Educação Previdenciária de Qualidade

Como Recuperar a Qualidade de Segurada do INSS

Saiba o que é preciso fazer para ter Direito ao Salário Maternidade

Atenção: as regras para recuperar a qualidade de segurada no INSS mudaram em 18/01/2019. Clique no link para saber como ficou agora!

Portanto, as regras que constavam neste artigo não valem mais.  O site Previdência Simples tem o compromisso de manter os leitores atualizados sobre todas as mudanças ocorridas no INSS.

Recuperar a qualidade de segurada do INSS  é um tema que causa muitas dúvidas entre as mamães que estão esperando um filho.

Algumas futuras mamães já contribuíram com o INSS no passado. Mas por algum motivo não estão mais contribuindo há algum tempo.

Assim surge a dúvida: é possível voltar a pagar mesmo depois de descobrir a gravidez e ter direito ao salário maternidade?

Se essa é a sua situação, continue lendo esse artigo. Aqui vamos explicar o que você precisa saber sobre recuperar a qualidade de segura e ter direito ao salário maternidade.

Caso você tenha dúvidas se já perdeu ou não a qualidade de segurada do INSS, veja o artigo onde explicamos o que é período de graça e até quando você pode requerer benefícios do INSS sem contribuir. Acesse aqui.

Muitas pessoas deixam de contribuir com o INSS quando saem do seu emprego. Outras começam a pagar o carnê do INSS mas não dão continuidade.

E tem ainda aquelas que se inscreveram no programa MEI, mas também pararam de pagar a Guia DASMEI.

Isso é natural, afinal, vivemos em um país que não nos oferece condições financeiras para contribuir com o INSS.

Talvez você tenha passado uma situação financeira difícil. Sobretudo se perdeu o seu emprego e engravidou logo em seguida.

Sabemos que a chegada de um bebê trás muitas despesas. São fraldas descartáveis, enxoval, leite e muito acessórios.

Então receber um valor de salário maternidade pode ajudar, e muito, num momento tão delicado.
Como recuperar a Qualidade de Segurada do INSS para o Salário Maternidade
Recuperar a Qualidade de Segurada do INSS

Quem nunca contribuiu com o INSS

Inicialmente, é importante você saber que para receber o salário maternidade é necessário estar contribuindo ou já ter contribuído com o INSS.

QUEM nunca contribuiu e vai começar a pagar depois de grávida não vai ter direito. Isso porque o INSS exige um mínimo de dez contribuições antes do parto para autônoma.

Infelizmente, mesmo para quem já contribuiu antes, a partir de 18/01/19 não é mais possível pagar o INSS depois de grávida para recuperar a qualidade de segurada.

A partir de agora, quando houver perda da qualidade de segurada, é preciso contar com 10 contribuições antes do parto para recuperar a qualidade.

A não ser que essa pessoa consiga um emprego de  carteira assinada depois de grávida, algo bastante difícil de conseguir. Para o empregado, não existe carência.

Leia Também:

Recuperar a Qualidade de Segurada do INSS

Se você já contribuiu com o INSS antes de ficar grávida, suas chances de ter direito ao salário maternidade aumentam bastante.

Mesmo que já tenha muito tempo que você realizou as contribuições, você poderá usá-las agora para completar as dez contribuições necessárias.

Atenção: as regras para recuperar a qualidade de segurada no INSS mudaram em 18/01/2019. Clique no link para saber como ficou agora!

Mas para conseguir Isso, você deverá se enquadrar nas regras:

  1. A gravidez tem que estar no máximo no quarto mês.
  2. Você já deve ter pelo menos 5 contribuições antes da gravidez.
  3. Você precisa totalizar 10 contribuições antes do dia do parto.

Vamos explicar detalhadamente cada regra dessa para que você entenda muito bem como fazer para recuperar a qualidade de segurada.

A gravidez tem que estar no máximo no quarto mês

Para você ter alguma chance de recuperar a qualidade de segurada do INSS, sua gravidez não pode estar do quinto mês em diante.

Isso porque não daria tempo de você completar 10 contribuições, somando as antigas, antes da data do parto.

Portanto, se você está no quarto mês de gravidez ou antes, procure o mais rápido possível uma forma de voltar a contribuir.

Você deve ter pelo menos 5 contribuições no passado

Não importa se já faz muito tempo que você trabalhou de Carteira, pagou o carnê ou o MEI.

Aqui o que importa é ter pago pelo menos 5 contribuições, que somadas as que você fará antes do parto, vão totalizar as 10 contribuições necessárias.

Então mesmo após ter perdido a qualidade de segurada há muito tempo, você ainda poderá ter direito ao salário maternidade.

Totalizando dez contribuições antes do parto

Essa é a consequência das outras duas. Se você já tinha 5 ou mais contribuições antes do parto e voltou a contribuir pelo menos no quarto mês de gestação.

Você vai totalizar 10 contribuições antes do parto. Assim, vai ter direito ao benefício.

Cinco contribuições antes do parto

A regra vigente atualmente para recuperar a qualidade de segurada do INSS é de cinco contribuições antes do parto.

Essa regra sofreu diversas modificações nos últimos três anos. Inicialmente era três meses. Por um certo período, ficou em dez, por último veio para cinco.

Com tantas alterações na lei, é natural que as pessoas fiquem um pouco confusas.

Recuperando a Qualidade de Segurada
Salário Maternidade

Como voltar a contribuir com o INSS para Recuperar a Qualidade de Segurada

Se você se enquadrar em todas as situações acima e quer voltar a contribuir com o INSS existem diversas formas.

A menos burocrática é pagar o carnê do INSS. Esse carnê poderá ser comprado em qualquer papelaria e o seu o preenchimento é bem simples. Veja aqui dicas de como contribuir com o INSS.

Caso voce trabalhe em alguma atividade por conta própria,  você tem ainda a opções de abrir uma Microempresa através do programa MEI.

Essa forma de contribuir é bem mais barata, porém mais burocrática para fazer o cadastro. Para saber mais sobre como se inscrever no programa MEI, veja aqui.

De qualquer das formas que você escolher, o importante é pagar cinco contribuições antes do parto e recuperar a qualidade de segurada. Assim, você vai receber o seu  benefício sem problemas.

Importante

Esse artigo foi escrito tomando por base a Lei 8213, art. 27 A. Se quiser, pode conferir.

Atenção: as regras para recuperar a qualidade de segurada no INSS mudaram em 18/01/2019. Clique no link para saber como ficou agora!

você pode gostar também
75 Comentários
  1. Bruna Bezerra Diz

    Boa tarde! Muito bom o artigo!
    Tenho uma dúvida: estou gravida de 3 meses e meio e pretendo abrir o MEI. Trabahei entre 2012 e 2016 de carteira assinada. Os meses restantes poderão ser somados desse período? Poderei ter direito ao salário maternidade?Obrigada.

    1. benjamin Diz

      Bruna,
      Faça o MEI o quando antes. Poderá somar sim, mas tem que pagar a guia antes do quinto mês de gestação.

  2. Patricia Diz

    Trabalhei 3 meses de carteira assinada depois abri o MEI paguei 1 ano mas não na data certa do vencimento e depois parei …. ai aí qdo a menina tinha 3 anos pedi o salário maternidade recebi tudo de uma vez e agora tô grávida quase de 2 meses e não paguei mais será q tenho direito de receber

    1. Simone Diz

      Tem sim pq e descontado de seu salario maternidade a % pro inss assim passando vc ter mas 1 ano de assegurada se seu bebê nasceu antes de completar 1 ano q recebeu salario maternidade vc tem direito

    2. Tatiane Silva Diz

      Trabalhei de carteira assinada até outubro de 2016, em abril de 2017 abri o MEI e paguei a primeiro primeiro mês.
      Vou ganhar bebê em Fevereiro de 2019 na última semana do mês.
      Eu consigo o auxílio maternidade?

      1. benjamin Diz

        Acredito que não seu caso não tenha direito e nem da mais tempo pagar. No entanto, para uma resposta oficial, procure pessoalmente o INSS ou ligue no 135.

  3. Edsamaila Diz

    Boa Tarde, sou contribuinte do MEI desde julho de 2017, porém em 2017 ficaram duas parcelas em atraso, e as do ano de 2018 paguei a de novembro, as anteriores estão em atraso.
    Se eu quitar as anteriores eu consigo o salário maternidade?
    ocorre que estou no 5 mês de gestação.
    Desde já, obrigada!

    1. benjamin Diz

      Procure pessoalmente uma agência do INSS para ver a sua situação.

  4. Ana Diz

    Bom dia, era contribuinte do MEI até outubro de 2017( porém as parcelas estão em atraso), meu parto foi em outubro de 2018. Se eu pagar essas parcelas , consigo receber o auxílio maternidade?

    1. benjamin Diz

      Procure pessoalmente uma agência do INSS para esclarecer sua dúvida.

  5. Elian Diz

    tem que ser 5 parcelas e for mais tem algum problema?

  6. Lucilene Diz

    Olá tenho uma filha de 4anos e meio recebi o salário maternidade qdo tive ela pelo mei e agora estou grávida de 7meses se eu pagar as guias que o INSS pede que e 10 eu terei direto me dê uma luz

  7. Francielle Diz

    Olá,
    estou no sexto mês de gestação, meu bebê e para dia 2 de fevereiro de 2018,
    abri um mei em janeiro de 2017 e paguei a primeira parcela, depois só paguei em 2018 uma no meio do ano e agora as de nov e dez de 2018 e Jan de 2019.
    trabalhei de carteira assinada
    de abril de 2018 a fevereiro de 2009 -10 meses
    junho de 2011 a novembro de 2012 – 17 meses
    outubro de 2013 a setembro de 2015- 23 me se sendo que nesse último recebi o auxílio maternidade de de maio a setembro

    O que faço em relação às parcelas do mei para conseguir o benefício novamente?

    Obrigada pela atencao

    1. benjamin Diz

      Francielle,
      Se você pagou a do meio do ano em dia, poderá ter direito sim, mas é importante que pague todas, mesmo em atraso a partir disso. Ou seja: se você pagou a de 06/2018 em dia, pague também a 07/2018, 08/2018, 09/2018 e 10/2018 (que nem venceu ainda), e continue pagando as demais até o mês do parto. Assim, você poderá receber o salário maternidade. Agora se você não pagou em dia a que diz ter pago no meio do ano, fica um pouco difícil sua situação.

  8. Thais Sararoli Diz

    Boa tarde. Estou de 8 meses. Abri MEI em fevereiro (ainda não estava gravida) e só agora (hoje) consegui pagar as guias que estavam em atraso (todas). Agora estão todas em dia. Consigo adquirir o salario maternidade?

    1. benjamin Diz

      Thais, recolhimentos em atraso não geram direito ao benefício. De qualquer forma, após o nascimento da criança dê entrada no INSS para receber uma resposta oficial.

  9. Thais Sararoli Diz

    Boa tarde. Estou de 8 meses. Abri MEI em fevereiro/2018 (ainda não estava gravida) e só agora (hoje) consegui pagar as guias que estavam em atraso (todas). Agora estão todas em dia. Consigo adquirir o salario maternidade? Porem sempre trabalhei de carteira assinada, finalizando esse vinculo em dezembro/2017.

    1. benjamin Diz

      Você poderá ter direito ao Salario maternidade como desempregada, pois o parto vai ocorrer no seu período de graça. Como MEi não vai ter direito, pois contribuições pagas em atraso não contam pra carência.

  10. Lizandra Diz

    Boa tarde.
    Estou no quinto mês de gestação. Trabalhei com a carteira assinada de fevereiro de 2008 a maio de 2013 (cinco anos) e em março de 2016 abri MEI, no entanto fiz o primeiro recolhimento do DAS em abril de 2017 (o pagamento foi feito em 20/04/17, referente a competência de março, ou seja, foi pago em dia), e então parei de recolher. Passei a efetuar novamente os pagamentos a partir de setembro de 2018, sendo que os meses anteriores continuam em aberto, estou pagando os atrasados aos poucos. Terei direito ao salário-maternidade se continuar efetuando os pagamentos até março/2019 (mês do nascimento do bebê)?

    Grata,
    Lizandra.

    1. benjamin Diz

      Lizandra, pague certinho até o mês de nascimento que você vai recuperar a qualidade de segurada e ter direito ao benefício sim.

      1. Lizandra Diz

        Certo. Muito obrigada.

  11. Patrícia Diz

    Tenho dúvidas parceladas do mei ,tô com três do início de 2018 pagas mais paguei atrasadas meu bebê nasce em março tenho direito ao auxílio maternidade,

  12. Anônimo Diz

    Boa tarde faz mais de dois anos que não trabalho de carteira assinada e no começo do ano assinei a carteira e contribui por 8 meses tenho direito a volta a período de graça para receber auxílio maternidade ?

    1. benjamin Diz

      Tem que saber qual foi o último mês que você trabalhou de carteira assinada e qual o mês de previsão do parto.

  13. Ana caroline Diz

    Estou no oitavo mes de gestaçao… Tenho 13 contribuições. . dez/15 a jan/17… Dai parei de trabalhar.. Tem algo q eu possa fazer para receber o salario maternidade??

    1. benjamin Diz

      Ana Caroline,

      Se você tiver recebido seguro-desemprego vai ter direito. Se não recebeu, nada mais poderá ser feito.

  14. Amanda Diz

    Quando descobri minha gestação já estava fora do período de graça. Ocorre que conforme me informei em uma agência da previdência social, poderia fazer o pagamento de 5 parcelas do INSS e somado as contribuições que eu já havia realizado quando trabalhei de carteira assinada poderia receber o salário maternidade. Foi o que fiz. Paguei durante minha gravidez, mas após o nascimento da minha filha, ao solicitar o salário maternidade o pedido foi indeferido. Eles alegaram que não tenho qualidade de segurada. O que devo fazer?

    1. benjamin Diz

      Amanda, você poderá entrar com recurso contra essa decisão. Veja como fazer o procedimento: https://previdenciasimples.com/como-entrar-com-recurso-no-inss/

  15. samia Diz

    olá, minha ultima contribuição foi em 01/2016, porém minha filha nasceu em 11/2017, tenho mais de 50 contribuições anteriores, tenho direito a receber salario maternidade?

    1. benjamin Diz

      Samia,

      Tem direito se houver recebido seguro desemprego quando saiu da empresa. Se não recebeu não tem direito.

  16. Mariana Munhoz Diz

    Boa tarde!
    Trabalhei de março/2016 até out/2017. Se eu contribuir com o inss no mês de nov/2018 terei direito a licença maternidade? Meu filho está previsto para nascer em dez/18.
    A contribuição poderia ser por mei?
    Liguei no inss e me informaram que só teria direito até out/18.

    1. Mariana munhoz Diz

      Não recebi seguro desemprego pois exonerei o cargo

    2. benjamin Diz

      Mariana,
      Se você fizer a contribuição do mês de Novembro em dia, até 15/12/18, vai ter direito sim, sem dúvida. Pode ser como MEI, sem problema nenhum. Mas lembre-se que o MEI não pode contribuir a partir do mês do parto.

  17. Marcela leite Diz

    Olá, estou grávida de 2 meses e meio, sou Mei, porém o fiz em 2015 paguei 2 DAS e não paguei mais. Voltei a pagar agora novembro/18, em dia. Minha filha nasce em junho/2019. Terei direito ao benefício ao salário maternidade?

    1. benjamin Diz

      Bem provável que tenha direito sim. É importante você pagar o mês de junho antes do parto.

  18. Rachel Grossi Diz

    Olá ,estou grávida de 2 meses e meio tbm.. porém tive uma filha em 2014 e trabalhava de carteira assinada..recebi a licença maternidade ..voltei a trabalhar e pediu demissão em abril de 2015…
    Tenho mais de 5 anos de contribuição de carteira assinada..
    Parei em abril de 2015 e mão paguei mais nada.. se eu abrir o mei agora é contribuir até meu bebê nascer (que vai ser em julho de 2019 ) sera que tenho direito ao salário maternidade??

    1. benjamin Diz

      Rachel,
      Vai ter direito sim. Pode abrir o MEI.

  19. Jeniffer Diz

    Olá, estou grávida de 6 meses. Abri o Mei em julho deste ano e estou contribuindo sempre em dia. Já trabalhei com carteira assinada .. numa empresa por quase 5 anos e no último emprego fiquei 5 meses, parando de contribuir no ano de 2016. E voltando a contribuir agora. Minha bebê nasce em março de 2019. Gostaria de saber se terei direito a receber o auxílio. Desde já obrigada.

    1. benjamin Diz

      Jeniffer,

      Se pagou em dia a primeira, vai ter direito sim, pois haverá a recuperação da qualidade de segurada para receber o salário maternidade na condição de MEI.

      1. Jeniffer Diz

        Ok. Muito obrigada pelo esclarecimento. Devo solicitar o auxílio somente depois que ganhar a minha bebê?

        1. benjamin Diz

          Exatamente!

  20. David Diz

    Boa noite !

    Minha esposa paga o DAS há 20 meses, porém em alguns meses o pagamento não foi realizado exatamente no mesmo dia do vencimento, em alguns meses aconteceu do pagamento ser realizado até 10 dias após o vencimento, verificamos no extrato em 2018 temos 7 parcelas pagas no dia ou antes do vencimento, gostaria de saber se ela possuirá direito ao auxilio maternidade, a previsão é do nosso bebe nascer no final de fevereiro.

    Obs: Vale ressaltar que minha esposa também possui um emprego formal com carteira assinada e teoricamente contribui mensalmente duas vezes com a previdência social (Emprego formal e pagamento DAS MEI)

    Obrigado !

    1. benjamin Diz

      David,
      Nestes casos, o mais importante é que a primeira contribuição tenha sido paga em dia. Ela precisa ter pago 10 contribuições antes do parto, contadas a partir da primeira paga em dia. As seguintes não tem problema atrasar.

  21. Mirian Diz

    Ola. Tenho uma duvida, trabalhei de carteira assinada em 2017, sai da empresa em outubro no mesmo ano. Fiquei na carencia do INSS até outubro de 2018. No mesmo mês q acabou a carencia comessei a pagar o MEI. Mais descobri que tava grávida de 2 meses. Tenho direito ao salario maternidade?

    1. benjamin Diz

      Mirian,

      Tem direito sim.

  22. Angela Oliveira Diz

    Olá, gostaria de tirar uma dúvida. No meu último emprego trabalhei durante 2 anos e 8 meses, engravidei e usufrui do auxílio maternidade pago pela empresa e quando chegou a data de retornar ao trabalho eu pedi demissão, isso foi em Mar/2018. Desde então não contribui mais e agora estou no meu segundo mês de gestação. Se eu começar a pagar os carnês agora, terei o direito ao salário maternidade, mesmo já tendo recebido na primeira gestação?

    1. benjamin Diz

      Angela,
      Se começar a pagar vai ter direito sim. O fato de ter recebido na última gestação não vai atrapalhar em nada. Pode começar a contribuir. Se quiser mais informações sobre como contribuir para o INSS, veja o nosso artigo:
      https://previdenciasimples.com/como-contribuir-para-o-inss/

      1. Angela Oliveira Diz

        Muito obrigada por seu retorno! Vou ler o artigo e começar a pagar já!

  23. Fernanda Diz

    Olá
    Trabalhei de carteira assinada de julho/17 a novembro/17. Estou com um mês de gravidez gostaria de saber se tenho direito de receber?

    1. benjamin Diz

      Fernanda,

      Para ter direito, você precisa voltar a contribuir, pois houve a perda qualidade de segurada. Veja aqui neste artigo como contribuir para o INSS:
      https://previdenciasimples.com/como-contribuir-para-o-inss/

  24. Guilherme Diz

    Bom dia, Minha esposa esta indo para 10 semana de gravidez, ela tem MEI desde 2014, pagamentos maioria das vezes foram depois do vencimento, pagamos umas 2 a 3 vezes em dia. pagamos o mei dela de 10/2014 a 01/2016 que deu entorno de umas 14 a 20 pagamentos. está pendente de pagamento de 02/2016 até dias atuas, que irei começar a pagar novamente agora esse mês, ela tem direito a seguro maternidade?

    1. benjamin Diz

      Guilherme,
      Caso a competência 12/2018 que vence em 20/01/19 seja paga em dia, ela poderá ter direito sim, desde que continue pagando em dia.

  25. Paula Ol. Diz

    Trabalhei até março de 2014 com carteira assinada e recebi seguro desemprego.Mas já não sou mais segurado do inss pois não contribui desde então. Agora estou grávida de 3 meses quase completando 4 meses e me inscrevi no Mei..se eu começar a pagar agora eu consigo receber o auxílio maternidade ..meu bebê está previsto para nascer em 29/06/2019.

    1. benjamin Diz

      Sim. Mas a primeira tem que ser paga rigorosamente em dia.

  26. Aline Diz

    Boa tarde trabalhei de carteira assinada de 2014 a julho de 2017 recebir seguro desemprego estou grávida e esta previsto o parto para agosto de 2019 tenho direito ao auxílio maternidade?

  27. Jessica Diz

    Perdi a qualidade de segurada…
    A data prevista pro bebê nascer é 25 de maio 2019
    Será tenho chances de recuperar e receber auxílio maternidade?
    Caso eu registre minha carteira aí dá esse mês
    Tenho direito ou tem carência pra conseguir?

    1. benjamin Diz

      Jessica,

      Ainda dá tempo voltar a contribuir como autônoma para ter direito. Se conseguir um emprego registrado, também poderá ter direito, mas nesse caso é o empregador quem vai pagar o benefício.

  28. Maia Diz

    Trabalhei 3 meses, contrato de esperiencia venceu e não foi renovado. Última contribuição em julho de 2018. Estou grávida de 4 meses. Se eu pagar o carne até o nascimento tenho direito ao salário maternidade?

    1. benjamin Diz

      Maia,

      Vai depender se vai dar 10 contribuições ao todo, incluindo os meses de trabalho anterior. Se der, tem direito sim.

  29. Deborah Diz

    Bom dia! Tenho mei a um ano e um mês os três primeiros meses paguei em dia os demais atrasado, mas agora está tudo em dia vou ter meu bebê em março será que tenho direito de receber o auxílio maternidade?

    1. benjamin Diz

      Deborah,
      Assim, sem fazer uma analise detalhada, fica difícil dizer. Mas é bem provável que tenha direito. A única coisa que podemos sugerir é que você continue efetudando as contribuições até o parto. Após o parto não faça mais o pagamento, pois ele será descontado no benefício.

  30. Any Kelly Diz

    Bom dia! Minha ultima contribuição para o inss foi junho de 2016, estou no sexto mes de gestação se eu voltar a pagar terei direito ao salario maternidade, meu bb vai nascer no final de abril 2019?

    1. benjamin Diz

      Any,

      Infelizmente não dá mais tempo recuperar a qualidade de segurada, pois teriam que ser pagas cinco contribuições antes do parto.

  31. Bruna Diz

    Boa noite. Trabalhei registrada até 11/01/2017 (período que conta como dispensa na carteira após o aviso prévio), no site meu INSS a última contribuição consta como dezembro de 2017. Terei o bebê agora dia 21/01/2019, não recebi seguro desemprego. Ainda consigo entrar como segurada? Caso não existe a possibilidade de antecipar as guias antes do parto para conseguir receber o seguro?

    1. benjamin Diz

      Bruna,
      não entendi o seu caso. Se você foi dispensada em 11/01/17, como é que a última contribuição foi em 12/2017? Você mesma quem fez essas contribuições?

  32. Vivine Ferraz de Sousa Prates Diz

    Boa noite.

    Abri o meu mei em Dezembro de 2016.
    Paguei Dezembro 2016, Jan 2017, fev 2017, março 2017, abril 2017, maio 2017, junho 2017, julho 2017, agosto 2017 e setembro 2017, daí em diante não paguei mais nenhuma, o ano de 2018 está todo sem pagar, e eu estou grávida, meu bêbê está pra nascer em início de maio 2019. Lembro-me que dessas parcelas que paguei em 2016/2017, umas 5 foram pagas em dia, o restante podem ter sido pagas em atraso.

    Eu consigo salário maternidade, mesmo estando com 1 ano em atraso?

    Caso eu tenha perdido meu direito, tenho ainda 6 parcelas de 2019 em que posso pagar em dia, até o dia do parto. Isso me ajudaria a ter de volta o meu direito, caso eu tenha perdido?

    Obrigada desde já.

    1. benjamin Diz

      Viviane,

      Retome imediatamente os recolhimentos para ter direito. É necessário que você pague cinco meses EM DIA antes do parto, mesmo que seja em outra categoria. Se quises e tiver condições,poderá colocar o MEI em dia pagando todas as atrasadas, masse não tiver como, pode pagar o carnê em outra categoria que você vai ter direito sim. Só não pode é ficar sem pagar os próximos meses.

  33. fernanda Diz

    BOA TARDE,EU CONTRIBUI ANTES DA GESTAÇÃO POREM NÃO DEI ENTRADA NA LICENÇA PORQUE TIVE PROBLEMAS DE SAUDE ,SÓ QUE DEPOIS DA GESTAÇÃO TERMINEI NÃO CONTRIBUINDO E HOJE MINHA FILHA VAI FAZER 2 ANOS E VOLTEI A CONTRIBUIR,GOSTARIA DE SABER SE AINDA TENHO DIREITO?LI QUE PODERIA DAR ENTRADA ATÉ 5 ANOS ESTÁ CORRETO?

    1. natalia Diz

      tenho apenas um mês de registro em carteira (janeiro de 2018), perdi a qualidade de segurada. Estou gravida previsão de nascimento maio/2019, se voltar a contribuir agora cinco parcelas terei direito ao benefício?

      1. benjamin Diz

        Natalia,
        Houve uma mudança na Lei no dia 18/01/2019. A partir de agora, quem perdeu a qualidade de segurado só terá direito só voltar a contribuir por 10 meses antes do parto. Logo estaremos atualizando este artigo. Para mais detalhes sobre as mudança, veja aqui:
        http://www.previdencia.gov.br/2019/01/medida-provisoria-combate-fraudes-e-melhora-a-qualidade-dos-gastos-na-previdencia/

    2. benjamin Diz

      Fernanda,
      Houve uma mudança na lei sexta-feira (18/01/19). O prazo mudou para 180 dias após o parto. Se não der entrada neste prazo, perdeu o direito. Veja os detalhes aqui:
      http://www.previdencia.gov.br/2019/01/medida-provisoria-combate-fraudes-e-melhora-a-qualidade-dos-gastos-na-previdencia/

  34. Cláudia Rocha Diz

    Oi gostaria de saber se eu pagar as contribuições atrasada tenho direito ao salário maternidade

    1. benjamin Diz

      Claudia,
      Infelizmente não.

  35. Julia Diz

    Boa tarde eu trabalhei de 14/12/17 a 1/10/18 de carteira assinada, agora estou grávida de 8meses , pedi demissão pois não estava aguentando mais trabalhar, tenho direito ??

    1. benjamin Diz

      Julia,

      Tem direito sim.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.