Diabetes Aposenta?

Se você ou algum familiar sofre com a diabetes e quer saber sobre a possibilidade de aposentadoria em decorrência desta enfermidade, veja este artigo e tire todas as suas dúvidas!

0

Afinal, Diabetes aposenta?

Uma dúvida muito recorrente entre algumas pessoas é se a diabetes aposenta.

Doença que atinge mais de 16 milhões de brasileiros, a diabetes tem se tornado comum, e o que mais assusta é que tem atingido, sobretudo os mais jovens.

Com isso, não podemos mais ficar com aquela ideia de que ela é uma doença que abarca apenas as pessoas mais velhas.

E a população tem, de uma forma ou de outra, sentido esse aumento gradativo, o que tem feito com que algumas pessoas mudassem determinados hábitos.

Se você tem diabetes, e não sabe se tem direito a se aposentar, fique com a gente até o final deste artigo que explicamos tudinho.

É verdade que diabetes aposenta?

Mas então, diabetes aposenta ou não?

Sim se você está acometido da doença, você pode vir a se aposentar por invalidez.

Contudo, não basta pura e simplesmente ter a doença.

Você deve comprovar que ela o impede para o trabalho, e que você não tem mais condições de laborar.
Nos primeiros 15 dias de afastamento, a responsabilidade é do empregador em arcar com o afastamento.

A partir disso, demonstrar a incapacidade é muito importante para que você tenha o seu benefício deferido pelo INSS.

Aos ser constatado que a pessoa tem diabetes, e está impossibilitada de dar continuidade às atividades laborais, esta deverá ser aposentada por invalidez.

Em muitos casos pode haver um afastamento prévio recebendo auxílio doença.

Neste período ainda restará uma dúvida sobre a incapacidade total, sendo imprescindível para o deferimento ou não do benefício.

O que é a diabetes?

Diabetes Aposenta?
Imagem licenciada stockunlimited

A diabetes é uma doença crônica, que atinge uma grande parcela da população brasileira.

Caracterizada por uma elevada quantidade da glicose no sangue, desencadeada pela dificuldade do pâncreas em produzir insulina.

No diabetes, o corpo pode não produzir insulina, o hormônio que controla os níveis de açúcar no sangue (glicemia), ou não consegue utilizá-la de forma eficiente. O tipo 1 é autoimune, em que o pâncreas, responsável pela produção de insulina, não produz o hormônio, ou o faz em quantidade insuficiente. Surge, geralmente, na infância ou na adolescência.

Já o tipo 2 é quando o organismo não consegue usar adequadamente a insulina que produz, ou não produz o suficiente para controlar a taxa de açúcar no sangue. Esse tipo está relacionado ao excesso de peso e à obesidade e costuma aparecer na idade adulta.

Quais as espécies de diabetes?

Muitas pessoas desconhecem, mas existem duas espécies de diabetes.

A diabetes tipo 1 e a diabetes tipo 2.

A do tipo 1 é aquela que tem uma incidência maior entre crianças e adolescentes, podendo ocorrer também com adultos, e é considerada uma doença autoimune.

Já a diabetes do tipo 2 é aquela que destacamos acima, em que o organismo não tem condições de produzir a insulina necessária.

Veja no quatro abaixo as diferenças entre os tipos de diabetes:

Como faço para conseguir me aposentar em decorrência da diabetes?

Como qualquer beneficiário do INSS, você terá que agendar uma visita em uma das agências para levar a documentação para análise, e marcar perícia.

O agendamento é feito por telefone no número 135, onde um servidor irá lhe informar a data e horário para comparecer no órgão.

Se você preferir marcar a sua perícia pela Internet, clique no link e veja o nosso tutorial completo.

Todos os diabeticos podem se aposentar?

Dese já, é importante você saber que o direito ao benefício é avaliado pela limitação que ela provoca na capacidade de trabalho do segurado.

Ou seja, não é o simples fato de ser diagnósticado com diabetes que vai garantir automaticamente o direito a uma prestação, seja auxílio doença ou aposentadoria por invalidez.

O que os peritos do INSS avaliam efetivamente é se a doença, seja ela diabetes ou qualquer outra, interfere na capacidade de produção da pessoa, a ponto de lhe impedir de exercer a sua profissão.

Na maioria dos casos, os diabeticos que estão em tratamento e não apresentam sintomas graves da doença podem exercer normalmente o seu trabalho.

O afastamento só vai ocorrer mesmo no caso de uma orientação médica nesse sentido.

Então antes de solicitar uma perícia no INSS, converse com o seu médico particular ou do SUS e veja se o afastamento do trabalho por conta da diabetes é realmente necessário neste momento.

A importância da contribuição

Para requerer aposentadoria por invalidez em decorrência de diabetes, você deve ter contribuído por 12 meses para o INSS.

Por isso é muito importante levar sua carteira de trabalho no dia em que agendar no órgão.

As contribuições ao Instituto podem se dar de diversas maneiras. Por exemplo, se você for empregado, a sua contribuição é descontada diretamente do seu salário.

Se você é autônomo, ou seja, trabalha por conta própria, você mesmo é quem precisa fazer as suas contribuições individuais.

No caso de pessoas que não possuem nenhum tipo de atividade, podem contribuir como segurados facultativos do INSS.

Por fim, existem os trabalhadores rurais que se enquadram como segurados especiais do INSS, que para receber os benefícios basta apenas comprovar atividade rural.

Documentos necessários

Quando você comparecer a uma agência do INSS deverá estar portando a documentação completa para análise.

Você deverá estar em mão com o original e cópia do seu RG e CPF, Carteira de Trabalho, além de portar o seu PIS/PASEP.

Além destes documentos que são os mais corriqueiros, você não deve se esquecer em hipótese alguma dos documentos complementares.

Exames médicos, relatórios, receitas, todos os documentos relativos ao seu problema de saúde devem ser encaminhados para análise.

Pois são eles que irão informar para o órgão sobre os detalhes e a gravidade do seu problema.

Após isso, será marcada uma perícia onde um médico irá avaliar a sua capacidade ou incapacidade.

Por fim, se você se interessa pelo tema, assista o vídeo abaixo orientando quais são os direitos dos diabéticos compartilhado pelo excelente canal Minha Vida no You Tube:

Se você quer saber mais detalhes sobre o que é diabetes, sugerimos que assista o vídeo abaixo e veja a ótima reportagem do médico Drauzio Varella sobre o tema:

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência de navegação. AceitarMais Informações