Educação Previdenciária de Qualidade

Dicas para ter o seu Salário Maternidade Rural Aprovado

Como conseguir o seu benefício junto ao INSS

Como ter o seu salário maternidade rural aprovado no INSS? Sabemos que muitas mamães rurais tem dificuldade em comprovar no INSS o trabalho na roca.

Para tentar ajudar essas mães a ter o seu benefício aprovado, vamos dar algumas dicas preciosas. Essas informações vão ajudar  você no momento de pedir o seu benefício.

O que é o salário maternidade rural?

O Salário Maternidade Rural ou para a Trabalhadora Rural (segurada especial) é o benefício pago pela Previdência Social através do INSS, pelo prazo 120 dias, à segurada que trabalha na atividade rural e deu a luz.

Tal benefício tem por objetivo assegurar uma maternidade tranquila, propiciando à mamãe da roça um período de adaptação à nova rotina com a chegada de um bebê.

Durante esses 120 dias, a segurada receberá uma remuneração por parte do INSS para que não precise se preocupar com nada além dos cuidados com o seu filho ou filha.

Quem tem direito ao salário maternidade rural?

Antes de tudo, é importante saber quem tem direito ao benefício de salário maternidade rural. Para ter direito a esse benefício, é necessário:

Que a pessoa trabalhe de verdade na roça. Não adianta só morar, tem que pegar no batente mesmo.

 E esse trabalho tem que ter no mínimo 10 meses antes da criança nascer.

Não pode ter empregados na roça e nem outras fontes de renda. Só mesmo a renda da produção rural ou do bolsa família.

A terra não pode ser muito grande.Tem que ser uma pequena propriedade rural, onde normalmente só trabalham as pessoas da família.

Não pode ter nenhum outro emprego e nem atividade, como vendedora de produtos ou prestadora de serviços  (costureira, cozinheira, etc).

Se você se enquadra em todas as opções acima, é bem possível que tenha direito ao salário maternidade rural.

Dicas para ter o salário maternidade rural aprovado no INSS

1- Esteja com todos os seus documentos em dia.

Veja se a sua identidade não está velha ou danificada.

Caso esteja, providencie trocar. Leve todos os seus documentos pessoais que tiver, identidade, CPF, Carteira de trabalho e Certidão de Nascimento ou casamento.

Lembre-se de levar os originais e cópias de tudo.

2- Vá no fundo do baú e busque todos aqueles papéis velhos que você acha que não servem mais pra nada.

Em algum papel desses pode estar o que você precisa para ter o seu salário maternidade rural aprovado pelo INSS.

3- Se você tiver com dificuldades de conseguir os documentos para comprovar a sua atividade rural, sugerimos que você vá na sua escola e tente pegar o seu cadastro onde está o seu endereço rural.

Peça à diretora para tirar uma cópia e autentique no cartório.

4- Você pode tentar conseguir a cópia da sua ficha de atendimento  junto à hospitais e postos de saúde.

Converse com o pessoal que trabalha nesses lugares.

Diga que o seu Salário maternidade rural só está dependente disso.

5- Quando o INSS diz que você precisa apresentar documentos que comprovem a atividade rural, quer dizer que você pode apresentar qualquer papel.

Qualquer papel velho pode ser um documento. Mas atenção: neste papel deve constar a sua profissão ou do seu familiar de lavrador ou o endereço rural.

Abaixo, postaremos os documentos que podem ser usados.

6- Caso você não tenha documentos de terra em seu próprio nome, é importante você levar a Declaração do Sindicato dos trabalhadores rurais.

Mas atenção: a Declaração sozinha não comprova a atividade.

É preciso ter algum dos papéis que falamos antes para levar junto com a Declaração do Sindicato. Para saber mais sobre a Declaração do Sindicato, clique aqui.

7- Se a terra pertencer ao seu pai/mãe, caso você seja mãe solteira e morar com eles, pode usar os documentos em nome deles para comprovar a sua atividade rural.

Se esta for a sua situação, lembre-se de levar a Certidão de Casamento dos seus pais e sua própria Certidão de Nascimento.

Nestes documentos podem ter a profissão dos seus pais e vai facilitar na aprovação do seu salário maternidade rural.

Essas foram algumas dicas importantes para que você consiga a aprovação do seu salário maternidade rural.

Se você realmente trabalha na roça há mais de dez meses antes do parto,não vai ter dificuldades em conseguir deles.

Mas de qualquer forma, se você já deu entrada e teve o seu salário maternidade rural negado pelo INSS, não se desespere.

Você ainda tem uma segunda chance e poderá ter o seu benefício aprovado no recurso. Saiba que muitas mães que tiveram benefícios negados conseguiram a aprovação através de recuro.

Para saber como entrar com recurso, clique aqui.

Vale lembrar que o INSS acabou com a entrevista rural para requerimento de benefícios.

Agora você precisa levar a Declaração de Atividade Rural já preenchida.

Para saber mais sobre essa mudança, clique aqui.

Dicas de documentos (Bônus)

Como bônus vou deixar aqui dicas de  tipos diferentes de documentos que podem ser apresentados para ter o seu salário maternidade rural aprovado.

Essas dicas são exemplos de documentos que podem ser apresentados.

 

Veja alguns documentos que o INSS aceita para comprovar atividade rural

Certidão de casamento civil ou religioso;

Certidão de união estável;

Certidão de nascimento ou de batismo dos filhos;

Certidão de tutela ou de curatela;

Procuração;

Título de eleitor ou ficha de cadastro eleitoral;

Comprovante de matrícula ou ficha de inscrição em escola, ata ou boletim escolar do trabalhador ou dos filhos;

Comprovante de recebimento de assistência ou de acompanhamento de empresa de assistência técnica e extensão rural;

Escritura pública de imóvel;

Ficha ou registro em livros de casas de saúde, hospitais, postos de saúde ou do programa dos agentes comunitários de saúde;

Carteira de vacinação;

Título de propriedade de imóvel rural;

Recibo de compra de implementos ou de insumos agrícolas;

Comprovante de empréstimo bancário para fins de atividade rural;

Ficha de inscrição ou registro sindical ou associativo junto ao sindicato de trabalhadores rurais, colônia ou associação de pescadores, produtores ou outras entidades congêneres;

Contribuição social ao sindicato de trabalhadores rurais, à colônia ou à associação de pescadores, produtores rurais ou a outras entidades congêneres;

Registro em livros de entidades religiosas, quando da participação em batismo, crisma, casamento ou em outros sacramentos;

Registro em documentos de associações de produtores rurais, comunitárias, recreativas, desportivas ou religiosas;

Para saber mais sobre como comprovar atividade rural no INSS, clique aqui.

INFORMAÇÕES IMPORTANTES:

Esse Blog não é oficial e não possui nenhum tipo de vínculo com o INSS e nem com qualquer outra Instituição Pública e nem privada.

Os artigos aqui publicados são meramente para fins de informação e de entretenimento.

Para orientações sobre casos concretos, ligue no tel 135 ou procure uma agência do INSS.

Em caso de dúvida, ligue para a central de atendimento do INSS pelo telefone 135.

O serviço está disponível de segunda a sábado das 7h às 22h (horário de Brasília).

O atendimento da Previdência Social é simples e gratuito e dispensa intermediários.

Agendamento do Salário Maternidade Rural

agendamento tem por finalidade viabilizar um atendimento mais cômodo e resolutivo para você, além de permitir às agências do INSS se planejarem para o atendimento de acordo com a força de trabalho de cada unidade.

O agendamento é um protocolo válido e garante todos os seus direitos.

Depois de agendar, lembre-se de conferir, na página do próprio serviço, a documentação que você deve levar no dia do seu atendimento. Clique Aqui para agendar.

Consultar o resultado do Benefício

Você poderá através deste link conferir o andamento do seu pedido de salário maternidade rural. Tenha em mãos todos os dados.

 

você pode gostar também
Loading...