Salário Mínimo na Índia: veja o valor!

0

Neste artigo falaremos sobre o salário-mínimo na Índia, o quanto representa convertido para o real, assim como as condições de trabalho que o país oferece para estrangeiros, entre outras informações pertinentes.

Antes de entrarmos no tema principal vamos conhecer um pouco mais sobre o atual panorama econômico deste gigante, que também é reconhecido por ter uma das maiores forças bélicas mundiais.

A índia hoje

Localizada ao Sul da Ásia, figurando como o segundo país mais populoso do globo e o sétimo considerando sua área geográfica, a Índia também possui um crescimento anual de cerca de 5,8%, o que a coloca no grupo de países com crescimento mais veloz da atualidade.

Considerando os anos de 2018 e 2019 a Índia progrediu do 7º para o 5º lugar na economia global, deixando duas potências: França e Reino Unido para trás.

Os fatores de crescimento do país, entre outros, foram impulsionados pela sua fenomenal força de trabalho, composta de aproximadamente 513 milhões de trabalhadores, sendo considerada a maior do mundo no quesito.

Por outro lado, o país conta com mais de 50% de seus trabalhadores no setor de serviços, sendo que do total deles, apenas 7% atua na formalidade.

De qualquer maneira, e por todas estas e outras várias questões, a Índia tem aguçado o interesse de pessoas do mundo inteiro, que enxergam desafios mas também oportunidades em um país de contrastes extremos.

Mas e você, sabe qual o atual valor do salário mínimo na Índia e quanto ele representa quando convertido em Reais? E será que o país apresenta boas condições em seu mercado de trabalho para estrangeiros? Confira a seguir!

O Salário mínimo na Índia é diferente em 6 regiões

Conhecida por ter uma mão de obra extremamente barata, a Índia possui 6 valores diferentes para o salário mínimo, apresentando grandes variações, em alguns períodos chegando a “três vezes” de diferença. Uma lei do ano de 1948 ainda define as regras do assunto desde então.

Na prática, o valor mais alto de salário mínimo na Índia é pago na Região de Delhi, já o mais baixo em Bihar.

Baseando-se em valores de outubro de 2019, o valor do salário mínimo na Índia, médio e mensal é de 31100,00Rp. (trinta e um mil e cem Rúpias) o que convertidos para Reais são R$1.762,83, se na moeda americana USD437,87 e em Euros €393,59.

Ao considerar o salário mínimo na Índia deve-se sempre lembrar que “apenas 7%” da força de trabalho está inserida no mercado formal, fato que, por si só já gera uma grande disparidade em termos de análise.

Atuais condições de trabalho para estrangeiros na Índia

Com um sólido mercado interno, fomentado em boa parte devido à indústria da tecnologia da informação, que garante força de exportação no setor, a Índia é um país que tem gerado uma abertura considerável ao recrutamento de mão de obra externa para inserção em vários setores.

Informática, telecomunicações, finanças, engenharia, indústria automobilística e medicina são alguns dos setores que apresentam condições interessantes para estrangeiros com know how em tais áreas.

Embora sem dados exatos quanto à remuneração de profissionais estrangeiros no país, é possível afirmar que com alguns requisitos importantes eles podem ser muito bem remunerados.

Com boa formação nas áreas indicadas, inglês fluente, capacidade de adaptação e expertise capaz de entregar diferenciais significativos, os profissionais estrangeiros podem conseguir salários bem acima da média da maioria de seus países de origem.

Salário mínimo na India
Salário Mínimo na Índia

Dados de custo de vida médio na Índia

Baseando-se no site https://pt.preciosmundi.com/ que faz comparações de preços de diversos produtos e serviços por todo o mundo, é possível chegar a algumas constatações interessantes:

  • Locação de um apartamento central com 3 dormitórios (média): R$1.474,42;
  • Locação de um apartamento em subúrbios com 3 quartos (média): R$909,51;
  • Litro de leite: R$2,64;
  • Pão (quilo): R$1,72;
  • Água mineral (1,5l): R$1,59;
  • Peito de frango (quilo): R$12,43;
  • Almoço para duas pessoas com sobremesa: R$39,54;
  • Sapato de couro, masculino: R$141,23;
  • Tênis esportivo (Nike): R$192,07;
  • Veículo Volksvagen Golf 1.4: R$47.288,93;
  • Gasolina (litro): R$4,29;
  • Táxi (1 hora): R$4,52;
  • Bilhete de transporte público: R$1,13;
  • Entrada em cinemas: R$14,12.

Baseando-se em peculiaridades e outras características do país é possível perceber que a realidade dos trabalhadores nativos difere em muito dos estrangeiros.

Em sua imensa maioria, os indianos não fazem parte do panorama formal, por consequência, não recebem o valor médio do salário mínimo na Índia, podemos então facilmente constatar que trata-se de um país com realidades bem distintas.

Do outro lado estão os profissionais graduados, muitos deles estrangeiros, plenamente inseridos em um mercado rico em oportunidades, emergente em sua essência, com uma indústria robusta e buscando cada vez mais afirmar-se com tecnologia de “ponta”.

Um relatório da PriceWhaterhouseCoopers de 2017 projetou o crescimento do PIB das maiores economias mundiais até o ano de 2030, nele a Índia já estaria no 3º lugar entre as principais potências, tendo a sua frente somente China e Estados Unidos.

Tudo indica que serão anos de alto crescimento econômico, mas também de profundos desafios do ponto de vista humanitário.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência de navegação. AceitarMais Informações