Consultar Extrato INSS pessoa física

Veja como obter o seu extrato INSS pessoa física de maneira rápida e simples!

0

Consulta extrato INSS pessoa física

Muitos beneficiários do INSS podem se deparar com a necessidade de consultar o extrato do INSS, seja para verificar algum pagamento indevido ou apresentar o documento para transações financeiras.

Apesar de ser um documento muito utilizado e importante para os segurados, a consulta extrato INSS pessoa física pode não ser tão simples para algumas pessoas.

Vamos mostrar agora todos os detalhes de como fazer a consulta e emitir o documento para utilização.

O que é o extrato INSS

O extrato do INSS é um documento que demonstra todos os benefícios que uma pessoa recebe.

As informações que estão neste documento incluem os dados pessoais como o nome e o número do NIS, quais os benefícios que são recebidos e os valores que foram repassados durante os meses.

Onde utilizar o extrato INSS pessoa física

O extrato do INSS serve para as situações em que o beneficiário precise comprovar que está recebendo valores da Previdência Social.

Também é usado para identificar qual o valor é recebido. Em diversas ocasiões o documento pode ser solicitado. Entre elas, estão:

Como fazer a consulta do extrato

O extrato poderá ser consultado pessoalmente nas agências do INSS ou pela internet, no portal Meu INSS.

1.      Pessoalmente na agência do INSS

A consulta ao extrato diretamente na agência precisa ser agendada antecipadamente.

Acesse o Portal Meu INSS, informe seu nome e CPF e depois clique em continuar sem login. Marque a caixa de confirmação “Não sou um robô”.

Na página seguinte o interessado deve digitar a palavra “pagamento” na caixa de pesquisa e escolher o serviço “Extrato de Pagamento do INSS”.

Com o agendamento feito, é só comparecer a agência escolhida no dia e horário marcados, levando um documento de identificação com foto.

A emissão do extrato será feita na hora.

Veja como fazer um agendamento INSS

2.      Pelo portal Meu INSS.

O Portal Meu INSS, criado pelo Dataprev, é atualmente a principal forma de contato com o órgão. Por meio dele, é possível fazer diversos serviços, sem precisar comparecer às agências.

Para fazer a consulta por este sistema, acesse o site Meu INSS e faça login no sistema com seu CPF e sua senha.

Se não tiver cadastrado uma senha anteriormente, clique na opção “Cadastre-se”. Serão solicitadas algumas informações pessoais como nome, nome da mãe e CPF.

Depois serão feitas perguntas referentes às contribuições, como nome de empresas onde o cidadão trabalhou. Após o cadastro, será gerada uma senha de acesso.

No menu de serviços, que fica à esquerda no site, escolha a opção “Extrato de Pagamento de Benefício”. Será gerado o documento com as informações dos benefícios.

Este extrato poderá ser impresso, se necessário.

Veja como fazer o cadastro no Meu INSS

Extrato previdenciário (CNIS)

O extrato previdenciário do Cadastro Nacional de Informações Sociais é outro importante informativo, não só para aqueles que estão trabalhando, mas para quem pretende se aposentar e para os aposentados que continuam trabalhando.

Este documento mostra as contribuições efetuadas durante toda a vida do trabalhador, com detalhes como nome do empregador, datas de início e término da relação trabalhista e valores pagos.

O extrato previdenciário do CNIS está disponível para verificação no portal Meu INSS.

Extrato para declaração anual do Imposto de Renda

Quando tratamos da declaração anual do imposto de renda, a consulta ao extrato comum não é a melhor opção.

O INSS disponibiliza anualmente para consulta o extrato para declaração do imposto de renda, que também fica disponível no site Meu INSS.

Este é um documento bastante completo que mostrará todos os valores recebidos durante o ano, de forma resumida, facilitando o momento do preenchimento da declaração.

É sempre importante ressaltar que os aposentados e pensionistas não estão liberados do pagamento de imposto de renda.

Os aposentados que recebem por mês mais do que o limite de isenção, precisam fazer sua declaração anual. Atualmente este valor é de R$ 1.903,98 por mês.

Veja como emitir o informe de rendimentos para o IR

O que fazer se encontrar inconsistências no extrato?

Infelizmente é cada vez mais comum a ocorrência de fraudes nos benefícios do INSS.

Isso porque, com a abertura da possibilidade dos empréstimos consignados, é muito simples para que pessoas de má fé utilizem o nome de aposentados e pensionistas indevidamente.

Caso você verifique alguma informação inconsistente no seu extrato do INSS, procure imediatamente a agência da previdência social.

O INSS pode barrar o pagamento indevido de benefícios em seu nome, e fará investigações sobe o problema.

O que fazer se o INSS pagar um valor a maior?

O INSS é responsável pelo pagamento de milhões de benefícios todos os meses. Não é incomum que pagamentos sejam feitos indevidamente.

Caso você receba um valor que não solicitou, procure o INSS e devolva a quantia. Esta é a forma mais segura e correta de agir.

O INSS pode cobrar na justiça valores recebidos indevidamente, se ficar comprovado que o beneficiário agiu de má fé ao receber os valores.

A consulta extrato INSS pessoa física é de extrema importância para os aposentados e pensionistas. Acompanhe sempre os pagamentos efetuados, para saber com antecedência sobre problemas e valores incorretos.

Fazendo o acompanhamento é possível evitar problemas com o INSS, e também identificar fraudes que podem lesar o aposentado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência de navegação. AceitarMais Informações