Educação Previdenciária de Qualidade

Valor do Auxílio Doença: Quanto vou Receber?

Veja como é feito o cálculo do valor do auxílio-doença

Saber o valor do Auxílio doença é uma dúvida muito comum entre aqueles que estão prestes a requerer o benefício.

Afinal, é a renda dos próximos meses, e saber o valor para adequar aos gastos mensais é uma necessidade básica.

Vamos conhecer um pouquinho mais sobre este importante benefício previdenciário?

Valor do Auxílio Doença: Como é Feito o Cálculo?

O Auxílio-Doença é calculado com base no valor das contribuições feitas pelo segurado, levando em conta o seu salário de benefício.

Para saber o valor do seu salário de benefício, o INSS faz uma média das 80% maiores contribuições desde julho de 1994 até a última remuneração.

Essa média é o seu salário de benefício.

Muitos beneficiários criam a expectativa de que irão receber o mesmo valor que o salário que recebem quando estão trabalhando.

Contudo, esta informação é falsa.

Como se pode observar, ao calcular a média, o valor do benefício sempre poderá vir abaixo daquilo que o empregado normalmente recebia a título de salário.

Ok.

Mas e como eu faço esse bendito cálculo?

Vamos lá.

1º Passo

Calcular o valor do seu salário de benefício, conforme foi orientado acima.

Você deverá consultar o seu contracheque, e verificar os valores pagos mês a mês ou ainda pode utilizar o extrato do CNIS.

2º Passo

O valor da média você irá multiplicar por 0,91 ou 91%.

Se esse valor for superior à média das 12 últimas contribuições, ele será limitado a média das últimas doze contribuições.

Ou seja, o valor do auxílio doença não pode ser superior à média das 12 últimas contribuições realizadas pelo segurado.

O que é Auxílio-Doença?

O Auxílio-Doença é o benefício previdenciário concedido àqueles que demonstrem alguma incapacidade ao trabalho, em decorrência de acidente ou doença.

Esta incapacidade é aferida por meio de perícia médica, onde o perito irá analisar o beneficiário.

Além disso, ele deve atender os requisitos necessários para o requerimento.

Além dos empregos, as pessoas que contribuem como MEI e os Trabalhadores Rurais também fazem jus a este benefício.

Para maiores informações sobre o Auxílio doença MEI clique no link.

Para maiores informações sobre o Auxílio doença do Trabalhador Rural clique no link.

Quais os requisitos para requerer o Auxílio-Doença?

Um dos principais requisitos é a carência de 12 contribuições, além da qualidade de segurado.

A comprovação da incapacidade perante perícia médica, e no caso de trabalhador, estar afastado por mais 15 dias do trabalho.

Qual o procedimento e a documentação necessária para fazer o requerimento?

Você deve inicialmente agendar na Previdência através do número 135 ou pelo Site do INSS.

Lembrando que as agências do INSS não fazem agendamento, nem mesmo se a pessoa for lá pessoalmente.

No dia agendado, deverá comparecer com a documentação correta para análise.

Os documentos que deverão ser levados na ocasião são:

  • Documento oficial com foto
  • Número do CPF
  • Documentos que comprovem o pagamento do INSS (Como Carteira de Trabalho, Carnês)
  • Documentos que atestem sua situação de saúde, como atestados médicos, exames, relatórios médicos, recibos de medicamento, laudos e outros. Tudo o que comprove sua situação. Estes documentos serão analisados pelo perito

Já no caso de empregado, este deverá comparecer obrigatoriamente com uma declaração devidamente assinada e carimbada, constatando o último dia de trabalho.

Bem como, deverá estar de posse da CAT (Comunicação de Acidente de Trabalho).

Se a sua empresa não forneceu, requeira junto ao RH o documento, uma vez que ele é crucial para comprovar sua condição de acidentado, e como documento perante os órgãos públicos.

No caso de você ser um segurado especial, leve os documentos que comprovem esta condição de trabalhador rural, pescador, lavrador ou outro.

Considerações finais

O valor do auxílio-doença é uma informação muito importante.

Sobretudo para aquele que se encontra em uma situação de necessidade muito grande.

E naqueles casos em que esta é a única fonte de renda do beneficiário.

Ter conhecimento do valor que irá ganhar é importante para a pessoa se programe para quitar suas dívidas de forma tranquila.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.