Salário Mínimo na Itália: Qual o valor?

Se você tem interesse em saber o valor do salário mínimo na Itália e outras questões relacionadas ao trabalho de estrangeiros naquele país, então vamos lhe dar várias dicas e sugestões. Continue lendo o artigo.

0

Conhecer a Europa já é um grande sonho da maioria dos brasileiros. Para uma parcela de pessoas mais aventureiras o sonho é maior: morar na Itália.

Para a meta virar realidade é preciso conhecer o valor do salário, o custo de vida e também o processo para chegar até lá. E é sobre tudo isso que falaremos nesse artigo, vamos começar?

Salário Mínimo na Itália

Nem todos os países possuem uma legislação que estabeleça o salário mínimo. No Brasil por exemplo o salário mínimo é decretado por lei. Já a Itália é um dos locais em que não há leis para isso, ainda não existe um salário mínimo pré-determinado.

Segundo apuramos em nossas pesquisas, a Constituição Italiana fala que o salário deve ser proporcional à quantidade de trabalho realizada. O valor deve ser o suficiente para o trabalhador manter a si e sua família.

Essa determinação não fala em um valor específico, não há um salário mínimo obrigatório para os trabalhadores.

Inclusive o período de pagamento também varia de acordo com cada empresa. Pode ser semanal, quinzenal ou mensal!

Salário mínimo na Itália
A Itália não possui um valor de Salário Mínimo estipulado em Lei

Média de Salário na Itália

Um meio de saber o quanto você pode receber trabalhando na Itália é conhecendo a média salarial.

As profissões mais básicas costumam ter um salário médio entre 900 e 1.100 euros por mês. O valor varia de acordo com a região e como falamos, é apenas uma média salarial.

A média salarial varia de acordo com a sua qualificação:

  • Trabalhadores com pouca qualificação: 1.000 a 1.400€;
  • Trabalhadores com qualificação mediana: de 1.400 a 1.900€;
  • Trabalhadores altamente qualificados: de 1.900 a 3.000€.

O melhor é você pesquisar a média salarial para a sua área especificamente, assim você terá uma noção melhor de salário.

Visto para trabalhar

Para apenas visitar a Itália não é necessário visto, você pode viajar e conhecer tudo por 90 dias, sem precisar de autorizações. Agora para trabalhar o visto é exigido e você precisa resolver isso quando planejar sua vida no país.

Você tem dois meios de fazer isso: com a cidadania italiana/europeia ou com um visto específico de trabalho.

O visto de trabalho é emitido nos consulados italianos do Brasil. Uma coisa que ajuda no processo é já conseguir o emprego ainda no Brasil. Assim você pode usar essa documentação na hora de solicitar o visto.

Na hora de aplicar o seu visto de trabalho para a Itália você deverá optar entre três categorias diferentes:

  • Subordinato – Lavoro em italiano, quando você tem um vínculo empregatício;
  • Autônomo – Para sócios de empresas e profissionais autônomos ou liberais;
  • Sazonal – Stagionale em italiano, que é para trabalhos sazonais no país.

Cidadania Italiana

Pelo fato de parte do Brasil ter sido colonizado por povos italianos, cerca de 15% dos brasileiros tem uma relação com o país. Assim, através de diversas comprovações, é possível ir atrás da sua cidadania italiana.

Indo atrás da cidadania direto na Itália é possível conseguir entre 3 e 6 meses. Com toda a documentação em mãos e um custo médio de R$30.000,00.

Também é possível solicitar a cidadania italiana aqui no Brasil mesmo, o processo inclusive fica com o valor mais baixo: em torno de R$10.000,00. O grande problema é que aqui o processo para a sua cidadania italiana poderá levar entre 6 e 15 anos para ser concluído.

Estudar na Itália

As universidades públicas da Itália não são de graça, possuem uma taxa que deve ser paga anualmente pelos estudantes. Essa taxa não é a mesma para todos, varia de acordo com a renda familiar de cada um.

Normalmente os valores para estudar na Itália ficam entre  1500€ a 3.500€ ao ano.

Para você ingressar em uma universidade italiana você não faz um vestibular e nem pode usar a nota do Enem. Você precisa de alguns docuemtentos para então participar do processo seletivo.

Os documentos exigidos pelas universidades são os seguintes:

  • Declaração de valor: É um documento gerado a partir do seu histórico escolar;
  • Carta de motivação: É uma carta em que você explica os motivos que te fazer querer estudar lá;
  • Currículo – normalmente cobrado no formato Europass.
Trabalhar na Itália
Veneza, na Itália, considerada uma das cidades mais bonitas do mundo!

Custo de Vida

O custo de vida varia muito com quais lugares você está comparando. Por exemplo, na Europa a Itália tem um custo de vida mais alto que Portugal e mais baixo que a Inglaterra.

É considerado um custo de vida médio ou alto, principalmente se for nas grandes cidades turísticas.

Aluguel na Itália

Para um estudante que divide a casa ou apartamento com outras pessoas, o aluguel pode custar em torno de 200 euros mensais.

Agora, alugando uma casa sozinho de um ou dois quartos esse valor já vai para 500 euros ao mês.

Se você procura por casas mais modernas, maiores e luxuosas em áreas mais centrais esse valor ainda subirá bastante. Tudo irá depender do seu estilo de vida e do seu orçamento.

E você, o que achou do salário mínimo na Itália? Dá pra tentar a sorte por lá? Deixe um comentário com a sua opinião e lembre-se de compartilhar este artigo em suas redes sociais.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência de navegação. AceitarMais Informações