A Irlanda é um dos principais destinos dos brasileiros um dos principais atrativos é o salário mínimo na Irlanda em 2020 que, assim como todos os anos, aumentará novamente.

O ano-novo chegou e, com ele, é hora de colocar os planos em ação. E quem deseja mudar de país não pode, de forma alguma, deixar de olhar e conhecer a Irlanda

Quando o assunto é migrar para um outro país um dos destinos mais procurados é, sem dúvida, a ilha Esmeralda, também conhecida como Irlanda. 

“Cidade bem organizada, segura. Dá para andar de noite tranquila, tudo bem sinalizado, transporte público muito bom e organizado, com muitos benefícios para os usuários.” Essas são as impressões da cidade por Lígia Amorim brasileira que se mudou há pouco mais de 6 meses para Irlanda.

Um dos aspectos que mais influenciam brasileiros a mudarem-se para o país é, sem dúvidas, o salário mínimo na Irlanda em 2020. 

E se você está pensando em se mudar para o país Esmeralda, não deixe de ler esse artigo, pois preparamos um guia completo com tudo o que você precisa saber antes de decidir o seu destino e mudar para Dublin ou seus arredores. Assim sendo, neste artigo você encontrará: 

  • Valor do salário mínimo na Irlanda em 2020
  • Custo de vida na Irlanda
  • Segurança
  • Mercado de trabalho
  • Vistos e documentações necessárias para morar na Irlanda
  • Principais vantagens de morar na Irlanda
Salário mínimo na Irlanda

Valor do salário mínimo na Irlanda em 2020

 Vamos começar por um dos assuntos mais importantes ao decidir se mudar para a Irlanda: o salário mínimo. 

O salário mínimo na Irlanda em 2020 pode chegar a 10,10 € por hora de trabalho. Atualmente um trabalhador na Irlanda ganha 9,8 € por hora de trabalho. 

Esse aumento é, portanto, maior que o do ano passado, uma vez que entre 2018 e 2019 houve um aumento de 25 centavos e o aumento de 2020 é equivalente a 30 centavos.

Parece pouco, mas no final do mês, precisamos concordar, esses 30 centavos por hora fazem toda a diferença. 

O valor do salário mínimo é divulgado, anualmente, pelo budget do país, que é um orçamento da Irlanda que inclui pontos importantíssimos, como:

  • Salário mínimo
  • Clima
  • Saúde
  • Tributação
  • Educação
  • Moradia
  • Desenvolvimento
  • Outros anúncios importantes.

Caso você queira conferir o budget completo de 2020, acesse o site oficial com essas informações.

Custo de vida na Irlanda

Assim como em outras partes do mundo, o custo de vida varia de cidade para cidade. Em Dublin, por exemplo, é onde encontramos a cidade mais procurada, mas, também, com o maior custo de vida.

As principais despesas são:

  • Moradia;
  • Alimentação;
  • Despesas básicas como água, luz e internet;
  • Saúde;
  • Transporte.

O gasto com transporte, por exemplo, é algo bem variável, pois grande parte da população acaba fazendo as coisas caminhando. Por outro lado, isso demanda mais tempo da rotina.

Aluguel

O aluguel na Irlanda pode ser bastante salgado. Para aliviar essa despesa, muitos estudantes, por exemplo, preferem dividir o apartamento com 4 ou 5 pessoas.

Outra opção é morar fora do centro da cidade. Nesse caso, a economia pode chegar a 300 €.

Para que você tenha uma média, um apartamento dividido no centro da cidade com cerca de 5 pessoas fica, em média, 400 € para cada um.

Confira alguns sites para aluguel na Irlanda:

Segurança

Assim como já ressaltado pela Lígia, a segurança na Irlanda é uma grande surpresa.

É claro que se você deixar seu celular no banco e sair, quando você voltar ele não estará lá. Isso acontecerá em todos os continentes dos planetas.

A polícia irlandesa é, sem dúvidas, bastante rigorosa. Mas, ao mesmo tempo, ela é bastante pacífica – ela não utiliza armas -. Além disso, eles não costumam usar bombas de gás lacrimogêneo ou então as balas de borracha.

Outro aspecto curioso é que vários dos caixas eletrônicos ficam na rua. Os bancos confiam muito em seus cidadãos. Apenas fique atento com casos de clonagem no seu cartão, ok?

Mercado de trabalho

Há muitos trabalhadores brasileiros na Irlanda. Entretanto, se você tiver 40 anos ou mais, encontrar um trabalho no país pode ser um pouco mais complicado.

São muitos setores com oportunidade de trabalho:

  • Saúde
  • Marketing
  • Tecnologia
  • Engenharia
  • Negócios
  • Finanças
  • Logística

Importante: na Irlanda, além de um bom nível de inglês, é fundamental que você tenha o visto de trabalho. Dependendo do setor, também são necessárias algumas certificações.

Vistos e documentações necessárias para morar na Irlanda

Para morar na Irlanda, além do passaporte, você também precisará de:

  • Visto de longa duração (para mais de três meses).
  • Autorização de trabalho e residência

Além disso, para aqueles que não fazem parte da chamada zona do Euro e não possuem nacionalidade europeia, há uma taxa de 300 € que deve ser paga para obter a autorização de residência.

Você também precisará de um registro da GNIB, Garda National Immigration Bureau. Você também deverá providenciar:

  • Formulário GNIB preenchido e assinado
  • Duas fotos
  • Passaporte válido por 12 meses
  • Carta de motivação (aplicação) assinada com detalhes do porquê, como e com quem você irá morar
  • 3 mil euros para entrar, já em conta irlandesa
  • Certificação do nível de inglês se não for estudar lá.

Principais vantagens de morar na Irlanda

Confira, a seguir, algumas vantagens de morar na Irlanda:

  • Possibilidade de conhecer pessoas de todos os lugares do mundo, já que a Irlanda é um dos destinos mais procurados para intercâmbio.
  • Facilidade de viajar pela Europa, com várias promoções de passagens aéreas.
  • Alta qualidade de vida, com transporte eficiente!
  • Ganhar em Euro – dá para guardar um dinheirinho no final do mês.
  • Boas oportunidades de emprego em diferentes ramos e setores.
  • População muito educada e receptiva.
  • Uma cultura cheia de história, já que a cultura irlandesa tem uma grande influência da cultura celta e a Irlanda possui um cuidado especial com a sua história e seus artefatos.

Uma das principais dicas para quem quer mudar para a Irlanda é fazer um bom planejamento. Esse planejamento deve incluir um orçamento, organização das documentações e um plano de ação para o país.

Não deixe de guardar um valor para emergência, pois imprevistos podem acontecer e, estando em um país diferente, você estará praticamente sozinho. Boa sorte!