora rem outro municio meu endereço são todos rual mais em 2013 trabalhei de carteira assinada um ano e dois mês em 2016 engravidei foi ater o sidicato dei entrada no salário mais veio negado gostaria de saber como deve fazer essa prova tem q ser de dez meses ou poder ser mais velha

    1. benjamin Diz

      Elenise

      A prova pode ser anterior, mas tem que ter sido emitida depois do seu registro urbano na carteira. Se tiver esse documento entre com recurso.

  96. lynna gomes Diz

    Trabalhei de carteira assinada de 01.03.2013 a 09.06.2014. Gostaria de saber se ainda to amparada . Meu filho nasceu dia 03.10.2016

    1. benjamin Diz

      Lyna

      Você Perdeu a qualidade de segurada. Não tem direito.

  97. Paula Diz

    Oi gostaria de saber se Pode dar entrada em salario maternidade duas vezes? Ou a segunda vez ja tem quer entrar com processo?

    1. benjamin Diz

      Paula,

      Pode dar entrada novamente.

      1. Paula Diz

        Muito obg por tirar essa dúvida! Mas tenho outra rs, é que como dei entrada em uma agencia e veio negado, queria saber se posso dar entrada novamente em outra agência com os documentos q favorece a roça do meu município?

        1. benjamin Diz

          Paula,

          Pode sim. A pessoa tem direito a ser atendida onde achar melhor.

          1. Paula Diz

            Mto obg por esclarecer minhas duvidas, me ajudou bastante .. abraços

  98. laiane Diz

    eu no caso so tenho 3 meses trabalhado de carteira fixada antes d parto..eu n tenho direito não?

    1. benjamin Diz

      Laiane

      Sugiro que você procure uma agência do INSS e peça orientação ou no telefone 135. Aqui não posso esclarecer dúvidas tão específicas. Só mesmo conhecendo o caso e olhando a documentação, o que não é permitido neste blog.

      1. laiane Diz

        ok..muito obrigado por mim responder..valeu msm..

  99. francisca antonia Diz

    gostaria de tirar a seguinte duvida tenho um filho de 2 anos e seis meses, e um bebê de 4 meses poorém nunca dei entrada no salario maternidade.tenho como requerir os dois?ou somente um de cada vez?no caso é o salario maternidade rural

    1. benjamin Diz

      Francisca

      Um de cada vez. Primeiro o mais velho, depois o outro.

  100. Oi eu dei entrada no salário maternidade no mês de abril sendo que ficou marcado pra dia 23/05/2016 aí no dia 08 de maio eu fiz uma cirurgia de apendicite. Quando chegou no dia marcado o inss reagenadou pra o dia 29/08/2016 aí eu fiz o pedido do auxílio doença que foi marcado pra o dia 13/10/2016 .
    No dia 29 de agosto eu fui de novo no inss e me reagendaram novamente pra o mês de dezembro.
    Quando chegou no dia 13 de outubro eu fiz a perícia médica e fui aprovada por dois meses agora que eu consegui fazer a entrevista do salário maternidade foi negado por que eu recebi o auxílio doença o que eu posso fazer.

    1. benjamin Diz

      Maria

      Para o mesmo período só poderá receber um benefício. É o que está na Lei, infelizmente nada poderá ser feito.

  101. fatima Diz

    Eu trabalho com meus pais
    Sou solteira e tive um filho no dia 20.09.2016
    Como trabalho com eles em regime de economia familiar os documentos deles que comprovam atividade rural servem pra que eu possa requerer o salário maternidade

    1. benjamin Diz

      Sim.

      1. fatima Diz

        Usando o contrato de comodato e da deles é necessário os itrs do proprietário da terra que trabalhamos

        1. benjamin Diz

          Não.

  102. Fernanda Alencar Diz

    Desde sempre trabalhei na roça, mas em dezembro de 2015 fiz registro em carteira como camareira e parei de trabalhar em fevereiro sem terminar o período de experiência de 90 dias , retornei a atividade agrícola e em setembro de 2016 minha filha nasceu
    eu posso fazer o salário maternidade ou esse registro pode atrapalhar????

    1. benjamin Diz

      Não atrapalha pq é inferior a 120 dias.

  103. Daniela Messias Diz

    Boa tarde Benjamin.
    Estou com uma dúvida. Minha mãe está fazendo 55 anos agora final de janeiro, ela sempre trabalhou na roça com seu pai, não tem terra em nome dela. Mas tem um problema que ela casou, mas é separada há 18 anos mas ela deu entrada no processo de divorcio litigioso e o mesmo ainda não saiu, tem tempo que ela deu entrada. A pergunta é: ela pode provar para INSS por meio desse processo que não estava mais junta dele há 18 anos e que nesse período até hoje trabalha na roça? Ela tem a carteira do Sindicato Rural e contribui e também tem testemunhas. Ela tem alguma chance?

    1. benjamin Diz

      Daniela

      Logicamente que ela tem chances. Mas precisa provar que trabalhou na roça nos últimos 15 anos. O fato da separação não vai atrapalhar.

  104. Angélica Diz

    com um documento que tem a profissão de lavradorà como na certidão de nascimento do meu filho serve ou quando minha mãe me registrou ela pois lavradora na certidão minha será que serve

    1. benjamin Diz

      Serve sim. Mas a concessão do benefício dependente também da entrevista rural. Então só dando entrada e esperando o resultado para saber se vai dar certo.

  105. Angélica Diz

    e se eu tivesse um papel como eu participei da associação será que o inss aceitaria esse comprovante pra mim receber o salário maternidade, e porque eu moro na roça aí no inss pediu um documento que comprova atividade rural aí como faço pra conseguir pois no sindicato e complicado pra arrumar esse papel tem outra forma de eu conseguir

    1. benjamin Diz

      Angelica

      Qual Quer documento a ser apresentado tem que ter sido emitido no mínimo 10 meses anteriores ao parto. Se voce tiver como provar que esse papel da associação foi emitido neste período, ele poderá servir.

  106. Leny britto Diz

    Eu morro na bahia quando vim passar aqui em sp descobre que estou gravida .. mais vou voltar pra la mais comecei o meu pre natal aqui sera que isso pode efetar quando eu de entrada no salario maternidade la na Bahia

    1. benjamin Diz

      Leny

      Pode afetar sim. Mas dê entrada e aguarde o resultado. Explique o que aconteceu na entrevista.

  107. Elisangela Diz

    Olá eu tentei mas não consegui tenho uma filha de 2anos morei na fazenda do meu avô durante a gravidez trabalhei ajudando na plantação como posso fazer pra conseguir ter direito ao benefício?

    1. benjamin Diz

      Elisangela

      Se o INSS negou só lhe resta procurar um advogado e tentar pela justiça.

  108. Luciana Diz

    Oi eu queria saber se eu consigo receber se estou no bloco da minha mãe casei com o pai da minha filha no civil depois que ela nasceu.

    1. benjamin Diz

      Luciana

      Provavelmente irá conseguir, mas só dando entrada mesmo para saber.

  109. Lucinete lipke Diz

    Bom dia…trabalho com meu marido no sítio do tio dele. ..não somos casados no papel… minha filha tem dois meses e a tia dele incluiu ele como associado no cadastro de produtor rural…será que ele consegue dar entrada no beneficio?? Desde ja agradeço

    1. benjamin Diz

      Lucinete

      Você precisa comprovar 10 meses de atividade rural antes do parto. Se os documentos estiverem em nome do companheiro, tem que comprovar União estável com este. Sugiro que você procure o Sindicato dos Trabalhadores Rurais da sua cidade para maiores informações sobre o seu caso.

  110. Erika Diz

    oi bom dia!
    eu moro com meus avos, eles são Produtores Ruais. sempre morei com eles, mas não tenho comprovante, trabalho na lida com o gado, como faço pra comprovar que moro e trabalho com meu avô?

    1. benjamin Diz

      Érica

      Se não tem nada em seu nome então não tem como receber o benefício. Documentos em nome de avós não servem.

  111. VICTOR HUGO BORK BARBOSA Diz

    Eu sou produtor Rural e minha “amasia” trabalha com carteira assinada a mais de 1 ano … ela pode receber o salario maternidade atraves de mim e ao mesmo tempo receber o da licença maternidade, lembrando que nao somos casados..

    1. benjamin Diz

      Não poderá.

      Esse benefício só é pago uma vez. Se a sua esposa já trabalha de carteira assinada, então é o seu empregador quem lhe concederá a licença maternidade. Não existe a mínima chance de ela receber como trabalhadora rural..

  112. Cinara Diz

    Uma trabalhadora rural em dia com a contribuição sindical precisa passar pelo sindicato e estar associada a ele ou pode ir diretamente ao INSS com a documentação.

    1. benjamin Diz

      Cinara

      Se a terra estiver em seu nome pode ir direto. Caso contrário vai precisar da declaração do Sindicato.

  113. Cinara Diz

    Uma a trabalhadora rural em dia com a contribuição sindical pode ir direto ao INSS.

    1. benjamin Diz

      Se se for dono da terra.

  114. Bruna Diz

    Sou casada
    Certidao como estudante
    Meu pai tem o incra des de sempre trabalho com ele posso tira esse beneficio

    1. benjamin Diz

      Bruna

      Só dando entrada mesmo pra saber.

  115. brunielli Diz

    Depois de agendar a entrevista e feita na hora ou Marcam pra depois

    1. benjamin Diz

      A entrevista é feita no mesmo dia em que foi agendado para dar entrada no benefício.

      1. brunielli Diz

        E quando que eu recebo o beneficio

        1. benjamin Diz

          Bruneli

          Se for aprovada, 30 dias depois de dar entrada você receberá.

  116. Kally Diz

    Queria saber se posso da entrada de novo no processo k veio indeferido só k agora com novos documentos que comprova atividade rural 1 ano antes do nascimento da minha filha (ficha médica)???
    Bjoss

    1. benjamin Diz

      Kally

      Pode sim. É só agendar novamente.

  117. ROZIMERI GONçALVES DE NOVAIS Diz

    Ola eu trabalho e moro na roça com meus pais desde que nasci, so que so tirei o contrato comodato no período que estava gravida, e aconteceu um em previsto por parte do sindicato que so me entregaram o contrato para ser reconhecido no cartório quando já estava no sétimo mes de gravides. Há possibilidades de conseguir o salario maternidade?

    1. benjamin Diz

      Sim.

      Se você for mãe solteira, os documentos de terra em nome dos seus pais vão servir pra você, junto com a Declaração do Sindicato.

      1. Rozimeri Diz

        Ok, obrigada!

  118. Angelica Diz

    Boa tarde. Moro em união estável há mais de dez anos na zona rural com meu esposo, onde planto em regime de economia familiar, sem empregados. No entanto, meu esposo, já foi casado e até a presente data ainda não divorciou. Os documentos da terra, tais como ITR, (INCRA dos anos anteriores), estão em nome do pai do meu esposo que faleceu há 20 anos atrás, mas a família não fez inventário. Minha filha está com 02 anos e quero requerer o salário maternidade rural mas gostaria de saber quais documentos posso usar para comprovar a união estável e se o fato dos documentos da terra estarem em nome do falecido (pai do meu esposo) irá dificultar para ser deferido.

    1. benjamin Diz

      Angelica

      Os documentos da terra terra só servem mesmo para demonstrar onde você trabalha, não vão lhe servir para comprovar atividade rural pois estão em nome de terceiros. Neste caso, tente conseguir comprovantes de endereço em seu próprio nome que tenham sido emitidos há no mínimo dez meses antes do seu parto. Se não conseguir nada, realmente fica muito difícil.

  119. Iasmin Silva Diz

    Olá Benjamin, boa noite!
    Já dei entrada na minha natalidade no sindicato, falta apenas a entrevista no INSS. O que queria saber era o seguinte, todas as provas que levei, a minha profissão está como agricultura, mas só que minha ficha do hospital está como estudante, pois no dia que fui para ganhar bebê, quem fez minha ficha foi minha acompanhante e ela que colocou minha profissão assim, será que por casa da minha ficha do hospital, está como estudante, tem algum perigo de vim negado?
    Outra pergunta, mesmo que a pessoa trabalhe na roça, exercendo atividade rurais e faça faculdade pública, a sua natalidade pode vim aprovada?
    Desde já, agradeço sua compreensão!

    1. benjamin Diz

      Iasmin

      O fato de constar sua atividade como estudante em alguns cadastros, bem como, o fato de ser estudante de fato, não descaracteriza a sua condição de trabalhadora rural, desde que tenha outros documentos emitidos há no mínimo 10 meses antes do parto e que comprovem atividade rural.

  120. iara Diz

    meu marido trabalha de carteira assinada eu tenho todos os documentos como agricultora ,se eu der entrada no salario pode ser negado por meu marido ter carteira assinada sou casada com ele no papael

    1. benjamin Diz

      Iara

      A atividade de emprego formal só desqualifica a própria pessoa e não o grupo familiar. Então, a princípio, a atividade do seu marido não a desqualifica, de acordo com a Instrução Normativa Número 77/2015. Caso o INSS negue seu benefício só por contam disso você poderá interpor recurso no próprio INSS ou requerer judicialmente.

  121. terezinha Diz

    Boa tarde. Trabalhei de carteira assinada de 26/06/2015 a 24/08/2015 e minha filha nasceu em 07/12/2016, ainda estava na qualidade de segurada? Outra dúvida, meu pai é agricultor e apesar de ter trabalhado esse período em atividade diversa, sempre ajudei nas plantações, tem possibilidade de receber como segurada desempregada ou segurada especial?

    1. benjamin Diz

      Terezinha

      Você já havia perdido a qualidade de segurada no parto, então como desempregada não tem direito. Consulte o sindicato dos Trabalhadores Rurais de sua cidade sobre a possibilidade de dar entrada como rural.

  122. Paula Diz

    Boa tarde! Sou mãe solteira e dei entrada ao salario maternidade com os documentos da roça do meu pai, e veio negado , pois la diz q faltou periodo de carência e q não foi comprovado o trabalho rural 10 meses antes, queria saber qual o documento q comprova esses 10 meses?

    1. benjamin Diz

      Paula

      Dê uma lida com atenção neste artigo e em outros do blog onde explicamos detalhadamente sobre os documentos.

  123. Ingrid Diz

    Olá meu nome é Ingrid e sou trabalhadora rural mas o Incra dá terra não está em meu nome, mas tenho como comprovar quê moro é trabalho na roça e tenho documentos como comprovantes que moro na roça será que recebo o meu salário maternidade?

    1. benjamin Diz

      Ingrid

      Se você realmente comprovar atividade rural com documentos em seu próprio nome e que tenham sido emitidos a no mínimo 10 meses antes do parto, tem boas chances sim.

  124. Sabrina Diz

    Ola sou da área rural ,recebi apenas metade das 4 parcelas posso receber mais ? Oque houve ?? Ou tem algo haver com a renda ?? Me ajudem oque devo fazer ??
    Obrigada!!

    1. benjamin Diz

      Sabrina

      Só no próprio INSS pra tirar a sua dúvida.

  125. Regiane Diz

    Boa noite tenho uma dúvida tenho uma menina de 7 anos fiz o salario maternidade rural e deu certo mais parei de pagar o sindicato dos trabalhadores rurais quando eu engravidar de novo tenho que voltar a pagar o sindicato ou possofazer todo o procedimento no INSS?

    1. benjamin Diz

      Regiane

      Se a terra tiver em seu nome ou do marido, ou se você tiver contrato que ainda esteja com validade, não precisa do sindicato. Caso contrário precisa.

      1. Regiane Diz

        Eu fiz o salário maternidade com o documento da terra do meu pai pois moro no terreno dele só que tenho o contrato de comodato que vence em 2021 então não preciso do sindicato certo?

        1. benjamin Diz

          Regiane

          Certo. Dê entrada diretamente no INSS e leve o contrato.

          1. Regiane Diz

            Meu marido esta em são Paulo se ele trabalhar registrado lá poderia da errado o salario maternidade mesmo eu estando trabalhando na rossa?

          2. benjamin Diz

            Regiane

            Acredito que por conta disso não. Mas é necessário esperar o resultado oficial do INSS.

  126. Roberta Maria da Silva Alves Diz

    O meu salario maternidade foi negado, entao dei entrada com o recurso, tambem foi negado o que devo fazer,meu filho tem 2 anos e 7 meses.

    1. benjamin Diz

      Roberta

      Se estiver disposta, procure um advogado e entre pela justiça. Seria a última chance.

  127. fabiana Diz

    Posso receber o benefício antes dos 30 dias??

    1. benjamin Diz

      Fabiana

      Se estiver disponível para pagamento pode.

      1. fabiana Diz

        Eu posso da entrada no inss com os documentos em nome do meu pai ou da minha mae…
        Posso fazer só com o contrato de comandato e dap.em nome deles

        1. benjamin Diz

          Sim.

  128. Roberta Maria da Silva Alves Diz

    Foi negados as duas vezes o meu o salario maternidade,tenho possibilidade que eu possa dar entrada em outra cidade,como Carpina ou vitoria de Santo Antao.Moro na ciddade de Limoeiro-PE.

    1. benjamin Diz

      Roberta

      Não poderá dar entrada em outra cidade. Seu caso agora só na Justiça, ou então é melhor desistir.

  129. Erica Diz

    Falei na entrevista que trabalho sozinha na terra e o qui cultivo e pra consumo próprio e o meu companheiro trabalha na cidade mas sem registro em carteira será ki posso ter meu benefício negado por esse motivo? Sendo que eu tenho comodato em meu nome inteiro teor como lavradora carta do sindicato rural.

    1. benjamin Diz

      Érica,

      Acredito que por conta disso não tem problema. Mas aguarde o resultado oficial do INSS e se vier negado entre com recurso.

  130. Virginia Diz

    Olá boa noite! Estou querendo tira o salario maternidade mas não fiz minha carteira do sindicado posso tira sem ela?

    1. benjamin Diz

      Virginia

      Pode sim, desde que tenha outros documentos que comprovem atividade rural.

      1. Virginia Diz

        Mas se eu fizer a carteira com quanto tempo posso tira o salario maternidade?

        1. benjamin Diz

          Virginia,

          Procure essa informação no Sindicato dos Trabalhadores Rurais da sua cidade.

  131. Camila Diz

    Dei entrada no salário maternidade já fiz a entrevista e tudo mas moro com meu companheiro e ele já TVe registro em carteira só que o meu contrato de comodato é individual trabalho sozinha, será que posso ter o benefício negado por conta do meu companheiro?

    1. benjamin Diz

      Camila

      Acredito que não. Aguarde o resultado e caso seja negado entre com recurso.

  132. Renata santos Diz

    Sou casada no papel com meu esposo e temo um contrato em regime familiar, trabalho junto com ele na roça e ele tem um contrato com a prefeitura da cidade por esse fato posso ter o benefício negado

    1. benjamin Diz

      Renata

      Isso não é motivo para negar o benéfico. Caso seja negado, entre com recurso.

  133. Adecilda Diz

    Trabalho na roça a mais de 3 anos e minha filha nasceu faz 7 meses quando só tirei o contrato tá terra depois que minha filha nasceu o salário foi negado porque não tinha os 10 meses antes do nascimento da minha filha mas eles não me perguntaram a quanto tempo eu trabalhava trabanhava mas nunca tirei o contrato social resolver pegar o contrato quando eu precisei que foi pra da entrada no salário maternidade o que devo fazer ainda tenho chance de receber

    1. benjamin Diz

      Adecilda.

      Pode entrar com recurso, mas sem provas eé muito difícil conseguir.

  134. eliane freire Diz

    Sempre trabalhei na roça desde pequenina mas meus pais,recebi o salario maternidade em 2015,do outro filho agora estou gravida de novo,mas mudei de cidade,so que distancia de 160km desde março de 2016,tou fazendo meu pre natal aqui,será q tenho direito de receber,so lembrando que nao estou mais pagando sindicato.

    1. benjamin Diz

      Eliane

      Se saiu da roça, não tem mais direito.

  135. eliane freire Diz

    Meus comprovantes de atividade rural é uma declaraçao do dono da terra autenticada que eu trabalho de 2005 ate 2015 como agricultora e tbem declaração do secretario de agricultura de minha ex cidade,mas vim embora em março de 2016 por falta d”agua no interior que eu morava,outra duvida o outro salario maternidade,eu tirei com a declaração do sindicato da agricultura familiar,será que tem algum problema encaminhar esse com declaração do sindicato dos trabalhadores rurais???

    1. benjamin Diz

      Eliane

      Se você saiu da roça, não tem como receber o benefício.

  136. Valquiria Diz

    Oi,eu tenho como prova que trabalhador na roca,só que meu marido é funcionário público. Isso em pede de eu receber o salário maternidade?

    1. benjamin Diz

      Valquiria

      Não tem problema. Você poderá ter direito, caso o INSS negue o seu benefício, entre imediatamente com recurso.

  137. Francisdalva Diz

    Bom dia benjamim gostaria de saber se os documentos que tenho em maos de outro salario maternidade que fiz eu tenho que atualizar ou com esses mesmo papel consigo dar entrada?

    1. benjamin Diz

      Fransisdalva

      Depende de que documentos são esses.

  138. Heloisa Diz

    olá gostaria de saber guando agente vai pra entrevista pro salario maternidade no inss eles entregao uma folha iso significa o que.

    1. benjamin Diz

      Heloísa

      Essa Folha é comprovante que você deu entrada no benefício. Com ela você vai pegar o resultado, em média após trinta dias.

  139. Domingos Joaquim de Sousa Diz

    Bom dia…gostaria de saber se a pessoa que possui ou já possuiu CNPJ, mas já deu baixa na empresa, e sempre foi trabalhadora rural, pode dar entrada no pedido de auxílio maternidade e tem chance de ser aprovada?…obrigada.

    1. benjamin Diz

      Domingos

      Tem chance sim. Isso não vai atrapalhar, desde que a pessoa comprove atividade rural nos 10 meses anteriores ao parto.

  140. Luzia Diz

    Boa tarde gostaria de saber que a mãe poder dar entrada no salário Maternidade rural ou pai poder da entrada no lugar da mãe

    1. benjamin Diz

      Luzia,

      Benefícios rurais só podem ser requeridos pela própria pessoa, pois tem a entrevista rural, procedimento personalíssimo, que não poderá ser repassado para outra pessoa fazer.

  141. Leno Diz

    Oi,eu tenho como prova que meu esposo trabalhar na roca,só que eu sou funcionário público. Isso em pede de eu receber o salário maternidade?

    1. benjamin Diz

      Leno,

      Na Lei diz que não impede. Mas de qualquer forma, se o INSS negar por esse motivo, você poderá recorrer da decisão.

  142. volnei Diz

    Olá sou cadastrado no Mei,só no meu nome e tenho atividade rural em conjunto com minha esposa há 2 anos ,gostaria de saber se consegue encaminhar o beneficio de auxilio maternidade ou não?

    1. benjamin Diz

      Volnei,

      Poderá dar entrada, mas a decisão só após analise do INSS sobre essa situação específica.

  143. andreia Diz

    Eu necessito obrigatoriamente da carteira da gestante pra conseguir passar ou ha outro documento que substitua?

    1. benjamin Diz

      Andreia,

      Poderá ser apresentado outros documentos.

  144. josiene Diz

    Eu trabalho com meus pais, os documentos são no nome deles o que eu tenho que levar para comprovar minha atividade.
    Eles têm o contrato dap cadastro de gado e etc.
    Masem meu nome ssó tenho algumas notas fiscais …
    tem como eu fazer o benefício?

    1. benjamin Diz

      Josiane

      Se você for solteira poderá usar os documentos em nome dos seus pais.

  145. Bruna Félix Da Silva Diz

    Bom dia
    Moro com minha sogra e sogrobe e Trabalho com eles,será que recebo o salário maternidade rural?
    Porque eu não tenho nenhum documento que consta o meu nome la,oq devo leva para o inss??

    1. benjamin Diz

      Bruna,

      Se você nao tem nenhum documento, infelizmente não vai ter como comprovar atividade rural.

  146. Solange Diz

    No meu caso sempre morei na roça, e trabalho ajudados meus pais quando gravdei pai do meu filho foi embora pra porto velho,, aí fui atrás dele,, aí ele não né quais fiquei rodada nenhum cidade q não conhecia ninguém aí conheci um mue q né deu ksa pra mora aí ela arajei um emprego de carteira assinada trabalhei né um mês,, e vim de volta quando fiz dei entrada na minha salário martenidade não passe,, pk sendo qsempre morrei aqui?

    1. benjamin Diz

      Solange,

      Infelizmente você se afastou da atividade rural e aí fica muito difícil mesmo conseguir o benefício. Mas entre com recurso que você pode conseguir. Para ter maiores informações sobre o recurso, vá pessoalmente numa agência do INSS ou procure o Sindicato Rural da sua cidade.

  147. Sabrina Diz

    Meu marido trabalhou uns meses numa empresa quando eu estava grávida, depois foi demitido…. Tenho direito ao salário maternidade?

    1. benjamin Diz

      Se você comprovar atividade em seu nome, tem direito sim.

  148. cicero Diz

    Benjamin, é obrigatório passar pelo o sindicato ou não precisa? Será que a pessoa arrumando a documentação e agendando pelo 135 eles(o pessoal do inss) da entrada no processo?

    Queria saber também se alguma nota de compra de alguma mercadoria de materiais rural serve como prova?

    1. benjamin Diz

      Cícero

      Não é obrigatório passar no Sindicato. O INSS é obrigado a analisar qualquer pedido que for agendado e caso esteja faltando alguma coisa eles abrem prazo para apresentar. Notas de compra servem como prova, mas são bem fracas.

  149. Solange Diz

    Oi meu nome é solange tenho 2 filhos, sou mãe solteira tenho um que é registrado só no meu nome pai dele nunca quis sabe dele, meu filho já tem 5 anos,, quando eu engravidei eu foi atrás do pai dele q foi embora pra porto velho aí fui atrás dele passai um mês e 10dia em Porto Velho, e trabalhei um mês trabalhei 15 dias de carteira assinada e vim né boa, q eu nascia e moro até hj,, por nós passa muita dificuldade fui trabalhar fora em 2013 em 2016 engravide de novo mais pai do meu regrito mais não moro com ele, moro aqui na roça com meu país tem chance de recenbe salário martenidade

    1. benjamin Diz

      Solange

      Sim, você tem chance. Procure o Sindicato dos Trabalhadores Rurais para maiores informações.

  150. Joelma Diz

    Boa noite, meu nome é joelma tenho um filha de 5 mês ,, em 2015 trabalhei de carteira asim anda de faxineira e com um anos sai da empresa, mas sempre trabalhei com Minh mãe na roça em 2016 engravidei,, será que tem com ta certo si de entrada no meu salário martenidade,, sendo q minha passaria com minha mãe já tem um 6 anos,, quando fui trabalhar de faxineira pk as coisa tava muito difícil pra nós minha família

    1. benjamin Diz

      Joelma,

      Quando você trabalhou de faxineira, foi com carteira assinada? Qual foi o último mês que você trabalhou e qual foi a data do seu parto? Pode ser que você tenha direito ao benefício como desempregada.

      1. Solange Diz

        Sim foi de carteira assinada, foi 2015, passei um anos lá,,, e 2016 engravidei de novo minha filha tem 6 mes

        1. benjamin Diz

          Solange

          Precisamos da data exata. O mês e o ano que você saiu do emprego e o mês e ano que teve o parto. Recebeu ou não seguro desemprego?

  151. cicero Diz

    Benjamin, minha esposa foi da entrada no salario maternidade diretamente no inss e eles disseram que não tinha como da entrada no processo dela, por que primeiro ela deveria passar no sindicato para o sindicato fazer o processo dela. o inss disse também que procurasse outra prova por que a que ela tinha estava fraca. Ai eu queria saber qual era a melhor prova, sabendo que ela não participa de associações de trabalhadores rurais? Eu também queria saber o que ela deveria fazer, caso o inss não querer da entrada no processo dela sem ter passado no sindicato? ou seja, será caso dela entrar na justiça?

    1. benjamin Diz

      Cícero, vou deixar uma relação de documentos que podem ser apresentados para comprovação de atividade rural. Caso o INSS não aceite dar entrada sem a declaração do sindicato, você deverá fazer uma denúncia na ouvidoria do INSS pelo próprio telefone 135, pois esta exigência é ilegal. Se você reclamar na ouvidoria eles vão dar entrada, mesmo sem a Declaração do Sindicato.

      De acordo com o art. 54 da Instrução Normativa N° 77 de 2015, considera-se início de prova material, para fins de comprovação da atividade rural, entre outros, os seguintes documentos, desde que neles conste a profissão ou qualquer outro dado que evidencie o exercício da atividade rurícola e seja contemporâneo ao fato nele declarado.

      I – certidão de casamento civil ou religioso;

      II – certidão de união estável;

      III – certidão de nascimento ou de batismo dos filhos;

      IV – certidão de tutela ou de curatela;

      V – procuração;

      VI – título de eleitor ou ficha de cadastro eleitoral;

      VII – certificado de alistamento ou de quitação com o serviço militar;

      VIII – comprovante de matrícula ou ficha de inscrição em escola, ata ou boletim escolar do trabalhador ou dos filhos;

      IX – ficha de associado em cooperativa;

      X – comprovante de participação como beneficiário, em programas governamentais para a área rural nos estados, no Distrito Federal ou nos Municípios;

      XI – comprovante de recebimento de assistência ou de acompanhamento de empresa de assistência técnica e extensão rural;

      XII – escritura pública de imóvel;

      XIII – recibo de pagamento de contribuição federativa ou confederativa;

      XIV – registro em processos administrativos ou judiciais, inclusive inquéritos, como testemunha, autor ou réu;

      XV – ficha ou registro em livros de casas de saúde, hospitais, postos de saúde ou do programa dos agentes comunitários de saúde;

      XVI – carteira de vacinação;

      XVII – título de propriedade de imóvel rural;

      XVIII – recibo de compra de implementos ou de insumos agrícolas;

      XIX – comprovante de empréstimo bancário para fins de atividade rural;

      XX – ficha de inscrição ou registro sindical ou associativo junto ao sindicato de trabalhadores rurais, colônia ou associação de pescadores, produtores ou outras entidades congêneres;

      XXI – contribuição social ao sindicato de trabalhadores rurais, à colônia ou à associação de pescadores, produtores rurais ou a outras entidades congêneres;

      XXII – publicação na imprensa ou em informativos de circulação pública;50

      XXIII – registro em livros de entidades religiosas, quando da participação em batismo, crisma, casamento ou em outros sacramentos;

      XXIV – registro em documentos de associações de produtores rurais, comunitárias, recreativas, desportivas ou religiosas;

      XXV – Declaração Anual de Produto – DAP, firmada perante o INCRA;

      XXVI – título de aforamento;

      XXVII – declaração de aptidão fornecida para fins de obtenção de financiamento junto ao Programa Nacional de Desenvolvimento da Agricultura Familiar – PRONAF; e

      XXVIII – ficha de atendimento médico ou odontológico.

      Para fins de comprovação da atividade do segurado especial, os documentos referidos acima, serão considerados para todos os membros do grupo familiar. Ou seja, se os documentos estiverem em nome do cônjuge ou companheiro (a), poderá ser utilizado pelo outro cônjuge ou companheiro (a). No caso de filhos solteiros, poderão utilizar os documentos em nome dos pais.

      Serão considerados os documentos referidos, ainda que anteriores ao período a ser comprovado. Isso que dizer que, mesmo que algum desses documentos sejam bem anteriores aos fatos neles mencionados, poderá comprovar atividade rural. Por exemplo, um salário maternidade rural cujo filho (a) tenha nascido em Janeiro de 2016, a mãe poderá utilizar como documento uma Certidão de Casamento onde conste que o marido tem a profissão de lavrador, mesmo que esta certidão seja do ano de 1996.

      1. cicero Diz

        Obrigado Benjamin por ter respondido

  152. Leila santos Diz

    Ola! Sou trabalhadora rural estou gravida de 8 mes nao tenho declaraçao do sindicatro.tenho contrato de arrendamento e DAP ah mas de um ano.ja posso da entrada e pode ser so com esses documentos ou nao?obrigada

    1. benjamin Diz

      Leila,

      Sim, poderá dar entrada com esses documentos.

  153. Luciana almeida Diz

    Tenho contrato de arrendamento mas nao moro na roça pois a parte arrrenda nao tem casa apenas trabalho com minhas plantaçoes e criaçoes.pois e minha unica renda.meu pre natal ta sendo realizado na cidade tenho direito??

    1. benjamin Diz

      Luciana,

      O fato de morar na cidade não a desqualifica, desde que fique comprovado o trabalho rural.

  154. cicero Diz

    Benjamin, tenho mais uma pergunta a fazer: quantas provas no mínimo são necessárias para a comprovação da atividade rural?

    1. benjamin Diz

      Cícero,

      Não existe número mínimo de provas. Às vezes até uma eé suficiente. Depende da avaliação do INSS.

  155. princesinha da mamãe Diz

    Bom dia!
    Eu tenho uma filha de cinco anos e fiz o auxílio maternidade em 2013 dela e nunca chegou carta pra mim..

    1. benjamin Diz

      Procure o resultado no INSS com os seus documentos pessoais.

  156. Jeane Diz

    Oi boa tarde eu gostaria de saber se e obrigatorio levar a ficha do prenatal pra o inss…..porque fui ao sidicato e eles não pediram essa documentaçao… gostaria de saber se no dia da minha entrevista terá. Algum. problema

    1. benjamin Diz

      Jeane

      Não é obrigatório.

  157. Kathy Diz

    Olá, bom dia, eu fiz o meu talão de agricultura agora, e descobri que estou grávida de 1 mês, tenho 20 anos, terei o direito ao salário maternidade ?

    1. benjamin Diz

      Kathy

      Só mesmo depois de dar entrada para saber.

  158. rafaela Diz

    Bo noite
    Olá. Dia 06/03/17 e minha data p da entrada. Só que meu comodato autentiquei dia 07/02. Será que no forum eles autenticam com 10 meses atrás.
    O comodato tem q ter 10 meses antes do parto. Meu parto foi dia 06 de janeiro de 2017.
    Tenho uma ficha e contribuição da associação da minha comunidade há mais de um ano , serve como pROVA?
    A ficha da agente de sáude e do posto de saude, tem que ter 10 meses atrás p comprar e servir como Prova, a declaração do titulo tambem,?

    1. benjamin Diz

      Rafaela,

      Todo e qualquer documento a ser apresentado para comprovação de atividade rural no salário maternidade tem que ter sido emitido no mínimo há dez meses antes do parto. Jamais um cartório iria autenticar documento com data anterior, pois isso é crime.

  159. Geisa Diz

    Fiz um agendamento no INSS para dar entrada no salário maternidade quando eu fui ver no meu no meu e-mail a confirmacacao do agendamento a moça colocou salário-maternidade Urbano sendo que eu sou Rural isso pode isso pode me prejudicar no dia do atendimento

    1. benjamin Diz

      Geisa,

      Prejudicar não, o máximo que pode acontecer é eles reagendarem para outro dia, com o serviço correto.

  160. berenice soares Diz

    Oi fiz a intrevista mas meu marido ta trabalhando de frentista registrado a 4 meses mad eu nao contei na intrevista. Oque acontece.

    1. benjamin Diz

      Berenice

      Aguarde o resultado do INSS.

  161. josiene Diz

    Se o pai da criança registrar nas não conviver comigo ainda posso usar os documentos em nome dos meus pais

    1. benjamin Diz

      Joseane

      Sim.

  162. benjamin Diz

    Rosimeire

    Neste caso, não lhe resta outra alternativa que não seja entrar com RECURSO. Procure o INSS ou o sindicato para lhe orientar sobre esse procedimento.

  163. nayara ohany lopes monteiro Diz

    ola bom dia moro no sitio e trabalhamos la, eu e meu marido. so que nao temos nenhum documento da terra em nosso nome pois e herança e nao foi resolvido ainda o inventario. tenho apenas um documento de cessão de herança em nome do meu marido. sera que consigo o beneficio.

    1. benjamin Diz

      Nayara

      Junto com a Declaração do Sindicato é possível.

  164. fernanda Diz

    Fiz agendamento no inss para amanhã dia 08.02
    Pedi informações no sindicato e o presidente disse que eu não consigo fazer com os documentos em nome dos meus pais pós não tenho em meu nome
    sou solteira moro e trabalho com eles tenho 20anos
    O que devo fazer
    meus pais tem contrato dap comprovante de empréstimos e etc será que tenho chance

    1. benjamin Diz

      Fernanda,

      A utilização de documentos em nome dos pais por filhos solteiros é algo previsto na Instrução Normativa do Próprio INSS, mas ninguém pode obrigá-los a cumprir. Então sugiro que, caso o benefício seja negado, você entre com recurso.

  165. rafaela Diz

    Boa tarde. Dei entrada no salario materno e me entregaram uma folha com numero do beneficio,e pediram para procurar o sindicato com 20 dias para ver a carta. Isso quer dizer que foi aprovado?
    Como é?
    Se consultar pela internet, corre o risco da carta não vim:?

  166. Solange Diz

    Olá bejamim,, sou agricultura, mora na roça com meu pai,, aonde eu nasci,, tenho dois filho,, minha passaria e de 2009 q tenho com meu pai,, em 2013 fui trabalhar fora numa empresa de faxineira trabalhei um ano, em 215 engravidei de novo queria sabe si tenho direito ao salário martenidade, pk já trabalhei de carteira assinada, sou mãe solteira ,

    1. benjamin Diz

      Solange

      Talvez você tenha direito como desempregada. Faça novamente a pergunta informando a data em que saiu do emprego, se recebeu ou não seguro desemprego e a data do parto.

      1. Solange Diz

        Sai da empresa no comendo de 2015 trabalhei na empresa ,e engravidei fiquei grávida 2016 e é tive minha filha em 2016

        1. benjamin Diz

          Solange

          Sem as informações que pedi não poderei lhe responder.

  167. fernanda Diz

    Se eu registrar carteira depois do parto com outra profissão ainda posso fazer o saláriommaternidade rural…
    eu tenho um filho de 6 meses ainda não dei entrada se eu trabalhar de carteira assinada eu perco o direito???

    1. benjamin Diz

      Fernanda

      A análise do salário maternidade rural é feita até o parto, o que ocorrer depois não interfere nessa análise.

      1. fernanda Diz

        Eu posso usar como prova um documento de 3 anos atras

        1. benjamin Diz

          Fernanda

          Sim. Poderá usar como prova qualquer documento, mas a palavra final é do INSS sobre a validade da prova.

  168. Solange Diz

    Meu nome é Solange moro na roça com meu pai,, e trabalho,, 2013 trabalho numa empresa de faxineira, 19/05/2014 sai da empresa,, 2016 engravidei e tive minha filha ela nasceu 22/09/2016,,trabalho só um ano e voltei pra minha casa,, queria sabe si tenho direito no salário maternidade

    1. benjamin Diz

      Solange

      Se você tiver documentos para comprovar que retornou para a atividade urbana após 2014, poderá ter direito ao benefício. Neste caso vai precisar da Declaração do Str. Procure o Sindicato rural da sua cidade.

      1. Solange Diz

        Que é isso Str, quando sai da empresa voltei trabalho com meu país com sempre

        1. benjamin Diz

          Solange

          Str é sindicato dos Trabalhadores Rurais. Procure eles.

  169. Michelly joyce Diz

    Quero fazer o salário mas mo meu registro não tem nome dos meus pais mas tenho todos os documentos sera se dar pra fazer ,trabalho na roça com minha sogra será se eu posso fazer meu filho tem dois anos

    1. benjamin Diz

      Michelly

      Procure o Sindicato dos Trabalhadores Rurais do seu município. Eles podem te orientar melhor.

  170. yara Diz

    Olá, moro com meus pais e estou grávida de três meses. Meus pais são contribuintes do sindicato a anos . Trabalho com eles e tenho certificados de cursos que fiz pelo senar e algumas notas fiscais de vendas de produtos. Será que consigo receber o auxílio?

    1. benjamin Diz

      Yara

      Só tentando mesmo pra saber. Chances você tem.

  171. veronica Diz

    moro na na cidade mais trabalho na zona rural pois minha cidade e bem do enterior posso receber o beneficio ?

    1. benjamin Diz

      Veronica

      Isso não impede o recebimento. Dê entrada que o INSS vai avaliar se você comprova ou não a atividade.

      1. veronica Diz

        meu marido tem um contrato que venceu em 2013 ai trabalhamos sem contrato por um tempo agora q vamos faser outro estou gravida 6 semana ainda tenho chance de recebe o beneficio fico grata se puder mim responde deste ja obrigado

        1. benjamin Diz

          Veronica

          Contrato feito após o início da gravidez não serve para comprovação de atividade rural. Sugiro que você procure o Sindicato para esclarecer melhor o seu caso.

  172. Amanda Silva Diz

    Bom dia, moro com meus pai e sou mãe solteira, não tenho nada no meu nome, pois só tenho 20 anos, só tenho fichas no hospital e posto de saude, como comprovar atividade rural ?

    1. benjamin Diz

      Amanda

      Procure o Sindicato e peça a Declaração que poderá servir para comprovação de atividade rural.

  173. Amanda Silva Diz

    Outra duvida tambem é, que eu moro no interio da bahia e faz divisa com minas gerais, quando estava gravida procurava mais o hospital de minas pela facilidade de acesso e por ser mais perto que minha cidade, cocos. Vou dar entrada pela bahia, o fato de ter feito pre natal em minas vai ter problema ?

    1. benjamin Diz

      Amanda

      Não tem problema. No dia da entrevista você deixa isso bem explicado para o servidor.

      1. Amanda Silva Diz

        Obrigado por responder

  174. maria alice Diz

    benjamin meu nome e maria alice tenho 21 anos . eu começei a trabalhar na roça assim q descobri q tava gravida .meu filho ja ta com 2 anos eu tenho direito do salario de maternidade mesmo sem ter carteira assinada

    1. benjamin Diz

      Maria Alice

      Se começou a trabalhar após a gravidez então não tem direito pois teria que comprovar atividade rural dez meses antes do parto.

  175. Solange Diz

    Olá bejamim, fiz meu salário martenidade e indeferimento do pedido dizendo, parto ou guarda roupa para fins de adoção ou adoção após o manutenção da qualidade de segurado,, me explica não entendo nada por isso favor né ajuda

    1. benjamin Diz

      Solange

      Você não comprovou atividade rural no período de carência. Poderá entrar com recurso. Procure o Sindicato.

      1. Solange Diz

        Com e que posso conpova porque não compro nada no meu nome porque meu nome está sujo, só tenho minha carteira de gestante q já é cpf da nene,, pk papel fala assim parto ou guarda para fins de adoção ou adoção após o prazo de manutenção da qualidade de segurado??

        1. benjamin Diz

          Solange

          Não estou entendendo a sua pergunta. Sugiro que você procure o Sindicato dos Trabalhadores Rurais da sua cidade.

  176. Ester Diz

    Vim da Bahia grávida pro RJ e estou dando entrada ao salário maternidade aqui no RJ pois ganhei minha bebe e fiz todo o acompanhamento aqui eu e meu esposo desde pequenos até o ano de 2015 trabalhamos na roça só q meu esposo não tem o Incra pois estar no nome da mãe dele ela nos e fazer algum tipo de declaração pra poder comprovar nosso trabalho

  177. Leila almeida Diz

    Ola!fui na minha entrevista para o salario maternidade rural levei todos documentos necessarios inclusives todos os que comprovem minhas atividades rurais.mas ai veio assim a resposta beneficio indefirido…falta de periodo de carencia anterior ao nascimento…nao foi reconhecido o direito ao beneficio tendo em vista nao ter comprovado o periodo de 10meses de contribuiçao anterior ao nascimento?? O que quer dizer? E necessario contribuiçao? Sendo ki meus documentos sao tds reconhecido firma em cartorio a quase 2anos? Mim explica por favor?

    1. benjamin Diz

      Leila

      Procure o Sindicato dos Trabalhadores Rurais. Eles conhecem o seu processo é podem te orientar melhor.

      1. Leila Diz

        Entao.e que nao fisso pelo sindicatro… Gostaria de saber si e necessario contribuiçao pra trabalhadora rural? Poq o meu deu indefirido por falta de contribuiçao 10meses antes do parto. O que ser feito agora?

        1. benjamin Diz

          Leila

          Não precisa contribuir, tem que comprovar 10 meses de atividade rural. Agora só lhe resta entrar com RECURSO no próprio INSS. Se informe na Agência que deu entrada como faz o Recurso.

  178. Sebastião Francisco Soares de Andrade Diz

    Boa tarde, minha sobrinha já tentou por duas vezes o auxílio maternidade, porém um dos documentos que é espelho do título está ocupação de bolsista/estudante. Os demais estão todos agricultora que é sua ocupação de sobrevivência. Ao procurar o cartório eleitoral para pedir esta troca disse que tem que procurar um advogado e pedir ao juiz. A pergunta é para ela fazer esse pedido de troca com os documentos que provam sua ocupação é obrigatório ser por via de um advogado ou apenas um um requerimento de sua lavra

    1. benjamin Diz

      Sebastião

      Essa mudança não vai alterar a decisão do INSS. Pode ter certeza que o benefício não foi negado só por conta disso. Qualquer mudança realizada após o parto em documentos não tem nenhum valor de prova. No caso aí só resta recorrer contra o decisão no próprio INSS ou na Justiça Federal. Ou caso achar que não vale a pena, então deixa pra lá. Mas não se iludam achando que a mudança de ocupação em um documento vai fazer o INSS conceder o benefício.

  179. jandressa Diz

    Gostaria de saber si a pessoa for casada e o marido trabalha pode receber ?

    1. benjamin Diz

      Jadressa

      Sim.

  180. jandressa Diz

    Vou ti fazer outra pergunta eu tenho 16 anos será q consigo receber?

    1. benjamin Diz

      Andresa

      Pela questão da idade não tem problema.

  181. jandressa Diz

    Vou fazer outra pergunta si a pessoa engravidou com 15 e ganhou com16 será que consegue ganha

    1. benjamin Diz

      Se for rural não.

  182. Amanda silva Diz

    Eu trabalho com meus pais desde sempre
    Tive um filho em 2016 quando tinha 19 anos,agora vinte…moro com meus pais pois sou mãe solteira o pai da criança só registrou
    em meu nome eu não tenho nenhum documento,são todos em nome dos meus pais,inclusive a casa,contrato de comodato e etc…
    eu posso fazer com os documentos deles??
    Se sim quais??
    Posso ir direto no isso,ou procuro o sindicato??

    1. benjamin Diz

      Amanda

      Procure o Sindicato.

      1. Amanda Diz

        Não dá pra mim ir direto ao inss

        1. benjamin Diz

          Amanda

          Sim.

  183. Milena Diz

    Olá , boa tarde a 2 anos moro na fazenda do meu sogro com meu marido , meu marido trabalha como vaqueiro pro pai dele , eu trabalho auxiliando nas atividades da fazenda . Tive que para por conta da minha gravidez . O pagamento do salário do meu marido e por meio do pai dele , sem nenhum comprovante ou algo do tipo . Como faço pra comprovar que trabalhos no espaço rural ? não temos cadastro no sindicato . Só com testemunhas posso comprovar que moro lá e quanto recebo ?

    1. benjamin Diz

      Milena

      Se não tiver documentos pra comprovar não tem jeito.

  184. MARINETE PEREIRA DA SILVA Diz

    OLA BOM DIA ,BEJAMIM ,EU EM 2013 TIVE UMA FILHA ,RECEBIR MARTERNIDADE DELA NO VALOR DE 3,100 REAIS ,AGORA EM OUTUBRO DE 2016 A MINHA OUTRA FILHA NASCEU ,AI EU DEI ENTRADA NA MATERNIDADE AI VEI O EXTRATO PRA MIM RECEBER NO VALOR DE 2,543 REAIS ,SERA QUE EU VOU RECEBER SO ISSO????QUAL SERIA O VALOR DEU RECEBER SOU DA AREA RURAL..?

    1. benjamin Diz

      Marinete

      Provavelmente ainda falta outra parcela. Procure o INSS para se informar melhor.

  185. Rebeka Diz

    Moro com a Minha avó na zona rural tenho 17 anos consigo tirar salário maternidade no meu nome ? Sendo que os documentos dá terra estão no nome dela ?

    1. benjamin Diz

      Rabeca

      Só com a Declaração do Sindicato.

  186. Jose Diz

    Sou funcionário publico,mais morro em um assentamento do Incra meu pai é o titular, minha esposa tá grávida somos casados e é sindicalizada ela tem direito ao benefício.

    1. benjamin Diz

      José

      Se comprovar a atividade rural poderá ter direito sim.

  187. Cleidiane Diz

    eu moro no sitio há nove anos… tenho todas documentações rural, mas atualmente estou trabalhando na cidade, tenho dois meses de carteira assinada, mas continuo morando no sitio, pois é perto da cidade… estou gravida, e queria saber se eu sair do emprego eu perco o direito do salario maternidade tanto rural quanto do emprego?

    1. benjamin Diz

      Se sair por vontade própria ( demissão a pedido) poderá receber o benefício na condição de desempregada. De rural não.

  188. Lenny Diz

    Eu moro na zona rural no terreno do meu pai mas em casas separadas sou casada mas a energia q uso está no nome do meu pai e o terreno também será q consigo mesmo assim fazer o salário maternidade??

    1. rafaela da silva venturoso Diz

      moro com os meus pais e tenho dois filhos as terras esta no nome do meu pai mas eu sempre trabalhei com ele e tenho menos de 21 anos e estou dependente do meu pai, sempre trabalhei com ele mas as notas nao esta no meu nome. Eu tenho direito ao salario maternidade ???

      1. benjamin Diz

        Se você não tiver um novo grupo familiar ( marido ou companheiro) pode usar os documentos dos pais sim.

  189. Andreia Diz

    Olá. Na minha cidade ainda tem entrevista rural, não entendi essa questão. Sou agricultura mas estou morando aqui no interior da Bahia a 4 anos . Sou do Ceará. Tenho como provar que sou agricultura e darei entrada nesses dias. O comprovante de endereço tem que ser no nome dos meus pais? Eu não tenho nem no meu nome nem dos meus pais . Preciso passar a conta de luz pro meu nome ? Obrigada.

    1. benjamin Diz

      Em nenhum lugar do Brasil existe mais a entrevista rural. Quanto aos documentos, leve o que tiver. Não adianta mudar o nome em conta ou tentar produzir qualquer tipo de prova agora, pois o INSS só vai analisar os documentos emitidos no mínimo 10 meses antes do parto. Se ainda ficar com alguma dúvida, sugiro que procure o Sindicato ou o próprio INSS para esclarecer pois aqui no blog não prestamos nenhum tipo de consultoria individual.

  190. Vanessa Conceição Aparecido Diz

    recebi o auxílio maternidade da minha 1 filha em outubro de 2016 e agora tenho um nenem de 5 meses consigo entrar cm o pedido cm as mesmas provas??

    1. benjamin Diz

      Sim.

  191. Queziane Diz

    Ola, no caso se meu marido for trabalhador rural, com registro em carteira, somos casados eu tenho o direito de receber o auxílio? Ele tem mais de 2 anos de registro, mas não trabalho, somente dona de casa.

    1. benjamin Diz

      Você não tem direito. Só tem direito quem trabalha.

  192. Rosalba Diz

    Sou trabalhadora rural e tive um filho a um ano ,tenho todas as provas q comprovam q realmente sou agricultora, porem n dei entrada no meu salario maternidade por q n fiz todas as consultas do pré-natal,n foi por querer meu q n as fiz, mas sim por causa q os medicos q mim acompanhavam acabaram faltando as ultimas consultas q estavam marcadas por falta de gasolina no carro dos mesmo. O q n os permitiu ir ate mim pois moravamos em um interior distante e todos os meses eles iam lá. Gostaria de saber se por q só fiz 4 consultas e n 7 como era pedido perco o direito de receber o salário maternidade?

    1. benjamin Diz

      Não podemos esclarecer esse tipo de dúvida, pois a aprovação do benefício depende de diversos fatores que só podem ser analisados pelo INSS.

  193. Julieti Diz

    Tenho somente uma nota de produtora antes do nascimento da minha filha mais tenho 5 notas de venda de leite. Será que tenho direito?

    1. benjamin Diz

      Não podemos esclarecer esse tipo de dúvida, pois a aprovação do benefício depende de diversos fatores que só podem ser analisados pelo INSS.

  194. JEICIVANNY Diz

    Sou casada moro com minha mãe eu meu marido e filhos. nos estamos tabalhando com ela e estamos tos na DAP e no CARTÃO DO BOLSA FAMILIA. AIDA POSSO TIRA MEU SALARIO MATERNO?

    1. benjamin Diz

      Procure o INSS ou ligue no tel 135.

  195. Jane Diz

    Oi gostaria de saber se tenho direito ao salário maternidade, moro com meus pais e estou grávida, mais não tirei nem documento, será que com os documentos da roça do meu pai eu consigo tirar.

  196. Priscila Krainski Krupa Diz

    Olá, tenho cadastro conjunto com meu esposo de produtora rural, emitimos nota diariamente e a mais de 10 anos, porém também trabalho no Estado como Servidora Pública em um hospital, escala/plantão. Tenho direito a solicitar o salário maternidade como produtora? Ou como receberei pelo estado não tenho esse direito? No caso ele precisa ser exclusivo?

    1. Priscila Diz

      Olá, tenho cadastro conjunto com meu esposo de produtora rural, emitimos nota diariamente e a mais de 10 anos, porém também trabalho no Estado como Servidora Pública em um hospital, escala/plantão. Tenho direito a solicitar o salário maternidade como produtora? Ou como receberei pelo estado não tenho esse direito? No caso ele precisa ser exclusivo?

      1. benjamin Diz

        Você não tem direito com o trabalho rural.

  197. priscila Diz

    Ele tem que ser exclusivo Benjamin?

    1. benjamin Diz

      Priscila,

      Exatamente. O trabalhador rural só tem direito de usufruir dos benefícios do INSS nessa categoria que se trabalhar EXCLUSIVAMENTE na roça.

  198. Leila Diz

    Olá sou trabalhadora rural tive meu bebê ano passado e conseguir meu salário maternidade agora conseguir pelo SUS minha cirurgia de laqueadura pois não posso mais ter filhos …queria saber si após a cirurgia eu tenho direito de algum benefício durante o período ki vou fika afastada da roça????
    Obrigada

    1. benjamin Diz

      Tem sim. Direito ao auxílio doença. Após a cirurgia, pegue um atestado com o médico e dê entrada no INSS.

  199. Paloma Michnoski Diz

    Boa noite sou filha de produtor rural, com o contrato de arrendamento e bloco no nome do meu pai, não sou casada posso receber o maternidade rural ?

    1. benjamin Diz

      Paloma,
      Você poderá dar entrada. Quanto a receber ou não depende da análise do INSS.

  200. Cynthia Diz

    Oi fir meu contrato em fevereiro de 2017 2 meses depois descobri minha gravides e no final de setembro ganhei meu bebê.. tenho direito ao auxílio maternidade?

    1. Benjamin Diz

      Cíntia,

      Tem que documentos emitidos no mínimo 10 meses antes do parto. Em fevereiro você provavelmente já estava grávida, embora não sabia.

  201. Fernanda Diz

    Tenho uma Duvida, Eu Morava No Ceara Com Meus Pais, So Que Eu Me Mudei, Vim Aque Pro Rio De Janeiro Ano Passado Pra Morar De Vez, E Engravidei aque, Eu Moro So Com Meu Filho, Sou Solteira, E Pago Aluguel e tudo sozinha… Mais eu trabalho de cardeira assinada… Mais Eu tenho direito A Esse Auxilio Madernidade?

    1. Benjamin Diz

      Não. Saiu da roça, perdeu o direito.

  202. Juscelia Diz

    Olá Boa tarde eu ja trabalhei de carteira à sinada em 2016 mais voltei a minhas a tividades como a gricultora e ganho bebê em abril de 2018 tenho direito tira o salario materno agricultura sempre fui agricultora dês de criação

  203. Benjamin Diz

    Jocelia

    Primeiramente tem que se saber se você recebeu seguro desemprego quando saiu desse último trabalho, pois ainda poderá estar em período de graça desse vínculo. Caso não tenha recebido seguro desemprego, então vai ter que apresentar provas do trabalho rural emitidas depois que saiu do emprego, mas que sejam no mínimo 10 meses anteriores ao nascimento do filho.

  204. thaissantos Diz

    Encaminhei meu salario de maternidade,todos os meus documentos comprovam q sou lavradora rural,mais pelo um simples erro meu,qdo eu estava no INSS,no momento da entrevista,coloquei como dona de casa,isso pode ter algum problema pra receber o beneficio?
    Sendo q a moca mandou passar no correio con vinte dias na frente?

  205. thaissantos Diz

    Todos os documentos estao corretos,os comprovantes da terra tbm,e o unico erro foi esse,posso receber o salario?

    1. Benjamin Diz

      Thais

      Só esperando o resultado mesmo pra saber.

      1. thaissantos Diz

        Mais isso pd ter algum “engancho” ?Ar alguma possibilidade de vim negado?

        1. Benjamin Diz

          A possibilidade de vir negado sempre existe, assim como a possibilidade de vir aprovado. Por isso só mesmo esperando o resultado oficial do INSS.

        2. thaissantos Diz

          Sendo q vivo na roca desde q nasci?

  206. Erica Diz

    Tenho todos os documentos mas meu comodato foi altenticadox do depois do nascimento dá minha BB…Mas tenho outros documentos q comprove minha atividade rural.. será q eu consigo

    1. benjamin Diz

      Erica,

      Se você tem outros documentos que comprovem a sua atividade rural e que foram emitidos antes dos 10 meses da gravidez, em tese você vai ter direito ao benefício, no entanto, a confirmação mesmo só após análise do INSS.

  207. Jociele machado costa Diz

    Tenho uma duvida:eu dei entrada no salario maternidade rural,levei todos os documentos, mais deu negado.Gostaria de saber se eu posso dar entrada novamente e como proceder?

  208. Vanderleia Diz

    Oi gostaria de saber quantas consultas do pré natal é necessária pra da no auxílio maternidade ?,
    Trabalho na roça na Bahia só q tive q ir ganhar minha bb no Goiás com 8meses serar q isso vai interferir no meu auxílio maternidade

    1. benjamin Diz

      Não existe número mínimo de consultas para ter direito ao salário maternidade rural, até porque, uma coisa não tem haver com a outra. O que você precisa é comprovar atividade rural no mínimo por dez meses antes do parto. Sobre o resultado, não temos como saber se vai ou não dar certo. Procure o INSS.

  209. Vanessa Diz

    Oi boa noite tenho um contrato de terra desde do ano 2014 altentiquei em marco 2017 e fiz o sindicato em 02 marco 2017 depois que tive a minha filha quando engravidei tinha meus 16 anos e 8 mes sera que tenho direito ao benefício atualmente trabalho no campo

    1. benjamin Diz

      Vanessa, dê entrada no INSS com todos os seus documentos. Se quiser algumas dicas sobre como ter o benefício aprovado, veja nesse artigo:
      https://previdenciasimples.com/salario-maternidade-rural-aprovado/

  210. Vanessa Diz

    Sim mais eu so engravidei com 16 anos e 8 meses eu ja trabalhava na roca e o meu sindicato so fiz depois que tive a minha filha sera que e possível de eu ser contemplada ja dei entrada para pelo o sindicato mandei todos os papeis que indicava que trabalha na roca quero sabe ser pode ser aprovada

  211. Vanessa Diz

    E o meu contrato de terra so foi autênticado depois que minha filha ja tinha nascido ela tava com 9 mes

  212. Josirene Diz

    Sou trabalhadora rural desde que nasci,Sou mãe solteira tenho papéis de saúde e certidão do título como agricultora.moro com meus pais.mais só comecei pagar o sindicato depois de grávida.so tenho contrato comodato e dap depois de grávida será que tenho direito ao salario maternidade?

  213. naiane Diz

    boa tarde eumoro com meus pais tenho um filho com nove meses o papel q tenho de terra e do meu pai consigo tirar o salário maternidade com o papel do meu pai ou so com meu

  214. Sidney Diz

    Boa noite,minha esposa já recebeu duas vezes o salário maternidade quase $4.000 na epoca quando teve os dois filhos,ela morava no interior do Maranhão e não possui carteira de trabalho mas tinha a carteira de contribuição rural por isso pegou os dois salários maternos sem problema mediante a prova que tem que fazer,porém quando nasceu o terceiro filho viemos morar em SP e disseram que não teria problema poderia dar entrada no salário maternidade aqui,mas aqui eles pediram a presença de duas testemunhas não parentes obrigatório,sendo que no Maranhão havia essa necessidade, não temos como apresentar as testemunhas pq moram no Maranhão., não teria como comprovar a atividade rural com os papéis que foi dado no recebimento do salário maternidade da outra vez? Ou terá que comparecer as testemunhas,ou mandar a documentação para o Maranhão??? Obrigado desde já.

  215. Natália Diz

    Olá meu nome é Natália…. Tive minha filha e quando ela tava com três meses comecei contribuir… Mais o meu marido já contribuía com outra mulher antes de mim… Pelo fato dele ser o pai e já vinha contribuindo teria chance de eu receber??? Com ela ele é casado na igreja mais comigo somos apenas juntos….

  216. VALERIA GOMES Diz

    A mãe trabalhou na propriedade do sogro. Pode levar a documentação em nome dele?

  217. Adriana Silva Diz

    Boa tarde pra dar entrada no salário maternidade preciso da ficha da agente de saúde da minha comunidade ?

  218. Luciene Diz

    Olá, Boa tarde!
    Quero saber se tenho direito ao beneficio pois sou mae solteira e vivo com meu pai sempre vivemos de roça

    1. benjamin Diz

      Tem que dar entrada para saber.

  219. Patrícia Diz

    Oi, eu tenho os documentos necessários para dar entrada ao salário maternidade rural, no entanto, na certidão do meu filho acabou constando o meu endereço na casa do meu pai na cidade. Isso têm influência?

    1. benjamin Diz

      Não. Para receber o salário maternidade rural, o importante é você comprovar dez meses de atividade anteriores ao parto.

  220. Vanessa Diz

    Oiii meu titulo é mais novo que meu bebe tenho direito?

    1. benjamin Diz

      Para receber o salário maternidade rural, o importante é você comprovar dez meses de atividade anteriores ao parto. A Emissão do Titulo não tem influência.

  221. Claudia Diz

    Tenho comprovantes q sou lavradora como o registro de nascimento da minha filha e a declaração escolar sera q consigo a maternidade rural

    1. benjamin Diz

      Para receber o salário maternidade rural, o importante é você comprovar dez meses de atividade anteriores ao parto. Se vai ter direito ou não, só após a análise do INSS que é o responsável por isso.

  222. Graziela Diz

    Olá trabalhei de carreira assinada em 2014, 2015 sai voltei p roça. Em 2016 dei entrada no hospital la perguntaram minha profissão. ficha médica comprovando que sou lavradora serve para alguma coisa?

    1. benjamin Diz

      Sim, serve. Pode lhe ajudar a conseguir o benefício, mas vai precisar da Declaração do Sindicato dos Trabalhadores Rurais.

  223. Celio Diz

    Boa tarde, Benjamin!
    Essa comprovação de trabalho rural de 10 meses anteriores ao parto deve ser de trabalho efetivo msm? Minha dúvida é: como uma mulher vai trabalhar na roça, em pleno sol, estando gravida? N faz bem para a gravidez.
    Outra pergunta: Se a mulher trabalha na roça com seus pais, mas apenas seus pais contribuem no Sindicato, ainda assim ela terá direito à Declaração em seu nome?
    Agradeço desde já.

  224. Anônimo Diz

    Ainda sou casada,mas moro com meus pais?posso fazer o salário maternidade?dei entra no divórcio, o advogado falou q vai sair com seis meses..o q faço?

    1. benjamin Diz

      Você pode dar entrada, mas tem que apresentar documentos em seu nome para comprovar atividade rural nos 10 meses anteriores ao parto. Para maiores informações, leia este artigo:
      https://previdenciasimples.com/como-comprovar-atividade-rural-no-inss/

  225. Anny Diz

    Estou a quatro anos separada, mas ja dei a entrada pro divórcio,moro com meus pais e quero saber se posso fazer mesmo ainda estando casada?

    1. benjamin Diz

      Você pode dar entrada, mas tem que apresentar documentos em seu nome para comprovar atividade rural nos 10 meses anteriores ao parto. Para maiores informações, leia este artigo:
      https://previdenciasimples.com/como-comprovar-atividade-rural-no-inss/

  226. Anônimo Diz

    Olá,estou me divorciando ,porém já estou morando com outra pessoa a dois anos .e a moça do sindicato falou q ão posso fazer se for casada no papel pra fazer pela terra do pai do meu filho.procede?

  227. benjamin Diz

    Anônimo:

    O Sindicato pode até se negar a lhe dar a Declaração, mas o fato de você ser divorciada ou está morando com outra pessoa não interfere no direito ao salário maternidade, desde que você realmente esteja trabalhando no roça nos 10 meses anteriores ao parto. Para isso você tem que ter algum documento em seu nome, não servem os documentos em nome dos seus pais, porque você jã não vive mais com eles.

  228. Rute dos santos souza Diz

    Trabalho na Fazenda da minha bisavó tenho direito ao benefício

    1. benjamin Diz

      Se comprovar que trabalha lá há mais de dez meses antes do parto sim.

  229. Rayane Diz

    Oii Benjamim! Eu sou juntada com meu marido,nós mora na terra do meu sogro,e o documento tá no nome do meu sogro,só o talão de energia tá no nome do meu esposo,eu queria saber si eu tenho direito??

  230. Kellyi Diz

    Olá gostaria de tirar uma dúvida, tirei minha dap em 2016 porem tirei ela em uma cidade meus documentos são de outra cidade então fui no sindicato lá eles me disseram que não daria certo da entrada no meu salário maternidade,por conta disso,queria saber se isso é vrdd pois só tenho ela como prova maior no momento, pois comprova que eu trabalho na agricultura, antes da gravidez minha filha esta com três meses e eu queria muito da entrada .?

    1. benjamin Diz

      A DAP sozinha já vale como prova. Dê entrada como ela. Para maiores informações sobre a DAP, veja aqui:
      https://previdenciasimples.com/declaracao-de-aptidao-ao-pronaf-dap/

  231. Cássio Diz

    Bom dia minha prima é solteira e seu pai é assentado do INCRA a mesma terá direito ao salário maternidade?

  232. Cássio Diz

    Bom dia minha prima é mae solteira e seu pai é assentado do INCRA a mesma terá direito ao salário maternidade?

  233. juliana Diz

    Sou casada a 4 anos e meu esposo trabalha como produtor rural sou dona de casa como posso fazer para receber salario maternidade

  234. Anônimo Diz

    Como acesso no aplicativo para saber se fui beneficiada.

  235. Micaele Diz

    Sou casada no civil, tenho terra no meu nome a 6 anos , possuo itr.porém meu marido tem carteira assinada, isso pode impedir que eu tire o salario maternidade?

  236. Lucineia pratti de almeida Diz

    Bom dia ,morrei na cidade e trabalhei com carteira assinada 6 meses pedi as contas em novembro do ano passado e fui morrar com meus pais sou mãe de três filhos um de 8 e outro de 6 moram com o pai seles e em maio engravidei novamente sou mãe solteira tenho contrato com meu pai q toco meio alqueiro com ele nota de café, no endereço do sítio do meu pai .bloco de produtor rural, cartão de gestante td no endereço do sítio mas minha carteira assinada 6 meses sendo q sai em novembro interferi pra negar o salário maternidade.

  237. Dani Diz

    Boa noite
    Dei entreda. No salário maternidade meu contrato e d 2014 mas só autentiquei em abril deste ano vc acha ki tem algum problema

  238. benjamin Diz

    Dani,

    Você precisa de outros documentos para comprovar a atividade rural, pois o contrato só vale como comprovante a partir da data que foi autenticado.

Comentários estão fechados.