Financiamento, empréstimo e consórcio:conheça as principais diferenças

0

Conhecer as diferenças entre financiamento, empréstimo e consórcio é um cuidado necessário para quem está buscando conseguir crédito. Quando você se compromete a longo prazo, todo seu orçamento será impactado, além da sua qualidade de vida.

Caso você não saiba administrar, o que era para ser a realização de um sonho pode acabar virando um pesadelo. Por isso, é fundamental que você conheça as diferenças entre empréstimo, financiamento e consórcio.

Pensando nisso preparamos este artigo para você. Abaixo você vai conhecer as diferenças entre essas três modalidades de crédito. Assim, você poderá escolher aquela que mais se encaixa com a sua necessidade e cabe no seu bolso.

Boa leitura!

Quais as diferenças entre financiamento, empréstimo e consórcio?

Antes de mais nada, precisamos ressaltar que consórcio não significa “dinheiro emprestado”. É um recurso. Junto com as outras pessoas, um fundo é construído, permitindo oferecer crédito para os participantes do consórcio.

Além disso, também é importante informar que, independente de qual linha de crédito você optar, é fundamental que você faça um planejamento financeiro.

Sem o planejamento financeiro, é grande o risco de você se endividar. Por isso, não menospreze essa parte antes, durante e depois de conseguir a linha de crédito. Dito isto, podemos continuar.

A seguir você vai entender as diferenças entre financiamento, empréstimo e consórcio.

Financiamento

Essa é um tipo de linha de crédito que é liberado pelo banco com uma finalidade específica. Você pode, por exemplo, financiar um veículo ou um imóvel. Para esse procedimento, o banco exige que o bem seja deixado como garantia.

Isso significa que se você resolver deixar o seu imóvel como garantia, ele permanecerá dessa forma até que você quite toda a dívida. Você poderá continuar usufruindo do bem como se ele fosse seu, mas, tecnicamente, ele ainda não é.

Só será quando todo o financiamento for quitado. Vale ressaltar ainda que as instituições financeiras cobram taxas que tornam o crédito ainda mais caro, como:

  • Tarifa de abertura de crédito
  • Taxa de avaliação do imóvel
  • Imposto sobre Operações Financeiras

Empréstimo

Essa é outra linha de crédito, mas diferente do financiamento, não há necessidade de ter uma finalidade específica. Depois que o banco liberar o crédito para você, você pode usá-lo como achar melhor.

Mas, quando você for solicitar o empréstimo, o funcionário da instituição financeira pode perguntar o motivo da solicitação. Isso acontece, principalmente, quando são solicitadas grandes quantias.

Como, diferente do financiamento, você não dá nenhuma garantia de que quitará a dívida, os juros dos empréstimos costumam ser bem mais altos. Basicamente, quanto mais valiosa for a garantia, menores serão as taxas de juros.

Além disso, existem vários tipos de empréstimos, como por exemplo, o empréstimo consignado e o empréstimo pessoal. O primeiro é destinado para pensionistas, aposentados e servidores públicos. O pessoal é para o público em geral.

Existe ainda a possibilidade de fazer um empréstimo consignado através do seu FGTS, algo que pode realmente diminuir a taxa de juros cobrada, considerando a garantia de quitar o valor através do seu Fundo de Garantia.

Consórcio

Certamente, você também quer saber a diferença entre empréstimo e consórcio, já que já sabe a diferença entre empréstimo e financiamento. Esse tipo de crédito é uma modalidade de compra programada.

Basicamente, um grupo de pessoas se unem com o intuito de formar um fundo para comprar um determinado bem. O fundo é administrado por uma empresa que será responsável por conceder o consórcio para alguém do grupo.

Como você não está pegando dinheiro emprestado, esse tipo de linha de crédito não possui juros. Basicamente, as taxas de um consórcio se dividem da seguinte forma:

  • O fundo comum
  • A taxa de administração
  • O fundo de reserva
  • O seguro

No fim das contas, o consórcio nem é considerado uma operação de crédito. Afinal, você que está juntando o dinheiro para você comprar o que deseja.

Qual a melhor opção?

Agora que você já sabe as diferenças entre financiamento, empréstimo e consórcio, certamente você está querendo saber qual a melhor opção. E é simples: a melhor opção é a que você mais vai economizar.

Por isso que o planejamento financeiro é tão importante. Com ele, você não precisa correr atrás de operações de créditos para realizar os seus sonhos. Afinal, quem busca uma operação dessas precisa de dinheiro rápido, por isso os juros são mais altos.

Com exceção do consórcio, apenas. Então, aqui vai uma dica: poupe sempre dinheiro para que você possa investir no seus sonhos e, assim, não ficar endividado.

Espero que você tenha entendido as diferenças entre financiamento, empréstimo e consórcio. Agora é com você! Escolha a opção que mais atende as suas necessidades e cabe no seu bolso para você não ficar no vermelho depois.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência de navegação. AceitarMais Informações